Números 6:1-27

6  E Jeová falou mais a Moisés, dizendo:  “Fala aos filhos de Israel, e tens de dizer-lhes: ‘Caso um homem ou uma mulher faça um voto especial de viver como nazireu*+ para Jeová,  deve manter-se apartado do vinho e da bebida inebriante. Não deve beber vinagre de vinho nem vinagre de bebida inebriante,+ nem deve beber qualquer líquido feito de uvas, nem comer uvas, quer frescas quer secas.  Todos os dias do seu nazireado não deve comer absolutamente nada feito da videira vinífera, desde as uvas verdes até às cascas.*  “‘Todos os dias do voto do seu nazireado não deve passar navalha sobre a sua cabeça;+ até se completarem os dias em que deve estar apartado para Jeová, deve mostrar-se santo, deixando crescer as madeixas+ do cabelo de sua cabeça.  Todos os dias em que se mantém apartado para Jeová não se pode chegar a nenhuma alma morta.*+  Nem mesmo por seu pai ou por sua mãe, ou por seu irmão, ou por sua irmã pode aviltar-se quando morrerem,+ porque há sobre a sua cabeça o sinal do seu nazireado para com o seu Deus.  “‘Todos os dias do seu nazireado ele é santo para Jeová.  Mas, caso alguém morra repentinamente ao lado dele,+ de modo que avilte a cabeça do seu nazireado, então tem de rapar+ sua cabeça no dia da efetivação de sua purificação. Deve rapá-la no sétimo dia. 10  E no oitavo dia deve trazer ao sacerdote duas rolas ou dois pombos novos* à entrada da tenda de reunião.+ 11  E o sacerdote tem de manejar um como oferta pelo pecado+ e o outro como oferta queimada,+ e tem de fazer expiação por ele, visto que pecou por causa da alma [morta].* Então tem de santificar-lhe a cabeça naquele dia. 12  E ele tem de viver como nazireu+ para Jeová nos dias do seu nazireado e tem de trazer um carneirinho no seu primeiro ano como oferta pela culpa;+ e os dias anteriores não serão contados, porque aviltou seu nazireado.* 13  “‘Ora, esta é a lei a respeito do nazireu: No dia em que se completarem os dias do seu nazireado+ ele será trazido* à entrada da tenda de reunião. 14  E tem de apresentar como sua oferta a Jeová um carneirinho sadio no seu primeiro ano como oferta queimada,+ e uma cordeira sadia no seu primeiro ano como oferta pelo pecado,+ e um carneiro sadio como sacrifício de participação em comum,+ 15  e um cesto de bolos de forma anular, não fermentados, de flor de farinha,+ umedecidos com azeite,+ e obreias não fermentadas, untadas com azeite,+ e sua oferta de cereais+ e suas ofertas de bebida.+ 16  E o sacerdote tem de apresentá-los perante Jeová e fazer a sua oferta pelo pecado e a sua oferta queimada.+ 17  E ofertará a Jeová o carneiro como sacrifício de participação em comum,+ junto com o cesto de pães não fermentados; e o sacerdote tem de fazer sua oferta de cereais+ e sua oferta de bebida. 18  “‘E o nazireu tem de rapar+ a cabeça do seu nazireado à entrada da tenda de reunião, e tem de tomar o cabelo da cabeça do seu nazireado e pô-lo no fogo que há sob o sacrifício de participação em comum. 19  E o sacerdote tem de tomar uma espádua cozida+ do carneiro e um bolo de forma anular, não fermentado, do cesto, e uma obreia não fermentada,+ e tem de pô-los sobre as palmas das mãos do nazireu depois de ele ter feito rapar o sinal do seu nazireado. 20  E o sacerdote tem de movê-los para lá e para cá como oferta movida perante Jeová.+ É algo sagrado para o sacerdote, junto com o peito+ da oferta movida e a perna da contribuição.+ E após isso o nazireu pode beber vinho.+ 21  “‘Esta é a lei a respeito do nazireu+ que faz um voto — sua oferta a Jeová pelo seu nazireado, além daquilo que estiver ao seu alcance. Segundo o seu voto que fizer, assim deve fazer por causa da lei do seu nazireado.’” 22  Jeová falou então a Moisés, dizendo: 23  “Fala a Arão e a seus filhos, dizendo: ‘Assim é que deveis abençoar+ os filhos de Israel, dizendo-lhes:* 24  “Jeová te abençoe+ e te guarde.+ 25  Jeová faça que sua face te ilumine+ e te favoreça.+ 26  Jeová levante sua face para ti+ e te designe a paz.”’+ 27  E eles têm de pôr meu nome+ sobre os filhos de Israel para que eu mesmo os abençoe.”+

Notas de rodapé

Hebr.: na·zír, significando “Selecionado; Dedicado; Separado”. Veja Gên 49:26.
Ou “gavinhas”.
Ou “alma de um morto”. Hebr.: né·fesh meth; LXX: “alma falecida”; Sy: “alma do morto”; lat.: mór·tu·um, “um morto”. Veja Le 21:11 n.; Ap. 4A.
Lit.: “filhotes de pombo”.
Lit.: “da alma”, isto é, da alma morta do v. 9. Hebr.: han·ná·fesh; gr.: psy·khés; Vg: “do morto”.
Lit.: “seu nazireado ficou impuro”.
Lit.: “ele a trará”, isto é, a cabeça não-rapada de seu nazireado.
“Dizendo[-lhes].” No hebr., este verbo está no infinitivo absoluto, indefinido quanto ao tempo e impessoal.