Isaías 40:1-31

40  “Consolai, consolai meu povo”, diz o vosso Deus.*+  “Falai ao coração de Jerusalém+ e clamai para ela que foi cumprido+ seu serviço militar,* que o erro dela foi saldado.+ Pois ela recebeu da mão de Jeová o pleno montante* por todos os seus pecados.”+  Escutai! Alguém está clamando* no ermo:+ “Desobstruí o caminho* de Jeová!+ Fazei reta* a estrada principal para nosso Deus através* da planície desértica.+  Alteie-se todo vale+ e abaixe-se todo monte e [todo] morro.+ E o terreno acidentado terá de tornar-se terra plana e o terreno escabroso, um vale plano.+  E certamente se revelará a glória de Jeová,+ e toda a carne, juntamente, terá de vê-la,+ pois a própria boca de Jeová falou [isso].”+  Escuta! Alguém está dizendo:* “Clama!”+ E um disse:* “O que devo clamar?” “Toda a carne é erva verde, e toda a sua benevolência* é igual à flor do campo.+  Secou-se a erva verde, murchou a flor,+ porque soprou sobre ela o próprio espírito de Jeová.+ Decerto as pessoas são erva verde.+  Secou-se a erva verde, murchou a flor;+ mas, quanto à palavra de nosso Deus, ela durará por tempo indefinido.”+  Sobe tu a um monte alto,+ mulher portadora de boas novas para Sião.+ Eleva a tua voz mesmo com poder, mulher portadora de boas novas para Jerusalém.+ Eleva-a. Não tenhas medo.+ Dize às cidades de Judá: “Eis o vosso Deus.”*+ 10  Eis que o próprio Soberano Senhor Jeová virá mesmo como alguém forte,* e seu braço governará por ele.+ Eis que está com ele a sua recompensa+ e diante dele está o salário que paga.+ 11  Qual pastor ele pastoreará a sua própria grei.+ Com o seu braço reunirá os cordeiros;+ e [os] carregará ao colo.+ Conduzirá [com cuidado] as que amamentam.+ 12  Quem mediu as águas na mera concavidade da sua mão,+ e mediu as proporções dos próprios céus com o mero palmo,+ e incluiu numa medida* o pó da terra,+ ou pesou os montes com o fiel e os morros na balança? 13  Quem mediu as proporções do espírito de Jeová, e quem, como seu homem de conselho, pode fazê-lo saber alguma coisa?+ 14  Com quem se consultou ele para que o faça compreender ou quem o ensina na vereda da justiça, ou lhe ensina conhecimento,+ ou lhe faz saber o próprio caminho do verdadeiro entendimento?+ 15  Eis que as nações são como uma gota dum balde; e foram consideradas como a camada fina de pó na balança.+ Eis que ele levanta as próprias ilhas+ como se fossem apenas [pó] miúdo. 16  Até mesmo o Líbano não é suficiente para manter um fogo aceso, e seus animais selváticos+ não são suficientes para uma oferta queimada.+ 17  Todas as nações são diante dele como algo inexistente;+ foram consideradas como nada e como irrealidade para ele.+ 18  E a quem é que podeis assemelhar Deus*+ e que semelhança podeis comparar com ele?+ 19  O artífice fez apenas uma imagem fundida,+ e o trabalhador em metal a reveste de ouro+ e forja correntes de prata.+ 20  E ele escolhe certa árvore como contribuição, uma árvore não apodrecida.+ Procura para si um artífice hábil, para preparar uma imagem esculpida+ que não possa ser abalada.+ 21  Acaso não sabeis? Acaso não ouvis? Acaso não se vos informou desde o começo? Não aplicastes entendimento desde os alicerces da terra?+ 22  Há Um que mora acima do círculo da terra,+ cujos moradores são como gafanhotos, Aquele que estende os céus como uma gaze fina e que os estica como uma tenda em que morar,+ 23  Aquele que reduz dignitários a nada, que fez os próprios juízes da terra como mera irrealidade.+ 24  Ainda não foram plantados; ainda não foram semeados; seu toco ainda não se arraigou na terra.+ E só se precisa soprar sobre eles e [logo] ressecam;+ e o próprio vendaval os leva embora qual restolho.+ 25  “Mas a quem me podeis assemelhar de modo que eu deva ser feito igual a ele?” diz o Santo.+ 26  “Levantai ao alto os vossos olhos e vede. Quem criou estas coisas?+ Foi Aquele que faz sair o exército delas até mesmo por número, chamando a todas elas por nome.+ Devido à abundância de energia dinâmica,*+ sendo ele também vigoroso em poder,* não falta nem sequer uma [delas]. 27  “Por que razão dizes, ó Jacó, e falas, ó Israel: ‘Meu caminho ficou escondido de Jeová+ e a justiça para comigo escapa ao meu próprio Deus’?*+ 28  Acaso não vieste a saber ou não ouviste?+ Jeová, o Criador das extremidades* da terra, é Deus por tempo indefinido.+ Ele não se cansa nem se fatiga.+ Não se esquadrinha o seu entendimento.+ 29  Ele dá poder ao cansado;+ e faz abundar a plena força para aquele que está sem energia dinâmica.+ 30  Rapazes tanto se cansarão como se fatigarão e os próprios jovens sem falta tropeçarão, 31  mas os que esperam+ em Jeová recuperarão poder.+ Ascenderão com asas quais águias.+ Correrão e não se fatigarão; andarão e não se cansarão.”+

Notas de rodapé

“O vosso Deus.” Hebr.: ’Elo·heh·khém.
“Seu serviço militar.” Hebr.: tseva·’áh, sing. de tseva·’óhth, traduzido por “exércitos” em 39:5.
Ou “duplo montante”. Hebr.: kif·lá·yim, dual. Veja Jó 11:6 n.: “múltiplas”.
Ou: “Uma voz! Há alguém clamando”; ou: “Há a voz de alguém clamando.”
Ou “clamando: ‘Através do (No) ermo desobstruí o caminho’”.
Ou “lisa”.
Ou “na”.
Ou: “Uma voz! Há alguém dizendo”; ou: “Há a voz de alguém dizendo.”
Ou “ele disse”. 1QIsaLXXVg: “eu disse”.
Ou “amor leal”. LXXVg: “glória”; Sy: “beleza”.
“Vosso Deus.” Hebr.: ’Elo·heh·khém.
“Mesmo com força”, 1QIsaLXXSyVg.
Lit.: “na terça parte”, duma medida agora desconhecida.
“Deus”, M(hebr.: ’El)Vg; LXX: “Jeová”.
“Energia dinâmica.” Hebr.: ’oh·ním, pl.; lat.: for·ti·tú·di·nis, “fortitude”.
“Poder.” Hebr.: kó·ahh.
Lit.: “e . . . do meu Deus”. Hebr.: u·me·’Elo·h.
Veja Je 25:31, 33 n.