Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Bíblia on-line | TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DA BÍBLIA SAGRADA (REVISÃO DE 2015)

Segundo Marcos 5:1-43

CONTEÚDO DO LIVRO

  • Jesus manda demônios para os porcos (1-20)

  • Filha de Jairo; uma mulher toca na roupa de Jesus (21-43)

5  Chegaram então à outra margem do mar, à região dos gerasenos.+  E, assim que Jesus saiu do barco, um homem sob o poder de um espírito impuro saiu dentre os túmulos* e foi ao seu encontro.  Ele vivia entre os túmulos, e, até aquele tempo, absolutamente ninguém havia sido capaz de mantê-lo preso, nem mesmo com uma corrente.  Muitas vezes ele tinha sido preso com correntes nos pés e nas mãos, mas ele quebrava as correntes das mãos e despedaçava as dos pés; e ninguém tinha força para dominá-lo.  E, incessantemente, noite e dia, ele gritava nos túmulos e nos montes, e se cortava com pedras.  Mas, ao ver Jesus a certa distância, correu e se curvou diante dele.+  Então gritou, em voz bem alta: “O que você quer comigo,* Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Jure por Deus que não me atormentará.”+  Pois Jesus havia lhe dito: “Saia do homem, espírito impuro!”+  Mas Jesus lhe perguntou: “Qual é o seu nome?” E ele respondeu: “Meu nome é Legião, porque há muitos de nós.” 10  E suplicava a Jesus que não enviasse os espíritos para fora daquela região.+ 11  Havia então uma grande manada de porcos+ pastando no monte.+ 12  Por isso os espíritos lhe suplicaram: “Mande-nos para os porcos, para que entremos neles.” 13  E ele lhes deu permissão. Assim, os espíritos impuros saíram e entraram nos porcos; e a manada se jogou despenhadeiro* abaixo, para dentro do mar, cerca de 2.000 deles, e se afogaram no mar. 14  Mas os que cuidavam dos porcos fugiram e contaram isso na cidade e na zona rural, e as pessoas foram ver o que tinha acontecido.+ 15  Assim, aproximaram-se de Jesus e viram o possesso de demônios, que havia tido a Legião, sentado, vestido e em perfeito juízo; e ficaram com medo. 16  Também, os que tinham visto tudo aquilo lhes contaram o que tinha acontecido com o homem possesso de demônios e com os porcos. 17  Assim, começaram a suplicar a Jesus que saísse daquela região.+ 18  Então, quando ele estava entrando no barco, o homem que tinha estado possesso de demônios suplicou que o deixasse ir com ele.+ 19  No entanto, ele não deixou, mas disse-lhe: “Vá para casa, para seus parentes, e conte-lhes tudo o que Jeová* fez por você e a misericórdia que ele lhe demonstrou.” 20  O homem foi embora e começou a proclamar em Decápolis* tudo o que Jesus havia feito por ele; e todos ficavam admirados. 21  Depois de Jesus ter passado novamente, no barco, para a margem oposta, ajuntou-se a ele uma grande multidão, e ele estava à beira do mar.+ 22  Chegou então um dos presidentes da sinagoga, chamado Jairo, e, ao vê-lo, se prostrou aos seus pés.+ 23  Ele lhe suplicou muitas vezes: “Minha filhinha está gravemente doente.* Por favor, venha e ponha as mãos sobre ela,+ para que possa ficar boa e viver.” 24  Assim, Jesus foi com ele, e uma grande multidão o seguia e apertava. 25  E havia uma mulher que por 12 anos+ sofria de um fluxo de sangue.+ 26  Ela havia sofrido muito* às mãos de muitos médicos, e tinha gastado todos os seus recursos, sem ter melhorado, mas, em vez disso, tinha ficado pior. 27  Tendo ouvido falar de Jesus, ela se aproximou por trás dele, na multidão, e tocou na sua roupa,+ 28  pois dizia: “Se eu apenas tocar na sua roupa, ficarei boa.”+ 29  E o seu fluxo de sangue secou imediatamente, e ela sentiu no corpo que tinha sido curada daquela doença aflitiva. 30  Imediatamente, Jesus percebeu que havia saído poder+ dele, e ele se virou na multidão e perguntou: “Quem tocou na minha roupa?”+ 31  Seus discípulos lhe disseram: “O senhor está vendo que a multidão o aperta, e ainda pergunta: ‘Quem me tocou?’” 32  Mas ele estava olhando em volta para ver quem tinha feito isso. 33  A mulher, tremendo de medo, sabendo o que tinha lhe acontecido, se aproximou e se prostrou diante dele, e lhe disse toda a verdade. 34  Ele disse a ela: “Filha, a sua fé fez você ficar boa. Vá em paz+ e fique curada da sua doença aflitiva.”+ 35  Enquanto ele ainda falava, chegaram alguns homens da casa do presidente da sinagoga e disseram: “Sua filha morreu! Por que incomodar mais o Instrutor?”+ 36  Mas Jesus ouviu as palavras deles e disse ao presidente da sinagoga: “Não tenha medo,* apenas exerça fé.”+ 37  Então não deixou ninguém acompanhá-lo, a não ser Pedro, Tiago e João, irmão de Tiago.+ 38  Assim, chegaram à casa do presidente da sinagoga, e ele viu o alvoroço e os que choravam e lamentavam em alta voz.+ 39  Depois de entrar, disse-lhes: “Por que vocês estão chorando e fazendo esse alvoroço? A menina não morreu; ela está dormindo.”+ 40  Em vista disso, começaram a rir dele com desprezo. Mas, depois de mandar que todos saíssem, ele levou consigo o pai e a mãe da menina e os que estavam com ele, e entrou onde a menina estava. 41  Então, pegando a mão da menina, disse-lhe: “Talita cumi”, que traduzido significa: “Menina, digo-lhe: Levante-se!”+ 42  E a menina se levantou imediatamente e começou a andar. (Ela tinha 12 anos de idade.) Com isso, eles não conseguiram se conter de tanta alegria. 43  Mas ele lhes ordenou vez após vez* que não deixassem ninguém saber disso,+ e mandou que dessem a ela algo para comer.

Notas

Ou: “túmulos memoriais”.
Ou: “O que eu tenho a ver com você”.
Ou: “encosta íngreme”.
Ou: “na região das Dez Cidades”.
Ou: “está morrendo”.
Ou: “tinha sido submetida a muitas dores”.
Ou: “Pare de ter medo”.
Ou: “com firmeza”.