Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Bíblia on-line | TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DA BÍBLIA SAGRADA (REVISÃO DE 2015)

Salmos 31:1-24

CONTEÚDO DO LIVRO

  • Refugiar-se em Jeová

    • “Às tuas mãos confio o meu espírito” (5)

    • “Jeová, Deus da verdade” (5)

    • A grande bondade de Deus (19)

Ao regente. Salmo de Davi. 31  Em ti me refugiei, ó Jeová.+ Que eu nunca seja envergonhado.+ Livra-me por causa da tua justiça.+   Inclina para mim o teu ouvido.* Vem livrar-me depressa.+ Torna-te para mim uma fortaleza na montanha,Um lugar fortificado para me salvar.+   Pois tu és meu rochedo e minha fortaleza;+Por causa do teu nome,+ tu me guiarás e conduzirás.+   Tu me livrarás da rede que esconderam para me apanhar,+Pois tu és minha fortaleza.+   Às tuas mãos confio o meu espírito.+ Tu me resgataste, ó Jeová, Deus da verdade.*+   Odeio os devotados a ídolos vãos, fúteis;Eu, porém, confio em Jeová.   Terei grande alegria com o teu amor leal,Pois tu vês a minha aflição;+Tu conheces a minha profunda angústia.*   Não me entregaste nas mãos do inimigo,Mas tu me colocaste num lugar seguro.*   Mostra-me favor, ó Jeová, pois estou em aflição. A angústia enfraqueceu os meus olhos+ e também todo o meu corpo.*+ 10  Minha vida se consome em tristeza,+E meus anos em gemidos.+ Minhas forças se esgotam por causa do meu erro;Meus ossos ficam fracos.+ 11  Todos os meus adversários zombam de mim,+Principalmente os meus vizinhos. E os meus conhecidos têm pavor de mim;Ao me verem em público, fogem.+ 12  Eu fui tirado do coração* deles e fui esquecido, como se estivesse morto;Sou como um vaso quebrado. 13  Ouvi as coisas más que muitos estão dizendo;O terror me rodeia.+ Quando se reúnem contra mim,Tramam tirar a minha vida.*+ 14  Eu, porém, confio em ti, ó Jeová.+ E declaro: “Tu és o meu Deus.”+ 15  Meus dias* estão nas tuas mãos. Livra-me das mãos dos meus inimigos e dos que me perseguem.+ 16  Faz a tua face brilhar sobre o teu servo.+ Salva-me pelo teu amor leal. 17  Ó Jeová, que eu não seja envergonhado ao invocar a ti.+ Que os maus sejam envergonhados;+Que sejam silenciados na Sepultura.*+ 18  Fiquem mudos os lábios mentirosos,+Lábios que falam contra o justo de modo insolente, com arrogância e desprezo. 19  Como é grande a tua bondade!+ Tu a reservaste para os que te temem,+E a demonstraste diante de todos os homens, em favor dos que se refugiam em ti.+ 20  No lugar secreto da tua presença, tu os esconderás+Das intrigas dos homens;No teu abrigo, tu os protegerásDe críticas maldosas.*+ 21  Jeová seja louvado,Pois, de maneira maravilhosa, mostrou amor leal a mim+ numa cidade sitiada.+ 22  Quanto a mim, entrei em pânico e disse: “Serei eliminado de diante de ti.”+ Mas ouviste as minhas súplicas quando clamei a ti por ajuda.+ 23  Amem a Jeová, todos os que lhe são leais!+ Jeová protege os fiéis,+Mas retribui severamente àquele que é arrogante.+ 24  Sejam corajosos, e que o seu coração seja forte,+Todos vocês que esperam em Jeová.+

Notas

Ou: “Abaixa-te e ouve-me.”
Ou: “o Deus fiel”.
Ou: “as aflições da minha alma”.
Ou: “espaçoso”.
Ou: “também minha alma e meu ventre”.
Ou: “da mente”.
Ou: “alma”.
Lit.: “tempos”.
Ou: “no Seol”, isto é, a sepultura comum da humanidade. Veja o Glossário.
Lit.: “Das línguas que discutem”.