Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Bíblia on-line | TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DA BÍBLIA SAGRADA (REVISÃO DE 2015)

Salmos 22:1-31

CONTEÚDO DO LIVRO

  • Do desespero ao louvor

    • “Deus meu, por que me abandonaste?” (1)

    • “Lançam sortes sobre a minha vestimenta” (18)

    • Louvor a Deus na congregação (2225)

    • Toda a terra adorará a Deus (27)

Ao regente; com a melodia de A Corça da Aurora.* Salmo de Davi. 22  Deus meu, Deus meu, por que me abandonaste?+ Por que estás longe de salvar-me, Longe dos meus gritos de aflição?+   Meu Deus, clamo durante o dia, e tu não respondes;+ E, durante a noite, não há silêncio da minha parte.   Mas tu és santo,+ Estás rodeado pelos* louvores de Israel.   Em ti nossos pais punham sua confiança;+ Eles confiavam, e tu os livravas.+   Clamavam a ti, e eram salvos; Confiavam em ti, e não eram decepcionados.*+   Mas eu sou um verme, não um homem, Ridicularizado pelos* homens e desprezado pelo povo.+   Todos os que me veem zombam de mim;+ Fazem pouco caso e balançam a cabeça com desprezo:+   “Ele se confiou a Jeová. Que Ele o livre! Que Ele o salve, se o ama tanto!”+   Foste tu que me tiraste do ventre,+ Que me fizeste sentir seguro aos seios da minha mãe. 10  Fui entregue ao teu cuidado* desde que nasci; Desde o ventre da minha mãe, tens sido o meu Deus. 11  Não fiques longe de mim, pois a aflição está perto,+ E não há mais ninguém para me ajudar.+ 12  Muitos novilhos me cercam;+ Fortes touros de Basã me rodeiam.+ 13  Abrem a boca contra mim,+ Como um leão que ruge e dilacera a sua presa.+ 14  Sou derramado como água; Todos os meus ossos estão desconjuntados. Meu coração tornou-se como cera,+ Derrete-se no meu íntimo.+ 15  Minha força secou-se como um caco de barro;+ Minha língua gruda nas gengivas.+ Tu me trazes ao pó da morte.+ 16  Pois cães me rodeiam;+ Eles me cercam como um bando de malfeitores.+ Como um leão, atacam minhas mãos e meus pés.+ 17  Posso contar todos os meus ossos.+ Eles me observam e fixam o olhar em mim. 18  Repartem entre si as minhas roupas E lançam sortes sobre a minha vestimenta.+ 19  Tu, porém, ó Jeová, não fiques longe.+ Tu és a minha força; vem depressa me ajudar.+ 20  Salva-me* da espada, Livra minha preciosa vida* das patas* dos cães;+ 21  Salva-me da boca do leão+ e dos chifres de touros selvagens; Responde-me e salva-me. 22  Declararei o teu nome aos meus irmãos;+ No meio da congregação te louvarei.+ 23  Vocês que temem a Jeová, louvem-no! Toda a descendência* de Jacó, glorifique-o!+ Reverencie-o, toda a descendência* de Israel. 24  Pois ele não desprezou nem repudiou o sofrimento do oprimido;+ Não escondeu dele a sua face.+ Quando ele clamou por ajuda, ouviu.+ 25  Eu te louvarei na grande congregação;+ Cumprirei os meus votos diante dos que temem a Ele. 26  Os mansos comerão e ficarão satisfeitos;+ Os que buscam a Jeová o louvarão.+ Que vocês vivam* para sempre. 27  Todos os confins da terra se lembrarão de Jeová e se voltarão para ele. Todas as famílias das nações se curvarão diante de ti.+ 28  Pois o reinado pertence a Jeová;+ Ele governa as nações. 29  Todos os prósperos* da terra comerão e se curvarão, Todos os que descem ao pó se ajoelharão diante dele; Nenhum deles pode preservar sua vida.* 30  Os descendentes deles o servirão;* A próxima geração ouvirá falar sobre Jeová. 31  Eles chegarão e declararão a Sua justiça. Ao povo que ainda está para nascer, contarão o que ele tem feito.

Notas

Possivelmente um tom ou um estilo musical.
Ou: “entronizado entre (sobre) os”.
Ou: “não eram envergonhados”.
Ou: “Uma vergonha para os”.
Lit.: “lançado sobre ti”.
Ou: “Salva minha alma”.
Lit.: “minha única”, referindo-se à sua alma, ou vida.
Lit.: “da mão”.
Lit.: “semente”.
Lit.: “semente”.
Lit.: “Que o seu coração viva”.
Lit.: “gordos”.
Ou: “alma”.
Lit.: “Uma semente o servirá”.