Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Bíblia on-line | TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DA BÍBLIA SAGRADA (REVISÃO DE 2015)

O livro de Isaías

Capítulos

Conteúdo do Livro

  • 1

    • Pai e seus filhos rebeldes (1-9)

    • Jeová odeia adoração prestada só por formalidade (10-17)

    • “Resolvamos as questões” (18-20)

    • Sião voltará a ser cidade fiel (21-31)

  • 2

    • O monte de Jeová será elevado (1-5)

      • Espadas em arados (4)

    • O dia de Jeová humilhará os orgulhosos (6-22)

  • 3

    • Líderes de Judá desencaminham o povo (1-15)

    • Filhas de Sião que flertam são julgadas (16-26)

  • 4

    • Sete mulheres para um homem (1)

    • O que Jeová fará brotar será glorioso (2-6)

  • 5

    • Canção sobre o vinhedo de Jeová (1-7)

    • Ais para o vinhedo de Jeová (8-24)

    • Ira de Deus contra seu povo (25-30)

  • 6

    • Visão de Jeová em seu templo (1-4)

      • “Santo, santo, santo é Jeová” (3)

    • Os lábios de Isaías são purificados (5-7)

    • Isaías é designado (8-10)

      • “Aqui estou! Envia-me!” (8)

    • “Até quando, ó Jeová?” (11-13)

  • 7

    • Mensagem ao rei Acaz (1-9)

      • Sear-Jasube (3)

    • Sinal de Emanuel (10-17)

    • Consequências da infidelidade (18-25)

  • 8

    • A futura invasão assíria (1-8)

      • Maer-Salal-Hás-Baz (1-4)

    • Não temam — “Deus está conosco!” (9-17)

    • Isaías e seus filhos são sinais (18)

    • Consultem a lei, não os demônios (19-22)

  • 9

    • Grande luz para a Galileia (1-7)

      • Nascimento do “Príncipe da Paz” (6, 7)

    • Mão de Deus contra Israel (8-21)

  • 10

    • Mão de Deus contra Israel (1-4)

    • Assíria — a vara da ira de Deus (5-11)

    • A Assíria será punida (12-19)

    • Um restante de Jacó voltará (20-27)

    • Deus julgará a Assíria (28-34)

  • 11

    • Governo justo do ramo novo de Jessé (1-10)

      • O lobo e o cordeiro estarão juntos (6)

      • Terra ficará cheia do conhecimento de Jeová (9)

    • Um restante será resgatado (11-16)

  • 12

    • Cântico de agradecimento (1-6)

      • “Jah Jeová é a minha força” (2)

  • 13

    • Proclamação contra Babilônia (1-22)

      • O dia de Jeová está próximo! (6)

      • Medos derrubarão Babilônia (17)

      • Babilônia nunca mais será habitada (20)

  • 14

    • Israel morará na sua própria terra (1, 2)

    • Provérbio contra o rei de Babilônia (3-23)

      • Aquele que brilha cairá do céu (12)

    • A mão de Jeová esmagará o assírio (24-27)

    • Proclamação contra a Filístia (28-32)

  • 15

    • Proclamação contra Moabe (1-9)

  • 16

    • Continuação da mensagem contra Moabe (1-14)

  • 17

    • Proclamação contra Damasco (1-11)

    • Nações serão censuradas por Jeová (12-14)

  • 18

    • Mensagem contra a Etiópia (1-7)

  • 19

    • Proclamação contra o Egito (1-15)

    • Os egípcios conhecerão a Jeová (16-25)

      • Um altar a Jeová no Egito (19)

  • 20

    • Sinal para o Egito e a Etiópia (1-6)

  • 21

    • Proclamação contra o deserto do mar (1-10)

      • Vigilante na torre de vigia (8)

      • “Babilônia caiu!” (9)

    • Proclamação contra Dumá e contra a planície desértica (11-17)

      • “Vigia, como está a noite?” (11)

  • 22

    • Proclamação contra o vale da Visão (1-14)

    • Administrador Sebna é substituído por Eliaquim (15-25)

      • Prego simbólico (23-25)

  •  23

    • Proclamação contra Tiro (1-18)

  • 24

    • Jeová vai esvaziar a terra (1-23)

      • Jeová se torna Rei em Sião (23)

  • 25

    • Ricas bênçãos sobre o povo de Deus (1-12)

      • Jeová dá banquete de vinhos finos (6)

      • Não haverá mais morte (8)

  • 26

    • Cântico sobre confiança e salvação (1-21)

      • Jah Jeová é a Rocha eterna (4)

      • Habitantes da terra aprenderão a justiça (9)

      • “Os seus mortos viverão” (19)

      • Entre nos quartos e se esconda (20)

  • 27

    • O Leviatã será morto por Jeová (1)

    • Canção comparando Israel a um vinhedo (2-13)

  • 28

    • Ai dos bêbados de Efraim! (1-6)

    • Sacerdotes e profetas de Judá cambaleiam (7-13)

    • “Um pacto com a Morte” (14-22)

      • Preciosa pedra angular em Sião (16)

      • Obra incomum de Jeová (21)

    • Ilustração sobre a sábia disciplina de Jeová (23-29)

  • 29

    • Ai de Ariel! (1-16)

      • A hipocrisia religiosa é condenada (13)

    • Surdos ouvirão e cegos verão (17-24)

  • 30

    • Ajuda do Egito é completamente inútil (1-7)

    • Povo rejeita a mensagem profética (8-14)

    • Força por terem confiança (15-17)

    • Jeová mostra favor ao seu povo (18-26)

      • Jeová, o Grandioso Instrutor (20)

      • “Este é o caminho” (21)

    • Jeová executará julgamento sobre a Assíria (27-33)

  • 31

    • Verdadeira ajuda vem de Deus, não dos humanos (1-9)

      • Cavalos egípcios são carne (3)

  • 32

    • Um rei e príncipes governarão com verdadeira justiça (1-8)

    • Aviso às mulheres despreocupadas (9-14)

    • Bênçãos quando o espírito for despejado (15-20)

  • 33

    • Justiça e esperança para os justos (1-24)

      • Jeová é Juiz, Legislador e Rei (22)

      • Ninguém dirá: “Estou doente” (24)

  • 34

    • Vingança de Jeová contra as nações (1-8)

    • Edom ficará desolada (9-17)

  • 35

    • Paraíso restaurado (1-7)

      • Cegos verão e surdos ouvirão (5)

    • Caminho de Santidade para os remidos (8-10)

  • 36

    • Senaqueribe invade Judá (1-3)

    • O Rabsaqué desafia Jeová (4-22)

  • 37

    • Ezequias busca a ajuda de Deus por meio de Isaías (1-7)

    • Senaqueribe ameaça Jerusalém (8-13)

    • Oração de Ezequias (14-20)

    • Isaías transmite a resposta de Deus (21-35)

    • Anjo mata 185.000 assírios (36-38)

  • 38

    • Doença e recuperação de Ezequias (1-22)

      • Cântico de gratidão (10-20)

  • 39

    • Representantes de Babilônia (1-8)

  • 40

    • Consolo ao povo de Deus (1-11)

      • Uma voz no deserto (3-5)

    • Grandeza de Deus (12-31)

      • Nações são como uma gota num balde (15)

      • Deus mora acima do “círculo da terra” (22)

      • Todas as estrelas são chamadas por nome (26)

      • Deus nunca se cansa (28)

      • Esperar em Jeová renova as forças (29-31)

  • 41

    • Um conquistador que vem do nascente (1-7)

    • Israel foi escolhido como servo de Deus (8-20)

      • “Meu amigo Abraão” (8)

    • Desafio aos outros deuses (21-29)

  • 42

    • O servo de Deus e sua missão (1-9)

      • ‘Jeová é o meu nome’ (8)

    • Um novo cântico de louvor a Jeová (10-17)

    • Israel é cego e surdo (18-25)

  • 43

    • Jeová traz de volta seu povo (1-7)

    • Os deuses em julgamento (8-13)

      • “Vocês são as minhas testemunhas” (10, 12)

    •  Libertação de Babilônia (14-21)

    • “Vamos nos confrontar em julgamento” (22-28)

  • 44

    • Bênçãos sobre o povo escolhido de Deus (1-5)

    • Não há Deus além de Jeová (6-8)

    • O absurdo de adorar ídolos feitos pelo homem (9-20)

    • Jeová, o Resgatador de Israel (21-23)

    • Restauração por meio de Ciro (24-28)

  • 45

    • Ciro, ungido para tomar Babilônia (1-8)

    • O barro não deve discutir com o Oleiro (9-13)

    • Outras nações reconhecerão a Israel (14-17)

    • Deus é confiável quanto ao propósito de Sua criação e quanto às Suas revelações (18-25)

      • A terra foi criada para ser habitada (18)

  • 46

    • Os ídolos de Babilônia e o Deus de Israel (1-13)

      • Jeová prevê o futuro (10)

      • Ave de rapina desde o nascente (11)

  • 47

    • Queda de Babilônia (1-15)

      • Astrólogos são expostos (13-15)

  • 48

    • Israel é censurado e purificado (1-11)

    • Jeová agirá contra Babilônia (12-16a)

    • Deus ensina o que é melhor (16b-19)

    • “Saiam de Babilônia!” (20-22)

  • 49

    • Designação do servo de Jeová (1-12)

      • Luz para as nações (6)

    • Consolo para Israel (13-26)

  • 50

    • Pecados de Israel causam problemas (1-3)

    • O servo obediente de Jeová (4-11)

      • Língua e ouvido dos instruídos (4)

  • 51

    • Sião ficará como o jardim do Éden (1-8)

    • Consolo da parte do poderoso que fez Sião (9-16)

    • Cálice do furor de Jeová (17-23)

  • 52

    • Desperte, ó Sião! (1-12)

      • Lindos os pés daquele que traz boas novas (7)

      • Vigias de Sião gritam juntos (8)

      • Os que carregam os utensílios de Jeová precisam ser puros (11)

    • O servo de Jeová será exaltado (13-15)

      • Aparência desfigurada (14)

  • 53

    • Sofrimento, morte e enterro do servo de Jeová (1-12)

      • Desprezado e evitado (3)

      • Carregou doenças e dores (4)

      • “Como um cordeiro ao abate” (7)

      • Carregou o pecado de muitos (12)

  • 54

    • A estéril Sião terá muitos filhos (1-17)

      • Jeová, marido de Sião (5)

      • Os filhos de Sião serão ensinados por Jeová (13)

      • Armas contra Sião falharão (17)

  • 55

    • Convite para comer e beber de graça (1-5)

    • Busquem a Jeová e a sua palavra confiável (6-13)

      • Os caminhos de Deus são mais altos do que os dos homens (8, 9)

      • A palavra de Deus cumprirá seu objetivo (10, 11)

  • 56

    • Bênçãos sobre estrangeiros e eunucos (1-8)

      • Casa de oração para todos (7)

    • Vigias cegos, cães mudos (9-12)

  • 57

    • Os justos e os leais morrem (1, 2)

    • A prostituição espiritual de Israel é exposta (3-13)

    • Consolo para os humildes (14-21)

      • Os maus são como o mar agitado (20)

      • “Não há paz para os que são maus” (21)

  • 58

    • Jejum sincero e jejum hipócrita (1-12)

    • Alegrar-se em guardar o sábado (13, 14)

  • 59

    • Os pecados de Israel o separam de Deus (1-8)

    • Confissão de pecados (9-15a)

    • Jeová intervém a favor dos arrependidos (15b-21)

  • 60

    • A glória de Jeová brilha sobre Sião (1-22)

      • Como pombas para o seu pombal (8)

      • Ouro em lugar do cobre (17)

      • O pequeno se tornará mil (22)

  • 61

    • O ungido declarará boas novas (1-11)

      • “Ano de boa vontade de Jeová” (2)

      • “Grandes árvores de justiça” (3)

      • Estrangeiros ajudarão (5)

      • “Sacerdotes de Jeová” (6)

  • 62

    • Novo nome para Sião (1-12)

  •  63

    • Vingança de Jeová contra as nações (1-6)

    • Amor leal de Jeová no passado (7-14)

    • Oração de arrependimento (15-19)

  • 64

    • Continuação da oração de arrependimento (1-12)

      • Jeová é “o nosso Oleiro” (8)

  • 65

    • Julgamento de Jeová contra os idólatras (1-16)

      • Os deuses da boa sorte e do destino (11)

      • “Os meus servos comerão” (13)

    • Novos céus e uma nova terra (17-25)

      • Construirão casas; plantarão vinhedos (21)

      • Ninguém trabalhará arduamente em vão (23)

  • 66

    • A adoração verdadeira e a falsa (1-6)

    • Sião e seus filhos (7-17)

    • Pessoas são reunidas para adorar em Jerusalém (18-24)