Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Bíblia on-line | TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DA BÍBLIA SAGRADA (REVISÃO DE 2015)

Isaías 36:1-22

CONTEÚDO DO LIVRO

  • Senaqueribe invade Judá (1-3)

  • O Rabsaqué desafia Jeová (4-22)

36  No décimo quarto ano do rei Ezequias, Senaqueribe, rei da Assíria,+ veio contra todas as cidades fortificadas de Judá e as tomou.+  Então, de Laquis,+ o rei da Assíria enviou o Rabsaqué*+ com um grande exército ao rei Ezequias, em Jerusalém. Eles tomaram posição junto ao aqueduto do reservatório superior,+ que fica na estrada do campo do lavadeiro.+  Então saíram ao encontro dele Eliaquim,+ filho de Hilquias, que era o encarregado da casa,* Sebna,+ o secretário, e o cronista Joá, filho de Asafe.  O Rabsaqué lhes disse: “Digam a Ezequias: ‘Assim diz o grande rei, o rei da Assíria: “Em que se baseia a sua confiança?+  Você diz: ‘Tenho uma estratégia e poder para a guerra’, mas isso não passa de palavras vazias. Em quem você depositou a sua confiança para ter a ousadia de se rebelar contra mim?+  Veja, você confia na ajuda daquela cana rachada, o Egito, que penetra e fura a palma da mão de quem se apoia nela. Assim é Faraó, rei do Egito, para todos os que confiam nele.+  E caso você me diga: ‘Nós confiamos em Jeová, nosso Deus’, não são os altos sagrados e os altares dele que Ezequias removeu,+ dizendo a Judá e a Jerusalém: ‘É diante deste altar que vocês devem curvar-se’?”’+  Agora, faça uma aposta com o meu senhor, o rei da Assíria:+ eu lhe darei 2.000 cavalos se você conseguir encontrar cavaleiros suficientes para eles.  Como, então, você poderia repelir até mesmo um dos governadores menos destacados do meu senhor, se você confia nos carros de guerra e nos cavaleiros do Egito? 10  Agora, será que foi sem a autorização de Jeová que vim contra esta terra para destruí-la? O próprio Jeová me disse: ‘Vá e destrua essa terra.’” 11  Então Eliaquim, Sebna+ e Joá disseram ao Rabsaqué:+ “Por favor, fale aos seus servos em aramaico,*+ pois entendemos essa língua; não nos fale no idioma dos judeus, pois o povo que está sobre a muralha está escutando.”+ 12  Mas o Rabsaqué disse: “Será que foi apenas ao seu senhor e a você que o meu senhor me mandou dizer essas palavras? Não foi também aos homens que estão sentados sobre a muralha, que vão comer o seu próprio excremento e beber a sua própria urina junto com vocês?” 13  Então o Rabsaqué ficou de pé e falou bem alto no idioma dos judeus:+ “Ouçam as palavras do grande rei, o rei da Assíria.+ 14  Assim diz o rei: ‘Não deixem que Ezequias os engane, porque ele não pode livrá-los.+ 15  E que Ezequias não os faça confiar em Jeová,+ dizendo: “Jeová certamente nos livrará, e esta cidade não será entregue nas mãos do rei da Assíria.” 16  Não escutem a Ezequias, pois assim diz o rei da Assíria: “Façam paz comigo e rendam-se,* e cada um poderá comer da sua própria videira e da sua própria figueira, e beber água da sua própria cisterna, 17  até que eu venha e os leve a uma terra igual à sua,+ uma terra de cereais e de vinho novo, uma terra de pão e de vinhedos. 18  Não deixem que Ezequias os engane, dizendo: ‘Jeová nos livrará.’ Será que algum dos deuses das nações livrou a terra delas das mãos do rei da Assíria?+ 19  Onde estão os deuses de Hamate e de Arpade?+ Onde estão os deuses de Sefarvaim?+ Será que eles livraram Samaria das minhas mãos?+ 20  De todos os deuses destas terras, qual deles foi capaz de livrar a sua terra das minhas mãos? Então, será que Jeová livrará Jerusalém das minhas mãos?”’”+ 21  Mas eles ficaram calados e não lhe disseram uma palavra em resposta, pois a ordem do rei era: “Não lhe respondam.”+ 22  Então Eliaquim, filho de Hilquias, que era o encarregado da casa,* Sebna,+ o secretário, e o cronista Joá, filho de Asafe, dirigiram-se a Ezequias com as suas roupas rasgadas e contaram-lhe as palavras do Rabsaqué.

Notas

Ou: “o chefe dos copeiros”.
Ou: “do palácio”.
Ou: “sírio”.
Lit.: “Façam comigo uma bênção e saiam a mim”.
Ou: “do palácio”.