Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Bíblia on-line | TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DA BÍBLIA SAGRADA (REVISÃO DE 2015)

Isaías 59:1-21

CONTEÚDO DO LIVRO

  • Os pecados de Israel o separam de Deus (1-8)

  • Confissão de pecados (9-15a)

  • Jeová intervém a favor dos arrependidos (15b-21)

59  Vejam! A mão de Jeová não é curta demais para salvar,+E o seu ouvido não é tão surdo* que não possa ouvir.+   Não, foram os seus próprios erros que os separaram do seu Deus.+ Os seus pecados fizeram com que ele escondesse de vocês a sua face,E ele se recusa a ouvi-los.+   Pois as suas mãos estão manchadas de sangue;+E os seus dedos, de erro. Os seus lábios falam mentiras,+ e a sua língua murmura injustiça.   Ninguém clama por justiça+E ninguém fala a verdade quando vai a juízo. Eles confiam em irrealidades*+ e falam coisas sem valor. Concebem desgraça e dão à luz a maldade.+   Eles chocam ovos de uma cobra venenosaE tecem teias de aranha.+ Quem come seus ovos morre,E do ovo quebrado sai uma víbora.   A teia deles não servirá de roupa,Nem se cobrirão com o que fazem.+ Suas obras são más,E praticam violência com suas mãos.+   Seus pés correm para fazer o mal,E eles se apressam em derramar sangue inocente.+ Seus pensamentos são pensamentos maus;Há ruína e desgraça nos seus caminhos.+   Não conhecem o caminho da pazE não há justiça por onde passam.+ Eles entortam as suas veredas;Ninguém que pisar nelas conhecerá a paz.+   Por isso a justiça está longe de nós,E a retidão não nos alcança. Esperamos a luz, mas há escuridão;A claridade, mas continuamos andando em trevas.+ 10  Tateamos pelo muro como cegos;Continuamos a tatear como os que não têm olhos.+ Tropeçamos ao meio-dia como se fosse noite;Somos como mortos entre os fortes. 11  Todos nós rugimos como ursosE gememos como pombas. Esperamos a justiça, mas em vão;A salvação, mas ela está longe de nós. 12  Pois os nossos atos de rebeldia são muitos diante de ti;+Cada um dos nossos pecados dá testemunho contra nós.+ Porque conhecemos bem a nossa rebeldia;Estamos cientes dos nossos erros.+ 13  Transgredimos e negamos a Jeová;Demos as costas ao nosso Deus. Falamos de opressão e de revolta,+Concebemos mentiras e murmuramos falsidades procedentes do coração.+ 14  A justiça é obrigada a se afastar,+E a retidão fica longe;+Pois a verdade* tropeçou na praça,E o que é certo não consegue entrar. 15  A verdade* desapareceu,+E quem se desvia do mal é vítima de saque. Jeová viu isso e se desagradou,*Pois não havia justiça.+ 16  Ele viu que não havia ninguém,Ficou espantado que ninguém intercedesse,De modo que o seu próprio braço trouxe a salvação,*E a sua própria justiça o levou a agir.* 17  Então ele vestiu a justiça como se fosse uma cota de malha,E pôs na cabeça o capacete da salvação.*+ Ele colocou a roupa da vingança+E vestiu-se de zelo como se fosse uma capa.* 18  Ele lhes retribuirá pelo que fizeram:+ Furor aos seus adversários, retribuição aos seus inimigos;+ Dará às ilhas o que elas merecem. 19  Desde o poente o nome de Jeová será temido,E desde o nascente a sua glória será reverenciada,Pois ele virá como um rio impetuoso,Que é impelido pelo espírito de Jeová. 20  “O Resgatador+ chegará a Sião,+Aos de Jacó que abandonam a transgressão”,+ diz Jeová. 21  “Este é o pacto que eu farei com eles”,+ diz Jeová. “Meu espírito, que está sobre você, e minhas palavras, que pus na sua boca, não se afastarão de sua boca, nem da boca de seus filhos,* nem da boca de seus netos”,* diz Jeová, “desde agora e para sempre”.

Notas

Lit.: “pesado”.
Ou: “no que é vão”.
Ou: “honestidade”.
Ou: “honestidade”.
Lit.: “e era mau aos seus olhos”.
Ou: “vitória para ele”.
Ou: “o sustentou”.
Ou: “vitória”.
Ou: “túnica sem mangas”.
Lit.: “da sua semente”.
Lit.: “da semente da sua semente”.