Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Bíblia on-line | TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DA BÍBLIA SAGRADA (REVISÃO DE 2015)

Daniel 7:1-28

CONTEÚDO DO LIVRO

  • Visão de quatro animais (1-8)

    • Surge um pequeno chifre arrogante (8)

  • O Antigo de Dias preside o tribunal (9-14)

    • Um filho de homem se torna rei (13, 14)

  • A interpretação é revelada a Daniel (15-28)

    • Os quatro animais são quatro reis (17)

    • Os santos receberão o reino (18)

    • Surgirão dez chifres ou reis (24)

7  No primeiro ano de Belsazar,+ rei de Babilônia, Daniel teve um sonho, e visões passaram pela sua mente enquanto estava deitado na sua cama.+ Então ele escreveu o sonho;+ fez um registro completo do assunto.  Daniel declarou: “Em minhas visões durante a noite, vi que os quatro ventos dos céus agitavam o vasto mar.+  E quatro animais enormes+ saíam do mar; eles eram diferentes uns dos outros.  “O primeiro se parecia com um leão+ e tinha asas de águia.+ Eu o observei até que suas asas foram arrancadas, e ele foi levantado da terra e posto sobre dois pés como um homem, e recebeu um coração de homem.  “E apareceu outro animal, um segundo, parecido com um urso.+ Ele estava erguido de um lado e tinha na boca, entre os dentes, três costelas; e foi-lhe dito: ‘Levante-se, coma muita carne.’+  “Depois disso continuei olhando, e apareceu outro animal, parecido com um leopardo,+ mas ele tinha nas costas quatro asas, como as de uma ave. O animal tinha quatro cabeças;+ e ele recebeu autoridade para governar.  “Depois disso, nas visões da noite, continuei olhando, e vi um quarto animal, assustador, medonho e extremamente forte, e ele tinha grandes dentes de ferro. Devorava, triturava e, o que sobrava, ele pisoteava.+ Era diferente de todos os outros animais antes dele, e tinha dez chifres.  Enquanto eu olhava os chifres com atenção, surgiu entre eles outro chifre, um pequeno,+ e três dos primeiros chifres foram arrancados de diante dele. E vi que nesse chifre havia olhos que pareciam olhos humanos e uma boca que falava de modo arrogante.*+  “Continuei olhando até que foram colocados tronos, e o Antigo de Dias+ se sentou.+ Sua roupa era branca como a neve,+ e seus cabelos eram como a lã pura. Seu trono eram chamas de fogo, e as rodas do trono eram fogo ardente.+ 10  Um rio de fogo corria, saindo de diante dele.+ Mil vezes mil o serviam,* e dez mil vezes dez mil estavam de pé diante dele.+ O Tribunal+ entrou em sessão, e abriram-se livros. 11  “Então continuei olhando, por causa do som das palavras arrogantes* faladas pelo chifre;+ olhei, até que o animal foi morto e seu corpo foi destruído e entregue para ser queimado no fogo. 12  Quanto aos outros animais,+ tirou-se o domínio deles, e sua vida foi prolongada por um tempo e uma época. 13  “Continuei olhando nas visões da noite e vi alguém parecido com um filho de homem+ vir com as nuvens dos céus; ele obteve acesso ao Antigo de Dias+ e foi conduzido à sua presença. 14  E foi-lhe dado domínio,+ honra+ e um reino, para que os povos, nações e línguas o servissem.+ Seu domínio é um domínio eterno, que jamais terminará, e seu reino não será destruído.+ 15  “Quanto a mim, Daniel, meu espírito ficou aflito dentro de mim, porque as visões que passaram pela minha mente me amedrontaram.+ 16  Eu me aproximei de um dos que estavam de pé ali, para perguntar o que realmente significava aquilo. Então ele me respondeu e revelou a interpretação daquelas coisas: 17  “‘Esses animais enormes, quatro ao todo,+ são quatro reis que se erguerão da terra.+ 18  Mas os santos do Supremo+ receberão o reino,+ e eles possuirão o reino+ para sempre, sim, para todo o sempre.’ 19  “Então eu quis saber mais sobre o quarto animal, que era diferente de todos os outros. Ele era extremamente assustador, tinha dentes de ferro e garras de cobre; ele devorava, triturava e, o que sobrava, ele pisoteava.+ 20  Também quis saber sobre os dez chifres+ que havia na sua cabeça e sobre o outro chifre que surgiu, diante do qual caíram três,+ o chifre que tinha olhos e uma boca que falava de modo arrogante,* e que parecia ser maior do que os outros. 21  “Continuei olhando enquanto esse chifre guerreava contra os santos e os estava vencendo,+ 22  até que veio o Antigo de Dias,+ e proferiu-se o julgamento a favor dos santos do Supremo,+ e chegou o tempo determinado para os santos tomarem posse do reino.+ 23  “Ele disse o seguinte: ‘Quanto ao quarto animal, representa um quarto reino que haverá na terra. Ele será diferente de todos os outros reinos; devorará toda a terra e a pisoteará e triturará.+ 24  Quanto aos dez chifres, dez reis surgirão daquele reino; e depois deles surgirá ainda outro, que será diferente dos primeiros e humilhará três reis.+ 25  Ele dirá palavras contra o Altíssimo+ e hostilizará continuamente os santos do Supremo. Tentará mudar tempos e lei, e eles serão entregues nas suas mãos por um tempo, tempos e metade de um tempo.*+ 26  Mas o Tribunal entrou em sessão, e tiraram-lhe seu domínio, a fim de aniquilá-lo e destruí-lo completamente.+ 27  “‘E o reino, o domínio e a grandeza dos reinos debaixo de todos os céus foram entregues ao povo que são os santos do Supremo.+ O reino deles é um reino eterno,+ e todos os domínios servirão e obedecerão a eles.’ 28  “Aqui termina o assunto. Quanto a mim, Daniel, meus pensamentos me deixaram tão perplexo que eu fiquei pálido.* Mas guardei essas coisas no coração.”

Notas

Ou: “orgulhoso”.
Ou: “lhe ministravam”.
Ou: “orgulhosas”.
Ou: “orgulhoso”.
Isto é, três tempos e meio.
Ou: “minha aparência mudou”.