Zacarias 1:1-21

1  No segundo ano de Dario,+ no oitavo mês, o profeta Zacarias,*+ filho de Berequias, filho de Ido, recebeu a seguinte palavra de Jeová:  “Jeová ficou extremamente indignado com os pais de vocês.+  “Diga a eles: ‘Assim diz Jeová dos exércitos: “‘Voltem para mim’, diz Jeová dos exércitos, ‘e eu voltarei para vocês’,+ diz Jeová dos exércitos.”’  “‘Não se tornem como os seus pais, a quem os profetas anteriores proclamaram: “Assim diz Jeová dos exércitos: ‘Por favor, afastem-se* dos seus maus caminhos e das suas más ações.’”’+ “‘Mas eles não escutaram nem prestaram atenção a mim’,+ diz Jeová.  “‘Onde é que os seus pais estão agora? E os profetas, será que viveram para sempre?  No entanto, as minhas palavras e os meus decretos, que ordenei aos meus servos, os profetas, alcançaram os seus pais, não alcançaram?’+ Então eles voltaram para mim e disseram: ‘Jeová dos exércitos lidou conosco de acordo com nossos caminhos e nossas ações, assim como ele tinha decidido.’”+  No dia 24 do décimo primeiro mês, isto é, o mês de sebate,* no segundo ano de Dario,+ o profeta Zacarias, filho de Berequias, filho de Ido, recebeu a palavra de Jeová:  “Tive uma visão de noite. Havia um homem montado num cavalo vermelho, e ele estava parado entre as murtas no desfiladeiro; e atrás dele havia cavalos vermelhos, castanhos e brancos.”  Então eu perguntei: “Quem são esses, meu senhor?” O anjo que falava comigo respondeu: “Eu lhe mostrarei quem são esses.” 10  E o homem que estava parado entre as murtas disse: “Esses são os que Jeová enviou para percorrer a terra.” 11  E eles disseram ao anjo de Jeová que estava entre as murtas: “Percorremos a terra e vimos que a terra inteira está tranquila e em paz.”+ 12  Em vista disso, o anjo de Jeová disse: “Ó Jeová dos exércitos, até quando negarás tua misericórdia a Jerusalém e às cidades de Judá,+ com as quais ficaste indignado por esses setenta anos?”+ 13  Com palavras bondosas e consoladoras, Jeová respondeu ao anjo que falava comigo. 14  Então o anjo que falava comigo me disse: “Proclame: ‘Assim diz Jeová dos exércitos: “Tenho zelo de Jerusalém e de Sião, um grande zelo.+ 15  Estou indignado, muito indignado com as nações que se sentem seguras;+ pois, quando me indignei apenas um pouco,+ elas aumentaram a calamidade.”’+ 16  “Portanto, assim diz Jeová: ‘“Voltarei a Jerusalém com misericórdia,+ e a minha casa será reconstruída nela”,+ diz Jeová dos exércitos, “e a corda de medir será estendida sobre Jerusalém”.’+ 17  “Proclame ainda: ‘Assim diz Jeová dos exércitos: “Minhas cidades novamente transbordarão de coisas boas; e Jeová novamente consolará Sião+ e voltará a escolher Jerusalém.”’”+ 18  Então levantei os olhos e vi quatro chifres.+ 19  E perguntei ao anjo que falava comigo: “O que são esses chifres?” Ele respondeu: “Esses são os chifres que dispersaram Judá,+ Israel+ e Jerusalém.”+ 20  Depois Jeová me mostrou quatro ferreiros.* 21  Eu perguntei: “O que esses ferreiros estão vindo fazer?” Ele disse: “Aqueles são os chifres que dispersaram Judá a ponto de ninguém poder levantar a cabeça. Esses ferreiros virão para aterrorizá-los, para derrubar os chifres das nações que levantaram seus chifres contra a terra de Judá a fim de dispersar seus habitantes.”

Notas de rodapé

Que significa “Jeová se lembrou”.
Ou: “retornem”.
Ou: “artesãos”.

Notas de estudo

Mídia