Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Bíblia on-line | TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DA BÍBLIA SAGRADA (REVISÃO DE 2015)

Segundo João 2:1-25

CONTEÚDO DO LIVRO

  • Casamento em Caná; água transformada em vinho (1-12)

  • Jesus purifica o templo (13-22)

  • Jesus sabe o que há nos homens (23-25)

2  No terceiro dia se realizou uma festa de casamento em Caná da Galileia, e a mãe de Jesus estava lá.  Jesus e seus discípulos também foram convidados para a festa de casamento.  Quando o vinho estava acabando, a mãe de Jesus lhe disse: “Eles não têm vinho.”  Mas Jesus respondeu: “O que eu e a senhora temos a ver com isso?* Minha hora ainda não chegou.”  Sua mãe disse então aos que serviam: “Façam o que ele lhes disser.”  Havia ali seis jarros de pedra, para água, conforme exigido pelas regras de purificação dos judeus;+ a capacidade de cada jarro era de duas ou três medidas de líquidos.*  Jesus disse a eles: “Encham os jarros com água.” E eles os encheram até a borda.  Então ele lhes disse: “Agora tirem um pouco e levem ao diretor da festa.” E eles fizeram isso.  Quando o diretor da festa provou a água que tinha sido transformada em vinho, sem saber de onde o vinho tinha vindo (embora os servos que haviam tirado a água soubessem), o diretor da festa chamou o noivo 10  e lhe disse: “Todos servem primeiro o vinho bom e, quando as pessoas ficam embriagadas, o inferior. Você guardou o vinho bom até agora.” 11  Jesus fez isso em Caná da Galileia como o início dos seus sinais, e revelou a sua glória,+ e seus discípulos depositaram fé nele. 12  Depois disso, ele, sua mãe, seus irmãos+ e seus discípulos desceram para Cafarnaum,+ mas não ficaram ali muitos dias. 13  Aproximava-se então a Páscoa+ dos judeus, e Jesus subiu para Jerusalém. 14  Ele encontrou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas,+ e os cambistas nos seus assentos. 15  Assim, depois de fazer um chicote de cordas, expulsou a todos do templo, com as ovelhas e os bois, espalhou as moedas dos cambistas e derrubou as suas mesas.+ 16  E disse aos que vendiam as pombas: “Tirem estas coisas daqui! Parem de fazer da casa do meu Pai uma casa de comércio!”*+ 17  Seus discípulos se lembraram de que está escrito: “O zelo pela tua casa me consumirá.”+ 18  Em vista disso, os judeus lhe perguntaram: “Que sinal você pode nos mostrar+ como prova de que tem autoridade para fazer essas coisas?” 19  Jesus lhes respondeu: “Derrubem este templo, e em três dias eu o levantarei.”+ 20  Então os judeus disseram: “Este templo foi construído em 46 anos, e você o levantará em três dias?” 21  Mas o templo de que ele falava era o seu corpo.+ 22  Quando ele foi levantado dentre os mortos, porém, seus discípulos se lembraram de que ele dizia isso,+ e eles acreditaram na passagem das Escrituras e no que Jesus tinha dito. 23  No entanto, quando ele estava em Jerusalém, na Festividade da Páscoa, muitos depositaram fé no nome dele ao observarem os sinais que ele realizava. 24  Mas Jesus não confiava totalmente neles,* porque conhecia a todos 25  e porque não precisava que ninguém lhe desse testemunho sobre os homens, pois ele sabia o que havia nos homens.+

Notas

Lit.: “O que para mim e para você, mulher?” Esta é uma expressão idiomática que indica objeção.
A medida de líquidos era provavelmente o bato, que equivalia a 22 l. Veja Ap. B14.
Ou: “um mercado; um negócio”.
Ou: “não se confiava a eles”.