Levítico 21:1-24

21  E Jeová prosseguiu, dizendo a Moisés: “Fala aos sacerdotes, os filhos de Arão, e tens de dizer-lhes: ‘Ninguém se pode aviltar entre o seu povo por uma alma falecida.*+  Mas, por um parente consangüíneo seu, que lhe é chegado, por sua mãe, e por seu pai, e por seu filho, e por sua filha, e por seu irmão,  e por sua irmã, uma virgem que lhe é chegada, que não se tornou de um homem, por ela* pode aviltar-se.  Não se pode aviltar por uma mulher possuída por um dono* dentre seu povo, de modo a profanar-se.  Não devem fazer calva nas suas cabeças+ e não devem rapar a extremidade da sua barba,+ e não devem fazer incisão na sua carne.+  Devem mostrar-se santos para seu Deus+ e não devem profanar o nome de seu Deus,+ porque são os que apresentam as ofertas de Jeová feitas por fogo, o pão de seu Deus;+ e eles têm de mostrar-se santos.*+  Não devem tomar uma prostituta+ ou uma mulher violentada; e não devem tomar uma mulher divorciada+ de seu esposo,+ porque ele é santo para seu Deus.  De modo que tens de santificá-lo,+ porque ele é quem apresenta o pão de teu Deus. Deve mostrar-se santo para vós,+ porque eu, Jeová, que vos santifico, sou santo.+  “‘Ora, caso a filha de um sacerdote se profane por cometer prostituição, é a seu pai que ela está profanando. Deve ser queimada no fogo.+ 10  “‘E quanto ao sumo sacerdote dos seus irmãos, sobre cuja cabeça se despeje o óleo de unção+ e cuja mão foi enchida de poder* para usar as vestes,+ não deve deixar sua cabeça ficar desgrenhada+ e não deve rasgar as suas vestes.+ 11  E não se deve chegar a uma alma morta.*+ Não se pode aviltar por seu pai e por sua mãe. 12  Tampouco deve sair do santuário e não deve profanar o santuário de seu Deus,+ porque há sobre ele o sinal de dedicação, o óleo de unção de seu Deus.+ Eu sou Jeová. 13  “‘E da sua parte deve tomar uma mulher na sua virgindade.+ 14  Quanto à viúva ou à mulher divorciada, e à violentada, uma prostituta, nenhuma destas pode tomar, mas deve tomar por esposa uma virgem do seu povo. 15  E não deve profanar sua descendência* entre seu povo,+ porque eu sou Jeová que o santifico.’”+ 16  E Jeová continuou a falar a Moisés, dizendo: 17  “Fala a Arão, dizendo: ‘Nenhum homem da tua descendência, nas suas gerações, em quem se mostre haver defeito,+ pode chegar-se para apresentar o pão de seu Deus.+ 18  Caso haja algum homem em quem há defeito, não se pode chegar: um homem cego, ou coxo, ou de nariz fendido, ou com um membro comprido demais,*+ 19  ou um homem em quem se mostre haver fratura do pé ou fratura da mão, 20  ou corcunda, ou franzino,* ou com moléstia nos olhos, ou eczematoso, ou que padece de tinha favosa, ou que tenha os testículos quebrados.+ 21  Qualquer homem da descendência de Arão, o sacerdote, em quem haja um defeito, não se pode aproximar para apresentar as ofertas de Jeová feitas por fogo.+ Há defeito nele. Não se pode aproximar para apresentar o pão de seu Deus.+ 22  Pode comer o pão de seu Deus das coisas santíssimas+ e das coisas sagradas.+ 23  No entanto, não se pode chegar à cortina+ e não se pode aproximar do altar,+ porque há defeito nele;+ e não deve profanar meu santuário,+ pois eu sou Jeová que os santifico.’”+ 24  Concordemente, Moisés falou a Arão e aos filhos dele, e a todos os filhos de Israel.

Notas de rodapé

Lit.: “por uma alma”, isto é, uma alma falecida. Hebr.: lené·fesh; gr.: psy·khaís, pl. Veja v. 11 n. e Núm 6:6 n. Veja Ap. 4A.
“Ela”, M; LXX: “elas”.
“Não se pode aviltar por uma mulher possuída por um dono”, é a versão proposta, visto que M é obscuro; LXX: “Não se deve aviltar repentinamente”; Vg: “Não se deve aviltar por um príncipe.”
“Santos”, SamLXXSyVg; M: “algo santo”.
“E cuja mão foi enchida de poder.” Ou “e que foi empossado (inaugurado; instalado)”. Hebr.: u·mil·lé’ ’eth·ya·dhóh; gr.: te·te·lei·o·mé·nou (LXXThomson, “tendo sido consagrado”). Veja He 5:9 n. e He 7:28 n.
Lit.: “almas de um morto”. Hebr.: naf·shóth, pl., seguido por meth, “morto”; gr.: psy·kheí, seguido por te·te·leu·te·kuí·ai, o particípio perfeito de “falecer”, dá o sentido de “alma falecida”; Sy: “alma de um morto”; Vg: “morto”.
Ou “prole”.
Ou “com um membro supérfluo”.
Ou “ananicado”. Possivelmente: “tísico”.