Salmo 92:1-15

Uma melodia, um cântico, para o dia de sábado. 92  É bom dar graças a Jeová*+E entoar melodias ao teu nome, ó Altíssimo;+   Contar de manhã a tua benevolência+E durante as noites+ a tua fidelidade,   Num instrumento de dez cordas e no alaúde,+Com música ressonante na harpa.+   Pois tu fizeste que eu me alegrasse, ó Jeová,* por causa da tua atividade;Grito de júbilo por causa do trabalho das tuas mãos.+   Quão grandes são os teus trabalhos, ó Jeová!*+Muito profundos são os teus pensamentos.+   Nenhum homem irracional pode conhecê-los+E nenhum estúpido pode entender isto.+   Quando os iníquos florescem como a vegetação+E estão florindo todos os que praticam o que é prejudicial,É para que sejam aniquilados para todo o sempre.+   Tu, porém, estás no alto por tempo indefinido, ó Jeová.*+   Pois, eis que os teus inimigos, ó Jeová,*+Pois, eis que os teus próprios inimigos perecerão;+Todos os que praticam o que é prejudicial serão separados um do outro.+ 10  Mas tu enaltecerás o meu chifre como o dum touro selvagem;*+Umedecer-me-ei* com óleo fresco.+ 11  E meu olho olhará para os meus adversários hostis;*+Meus ouvidos ouvirão [falar] dos mesmos que se levantam contra mim, os malfeitores. 12  O próprio justo brotará como a palmeira;+Como o cedro do Líbano, assim crescerá ele.+ 13  Os que foram plantados na casa de Jeová+Brotarão nos pátios de nosso Deus.+ 14  Continuarão ainda a medrar durante o encanecer,+Continuarão gordos e com frescor,+ 15  Para contar que Jeová é reto.+[Ele é] minha Rocha,+ em quem não há injustiça.+

Notas de rodapé

Veja Ap. 1C sec. 8.
Veja Ap. 1C sec. 8.
Veja Ap. 1C sec. 8.
Veja Ap. 1C sec. 8.
Veja Ap. 1C sec. 8.
Ou “como o dum búfalo”. Hebr.: kir·’éhm; gr.: mo·no·ké·ro·tos, “unicórnio”; lat.: u·ni·cór·nis, “unicórnio”. Vg também verte esta palavra hebr. por “rinoceronte”. Veja Núm 23:22 n.: “selvagem”.
“Umedeceste-me”, TSy.
“Adversários hostis”, LXXSyVg; M: “paredes”.