Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Bíblia on-line | TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DA BÍBLIA SAGRADA (REVISÃO DE 2015)

2 Reis 19:1-37

CONTEÚDO DO LIVRO

  • Ezequias busca a ajuda de Deus por meio de Isaías (1-7)

  • Senaqueribe ameaça Jerusalém (8-13)

  • Oração de Ezequias (14-19)

  • Isaías transmite a resposta de Deus (20-34)

  • Anjo mata 185.000 assírios (35-37)

19  Assim que o rei Ezequias ouviu isso, rasgou as suas roupas e cobriu-se com pano de saco, e entrou na casa de Jeová.+  Então ele enviou Eliaquim, que era o encarregado da casa,* Sebna, o secretário, e os anciãos entre os sacerdotes, cobertos com pano de saco, ao profeta Isaías,+ filho de Amoz.  Eles lhe disseram: “Assim diz Ezequias: ‘Este dia é um dia de aflição, de repreensão* e de vergonha, como quando uma criança está para nascer,* mas a mãe não tem forças para dar à luz.+  Talvez Jeová, o seu Deus, ouça todas as palavras do Rabsaqué, que foi enviado pelo senhor dele, o rei da Assíria, para desafiar o Deus vivente,+ e assim Jeová, o seu Deus, pelas palavras que ouviu, faça com que ele preste contas. Portanto, ore+ a favor do restante que ainda está vivo.’”  Então os servos do rei Ezequias foram a Isaías,+  e Isaías lhes disse: “Isto é o que devem dizer ao seu senhor: ‘Assim diz Jeová: “Não tenha medo+ por causa das palavras que você ouviu, das blasfêmias que os ajudantes do rei da Assíria lançaram contra mim.+  Pois porei na mente dele um pensamento,* e ele ouvirá uma notícia e voltará à sua terra; e eu o farei cair pela espada na sua própria terra.”’”+  Quando o Rabsaqué ouviu dizer que o rei da Assíria tinha partido de Laquis,+ retornou a ele e o encontrou lutando contra Libna.+  Então o rei ouviu dizer a respeito de Tiraca, rei da Etiópia: “Ele saiu para lutar contra o senhor.” Em vista disso, ele enviou novamente mensageiros+ a Ezequias, dizendo: 10  “Digam o seguinte a Ezequias, rei de Judá: ‘Não deixe que o seu Deus, em quem você confia, o engane, dizendo: “Jerusalém não será entregue nas mãos do rei da Assíria.”+ 11  Veja! Você ouviu o que os reis da Assíria fizeram a todas as terras, entregando-as à destruição.*+ Acha que só você escapará? 12  Será que os deuses das nações que foram destruídas pelos meus antepassados as livraram? Onde estão Gozã, Harã,+ Rezefe e o povo de Éden, que habitava em Tel-Assar? 13  Onde estão o rei de Hamate, o rei de Arpade, e os reis das cidades de Sefarvaim, de Hena e de Iva?’”+ 14  Ezequias pegou as cartas das mãos dos mensageiros e as leu. Depois Ezequias subiu à casa de Jeová e as* colocou diante de Jeová.+ 15  E Ezequias começou a orar+ diante de Jeová, dizendo: “Ó Jeová, Deus de Israel, sentado em teu trono acima dos* querubins,+ só tu és o verdadeiro Deus de todos os reinos da terra.+ Tu fizeste os céus e a terra. 16  Inclina o teu ouvido, ó Jeová, e ouve!+ Abre os teus olhos,+ ó Jeová, e vê! Ouve as palavras que Senaqueribe enviou para desafiar o Deus vivente. 17  É verdade, ó Jeová, que os reis da Assíria devastaram as nações e as suas terras.+ 18  E lançaram seus deuses no fogo, porque não eram deuses,+ mas trabalho de mãos humanas,+ madeira e pedra. É por isso que eles conseguiram destruí-los. 19  Mas agora, ó Jeová, nosso Deus, por favor, salva-nos das mãos de Senaqueribe, para que todos os reinos da terra saibam que somente tu, ó Jeová, és Deus.”+ 20  Então Isaías, filho de Amoz, enviou a seguinte mensagem a Ezequias: “Assim diz Jeová, o Deus de Israel: ‘Ouvi a oração que você fez+ a mim a respeito de Senaqueribe, rei da Assíria.+ 21  Esta é a palavra que Jeová falou contra ele: “A virgem filha de Sião o despreza, zomba de você; A filha de Jerusalém balança a cabeça diante de você. 22  A quem você desafiou e contra quem blasfemou?+ Contra quem levantou a voz+ E ergueu os seus olhos arrogantes? Foi contra o Santo de Israel!+ 23  Por meio dos seus mensageiros+ você desafiou a Jeová,+ dizendo: ‘Com os meus muitos carros de guerra Subirei ao alto das montanhas, Às partes mais distantes do Líbano. Cortarei os seus altos cedros, seus juníperos seletos. Entrarei nos seus refúgios mais distantes, nas suas florestas mais densas. 24  Cavarei poços e beberei águas de uma terra estrangeira; Secarei todos os rios* do Egito com a sola dos meus pés.’ 25  Você não ouviu? Isto foi decretado* muito tempo atrás.+ Desde o passado remoto preparei* isto;+ Agora o realizarei.+ Você transformará cidades fortificadas em montes de ruínas.+ 26  Os habitantes delas ficarão indefesos; Ficarão apavorados e serão envergonhados. Eles se tornarão como a vegetação do campo e a relva verde,+ Como o capim que cresce nos telhados e que é ressecado pelo vento leste. 27  Mas sei muito bem quando você se senta, quando sai, quando entra+ E quando você está furioso comigo,+ 28  Porque o seu furor contra mim+ e a sua agitação chegaram aos meus ouvidos.+ Por isso porei meu gancho no seu nariz e meu freio+ na sua boca, E o conduzirei de volta pelo caminho por onde veio.”+ 29  “‘E este será o sinal para você:* este ano vocês comerão o que crescer sozinho;* e no segundo ano vocês comerão os grãos que daquilo brotar;+ mas no terceiro ano vocês semearão e colherão, plantarão vinhedos e comerão os seus frutos.+ 30  Os da casa de Judá que escaparem, os que restarem,+ lançarão raízes na terra e produzirão frutos nos ramos. 31  Pois de Jerusalém sairá um restante, e do monte Sião os que sobreviverem. O zelo de Jeová dos exércitos fará isso.+ 32  “‘Portanto, assim diz Jeová a respeito do rei da Assíria:+ “Ele não entrará nesta cidade,+ Nem atirará flecha nela; Não a enfrentará com escudo, Nem levantará uma rampa de ataque contra ela.+ 33  Ele voltará pelo caminho por onde veio; Ele não entrará nesta cidade”, diz Jeová. 34  “Eu defenderei e salvarei esta cidade+ por minha própria causa+ E por causa de Davi, meu servo.”’”+ 35  Naquela mesma noite o anjo de Jeová saiu e matou 185.000 no acampamento dos assírios.+ Quando o povo se levantou de manhã cedo, só havia cadáveres.+ 36  Portanto, Senaqueribe, rei da Assíria, retirou-se e voltou a Nínive,+ e ficou ali.+ 37  E, quando ele estava se curvando na casa* de Nisroque, seu deus, Adrameleque e Sarezer, seus próprios filhos, o mataram à espada+ e fugiram para a terra de Ararate.+ E Esar-Hadom,+ seu filho, tornou-se rei no seu lugar.

Notas

Ou: “do palácio”.
Ou: “insulto”.
Lit.: “chega até a abertura do ventre”.
Lit.: “porei nele um espírito”.
Ou: “devotando-as à destruição”. Veja o Glossário.
Lit.: “a”.
Ou, possivelmente: “entre os”.
Ou: “os canais do Nilo”.
Lit.: “feito”.
Ou: “formei”.
Isto é, Ezequias.
Ou: “do que crescer dos grãos que caíram”.
Ou: “no templo”.