Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Bíblia on-line | TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DA BÍBLIA SAGRADA (REVISÃO DE 2015)

O segundo dos Reis 5:1-27

CONTEÚDO DO LIVRO

  • Eliseu cura a lepra de Naamã (1-19)

  • O ganancioso Geazi é atacado de lepra (20-27)

5  Naamã, chefe do exército do rei da Síria, era um homem de destaque que era respeitado pelo seu senhor, pois por meio dele Jeová tinha dado vitória* à Síria. Ele era um guerreiro valente, embora fosse leproso.*  Num dos seus ataques contra a terra de Israel, os sírios tinham levado cativa uma menina, que se tornou serva da esposa de Naamã.  Ela disse à sua senhora: “Seria tão bom se o meu senhor visitasse o profeta+ que está em Samaria! Ele o curaria da sua lepra.”+  Então ele* foi e contou ao seu senhor o que a menina de Israel tinha dito.  Então o rei da Síria disse a Naamã: “Vá agora mesmo! Vou enviar uma carta ao rei de Israel.” Portanto ele foi, levando consigo dez talentos* de prata, 6.000 peças de ouro e dez mudas de roupa.  Ele levou ao rei de Israel a carta, que dizia: “Junto com esta carta, eu lhe envio meu servo Naamã, para que o cure da sua lepra.”  Assim que o rei de Israel leu a carta, rasgou a sua roupa e disse: “Será que eu sou Deus, para matar e para preservar alguém vivo?+ Ele me manda esse homem e me diz para curá-lo da sua lepra! Vejam que ele está procurando briga comigo.”  Mas, quando Eliseu, o homem do verdadeiro Deus, soube que o rei de Israel tinha rasgado a sua roupa, mandou imediatamente dizer ao rei: “Por que o senhor rasgou a sua roupa? Por favor, deixe o homem vir a mim, para que ele saiba que há um profeta em Israel.”+  Portanto, Naamã foi com os seus cavalos e os seus carros de guerra, e ficou de pé à entrada da casa de Eliseu. 10  No entanto, Eliseu enviou um mensageiro para dizer-lhe: “Vá, lave-se sete vezes+ no Jordão,+ e sua carne será restaurada, e você ficará puro.” 11  Então Naamã ficou indignado e resolveu ir embora, dizendo: “Eu disse a mim mesmo: ‘Ele virá para fora, ficará em pé na minha frente e invocará o nome de Jeová, seu Deus, movendo a mão para lá e para cá sobre a lepra para curá-la.’ 12  Não são o Abana e o Farpar, os rios de Damasco,+ melhores do que todas as águas de Israel? Não posso me lavar neles e ficar puro?” Então se virou e foi embora furioso. 13  Seus servos aproximaram-se então e lhe disseram: “Meu pai, se o profeta lhe tivesse dito para fazer algo muito difícil, o senhor não faria? Quanto mais, então, se ele apenas lhe disse: ‘Lave-se e fique puro.’” 14  Em vista disso, ele foi e mergulhou* no Jordão sete vezes, segundo a palavra do homem do verdadeiro Deus.+ Então sua carne foi restaurada, tornando-se como a de um menino,+ e ele ficou puro.+ 15  Depois disso ele e toda a sua comitiva* voltaram ao homem do verdadeiro Deus.+ Ele ficou diante do profeta e disse: “Agora eu sei que não há Deus em nenhuma parte da terra a não ser em Israel.+ Agora, por favor, aceite um presente* do seu servo.” 16  No entanto, Eliseu disse: “Tão certo como vive Jeová, a quem sirvo,* não aceitarei o presente.”+ Naamã insistiu com ele para que o aceitasse, mas ele recusou. 17  Por fim, Naamã disse: “Já que o senhor não aceita, por favor, dê ao seu servo um pouco do solo deste país, a carga de um par de mulas, pois o seu servo não fará mais oferta queimada nem sacrifício a outros deuses, a não ser a Jeová. 18  Mas que Jeová perdoe o seu servo apenas pelo seguinte: toda vez que o meu senhor, o rei, entra na casa* de Rimom para se curvar ali, ele se apoia no meu braço, e eu tenho de curvar-me na casa de Rimom. Quando eu me curvar na casa de Rimom, por favor, que Jeová perdoe o seu servo.” 19  Então Eliseu lhe disse: “Vá em paz.” Depois que Naamã foi embora e percorreu certa distância, 20  Geazi,+ ajudante de Eliseu, o homem do verdadeiro Deus,+ disse a si mesmo: ‘Meu senhor deixou Naamã,+ este sírio, ir embora e não aceitou o que ele trouxe. Tão certo como Jeová vive, correrei atrás dele para que ele me dê alguma coisa.’ 21  Portanto, Geazi correu atrás de Naamã. Quando Naamã viu alguém correndo atrás dele, desceu do seu carro de guerra para ir ao encontro dele e perguntou: “Está tudo bem?” 22  Ele respondeu: “Tudo bem. Meu senhor me enviou para dizer: ‘Veja, agora mesmo vieram ao meu encontro dois jovens dos filhos dos profetas, da região montanhosa de Efraim. Por favor, dê-lhes um talento de prata e duas mudas de roupa.’”+ 23  Naamã disse: “Pegue dois talentos.” Ele insistiu com ele+ e colocou dois talentos de prata e duas mudas de roupa em dois sacos, e deu-os a dois ajudantes seus, que os carregaram na frente de Geazi. 24  Quando ele chegou a Ofel,* pegou os sacos das mãos deles e os colocou em casa, e mandou os homens embora. Depois que eles partiram, 25  ele foi e se apresentou ao seu senhor. Então Eliseu lhe perguntou: “De onde você veio, Geazi?” Ele respondeu: “Seu servo não foi a lugar nenhum.”+ 26  Eliseu lhe disse: “Será que meu coração não estava lá com você quando o homem desceu do seu carro de guerra para ir ao seu encontro? Será que agora é tempo de aceitar prata, roupas, olivais, vinhedos, ovelhas, bois, servos ou servas?+ 27  Portanto, a lepra de Naamã+ se apegará a você e aos seus descendentes para sempre.” Então Geazi saiu da presença dele leproso, branco como a neve.+

Notas

Ou: “salvação”.
Ou: “tivesse uma doença de pele”.
Possivelmente se refere a Naamã.
Um talento equivalia a 34,2 kg. Veja Ap. B14.
Ou: “imergiu”.
Lit.: “todo o seu acampamento”.
Lit.: “uma bênção”.
Lit.: “perante quem estou de pé”.
Ou: “no templo”.
Um local em Samaria, possivelmente um monte ou uma fortificação.