Jeremias 29:1-32

29  E estas são as palavras da carta que Jeremias, o profeta, enviou de Jerusalém ao resto dos anciãos do povo exilado, e aos sacerdotes, e aos profetas, e a todo o povo que Nabucodonosor levara ao exílio, de Jerusalém a Babilônia,+  depois de Jeconias,+ o rei, e a senhora,+ e os oficiais da corte, os príncipes de Judá e de Jerusalém,+ e os artífices e os construtores de baluartes+ terem saído de Jerusalém.  Foi pela mão de Elasá, filho de Safã,+ e Gemarias, filho de Hilquias, que Zedequias,+ rei de Judá, enviou a Babilônia, a Nabucodonosor, rei de Babilônia, dizendo:  “Assim disse Jeová dos exércitos, o Deus de Israel, a todo o povo exilado que fiz ir ao exílio,+ de Jerusalém a Babilônia:  ‘Construí casas e habitai [nelas], e plantai jardins e comei dos seus frutos.+  Tomai esposas e tornai-vos pais de filhos e de filhas;+ e tomai esposas para os vossos próprios filhos e dai as vossas próprias filhas a maridos, para que dêem à luz filhos e filhas; e tornai-vos ali muitos e não vos torneis poucos.  Também, buscai a paz da cidade à qual vos exilei e orai por ela a Jeová, porque na sua paz se mostrará haver paz para vós mesmos.+  Pois assim disse Jeová dos exércitos, o Deus de Israel: “Não vos enganem os vossos profetas que estão no vosso meio, nem os vossos adivinhos,+ e não escuteis os seus* sonhos que estão* sonhando.+  Pois ‘é em falsidade que vos profetizam em meu nome. Não os enviei’,+ é a pronunciação de Jeová.”’” 10  “Pois assim disse Jeová: ‘De acordo com o cumprimento de setenta anos em Babilônia, voltarei minha atenção para vós,+ e vou confirmar para convosco a minha boa palavra por trazer-vos de volta a este lugar.’+ 11  “‘Pois eu mesmo conheço bem os pensamentos que tenho a vosso respeito’,+ é a pronunciação de Jeová, ‘pensamentos de paz, e não de calamidade,+ para dar-vos um futuro e esperança.+ 12  E certamente me chamareis, e vireis, e orareis a mim, e eu vou escutar-vos.’+ 13  “‘E vós realmente me procurareis e [me] achareis,+ porque me buscareis de todo o vosso coração.+ 14  E eu vou deixar-me achar por vós’,+ é a pronunciação de Jeová. ‘E vou recolher vosso grupo de cativos e reunir-vos dentre todas as nações e dentre todos os lugares aos quais vos dispersei’,+ é a pronunciação de Jeová. ‘E vou trazer-vos de volta ao lugar do qual vos exilei.’+ 15  “Mas vós dissestes: ‘Jeová suscitou para nós profetas em Babilônia.’ 16  “Pois assim disse Jeová ao rei que está sentado no trono de Davi+ e a todo o povo que mora nesta cidade, vossos irmãos que não saíram convosco ao exílio:+ 17  ‘Assim disse Jeová dos exércitos: “Eis que envio contra eles a espada,+ a fome+ e a pestilência,+ e vou fazê-los iguais a figos rebentados que não podem ser comidos de ruins [que são].”’+ 18  “‘E vou persegui-los com a espada, com a fome e com a pestilência, e vou dá-los para tremor a todos os reinos da terra,+ para maldição, e para assombro, e para [serem] objeto de assobio, e para vitupério entre todas as nações às quais certamente os dispersarei,+ 19  pelo fato de que não escutaram as minhas palavras’, é a pronunciação de Jeová, ‘que lhes enviei com os meus servos, os profetas, levantando-me cedo e enviando-os’.+ “‘Mas vós não escutastes’,+ é a pronunciação de Jeová. 20  “E quanto a vós, ouvi a palavra de Jeová, todos vós, povo exilado,+ que mandei embora de Jerusalém para Babilônia.+ 21  Assim disse Jeová dos exércitos, o Deus de Israel, a respeito de Acabe, filho de Colaías, e a Zedequias, filho de Maaséias, que vos profetizam falsidade em meu próprio nome:+ ‘Eis que os entrego na mão de Nabucodorosor, rei de Babilônia, e ele terá de golpeá-los perante os vossos olhos.+ 22  E certamente se tomará deles uma invocação do mal, por parte do grupo inteiro dos exilados de Judá, que está em Babilônia, dizendo: “Faça-te Jeová igual a Zedequias e igual a Acabe,+ que o rei de Babilônia assou no fogo!”,+ 23  visto que praticaram a insensatez em Israel,+ e continuam a cometer adultério com as esposas de seus companheiros+ e continuam a falar falsamente em meu próprio nome a palavra que não lhes ordenei.+ “‘“E eu sou Aquele que sabe e sou testemunha”,+ é a pronunciação de Jeová.’” 24  “E a Semaías*+ de Neelão dirás: 25  ‘Assim disse Jeová dos exércitos, o Deus de Israel: “Visto que tu mesmo enviaste em teu nome cartas+ a todo o povo que está em Jerusalém e a Sofonias,+ filho de Maaséias, o sacerdote, e a todos os sacerdotes, dizendo: 26  ‘O próprio Jeová te constituiu sacerdote em lugar de Jeoiada, o sacerdote, a fim de que te tornasses o grandioso superintendente* da casa de Jeová+ para com qualquer homem* enlouquecido+ e que se comporte como profeta, e tens de pô-lo no tronco e ao pelourinho;+ 27  agora, pois, por que não censuraste Jeremias de Anatote,+ que se comporta como profeta para vós?+ 28  Pois, por isso nos enviou [mensagem] a Babilônia, dizendo: “É* muito prolongado! Construí casas e habitai [nelas], e plantai jardins e comei dos seus frutos.+ —”’”’” 29  E Sofonias,+ o sacerdote, passou a ler esta carta aos ouvidos de Jeremias, o profeta. 30  Então veio a haver para Jeremias a palavra de Jeová, dizendo: 31  “Manda dizer a todo o povo exilado:+ ‘Assim disse Jeová a respeito de Semaías de Neelão: “Visto que Semaías profetizou para vós, mas eu mesmo não o enviei, e ele tentou fazer-vos confiar numa falsidade,+ 32  portanto, assim disse Jeová: ‘Eis que volto a minha atenção para Semaías+ de Neelão e para a sua descendência.’+ “‘“‘Ele não virá a ter um homem morando no meio deste povo;+ e não olhará para o bem que faço para meu povo’,+ é a pronunciação de Jeová, ‘porque falou em franca revolta contra Jeová’.”’”+

Notas de rodapé

“Vossos”, MTLXXSyVg. Veja 27:9.
“Estais”, MTLXXSyVg.
Significando “Jeová Ouviu”. Hebr.: Shema‛·yá·hu.
“O grandioso superintendente.” Lit.: “superintendentes”. Hebr.: peqi·dhím, pl. para denotar grandiosidade.
“Homem.” Hebr.: ’ish.
“É”, evidentemente referindo-se ao “exílio” no v. 16.