Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Bíblia on-line | TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DA BÍBLIA SAGRADA (REVISÃO DE 2015)

34:1-37

CONTEÚDO DO LIVRO

  • Eliú defende a justiça e os caminhos de Deus (1-37)

    • Jó tinha dito que Deus lhe negou a justiça (5)

    • O verdadeiro Deus nunca faz o que é mau (10)

    • Jó demonstra falta de conhecimento (35)

34  Então Eliú continuou dizendo:   “Escutem as minhas palavras, vocês que sabem tantas coisas; Ouçam-me, vocês que têm tanto entendimento.   Pois o ouvido prova as palavras, Assim como a língua* saboreia a comida.   Avaliemos o que é justo; Decidamos o que é bom.   Pois Jó disse: ‘Eu tenho razão,+ Mas Deus me negou a justiça;+   Será que eu deveria mentir e dizer que sou culpado? Meu ferimento é incurável, embora eu não tenha cometido nenhuma transgressão.’+   Que homem é como Jó, Que engole a zombaria como se fosse água?   Ele está na companhia de malfeitores E se ajunta com os maus.+   Pois ele disse: ‘O homem não ganha nada Em tentar agradar a Deus.’+ 10  Por isso escutem-me, homens de entendimento:* O verdadeiro Deus jamais faria o que é mau,+ O Todo-Poderoso nunca faria o que é errado!+ 11  Pois ele recompensará o homem conforme as suas ações+ E trará sobre ele as consequências dos seus caminhos. 12  A verdade é que Deus não faz o que é mau;+ O Todo-Poderoso não perverte a justiça.+ 13  Quem o encarregou da terra, E quem o designou sobre o mundo inteiro?* 14  Se ele fixasse sua atenção* neles, E recolhesse o espírito e o fôlego deles,+ 15  Todos os humanos morreriam juntos,* E a humanidade voltaria ao pó.+ 16  Portanto, se você tiver entendimento, preste atenção a isto, Escute atentamente o que eu digo. 17  Será que alguém que odeia a justiça pode governar? Você condenaria um poderoso que é justo? 18  Será que você diria ao rei: ‘Você não presta para nada’, Ou aos nobres: ‘Vocês são maus’?+ 19  Há Um que não mostra parcialidade a favor de príncipes, Nem favorece mais o rico do que o pobre,*+ Pois todos eles são trabalho das suas mãos.+ 20  Eles podem morrer de repente,+ no meio da noite;+ Estremecem violentamente e falecem; Até os poderosos são removidos, mas não por mãos humanas.+ 21  Pois os olhos de Deus estão sobre os caminhos do homem,+ E Ele vê todos os seus passos. 22  Não há escuridão nem densas trevas Onde os malfeitores possam se esconder.+ 23  Pois Deus não determinou um tempo para o homem Apresentar-se perante ele em julgamento. 24  Ele destrói os poderosos sem necessidade de investigação E coloca outros no lugar deles.+ 25  Pois sabe o que eles estão fazendo;+ Ele os derruba durante a noite, e são esmagados.+ 26  Ele os golpeia por causa da sua maldade Num lugar onde todos podem ver,+ 27  Porque deixaram de segui-lo+ E não fazem caso de nenhum dos Seus caminhos;+ 28  Fazem com que o pobre clame a ele, De modo que ele ouve o clamor dos desamparados.+ 29  Quando Deus fica em silêncio, quem pode condená-lo? Quando ele esconde a face, quem pode vê-lo? Quer seja para uma nação, quer para um homem, o resultado é o mesmo, 30  De modo que o ímpio* não pode governar,+ Nem preparar armadilhas para o povo. 31  Pois será que alguém dirá a Deus: ‘Fui punido, embora eu não tenha feito nada errado;+ 32  Mostra-me o que deixei de ver; Se fiz algo errado, não farei isso de novo’? 33  Será que ele deveria recompensá-lo segundo o que você quer, se você rejeita o julgamento dele? Você é quem deve decidir, não eu. Então diga-me o que você sabe tão bem. 34  Os homens de entendimento* me dirão, Qualquer homem sábio que me ouve: 35  ‘Jó fala sem conhecimento,+ E suas palavras não demonstram entendimento.’ 36  Que Jó seja provado* até o limite, Porque suas respostas são como as dos homens maus! 37  Ele acrescenta revolta ao seu pecado,+ Bate palmas com desprezo diante de nós E multiplica suas palavras contra o verdadeiro Deus!”+

Notas

Lit.: “o palato”.
Lit.: “coração”.
Ou: “a terra habitada”.
Lit.: “seu coração”.
Lit.: “Toda carne morreria junta”.
Ou: “o nobre do que o humilde”.
Ou: “apóstata”.
Lit.: “coração”.
Ou, possivelmente: “Meu pai, que Jó seja provado”.