Efésios 2:1-22

2  Outrossim, [é a] vós [que Deus vivificou], embora estivésseis mortos nas vossas falhas e pecados,+  nos quais andastes outrora segundo o sistema+ de coisas* deste mundo,* segundo o governante+ da autoridade do ar, o espírito+ que agora opera nos filhos da desobediência.+  Sim, todos nós nos comportávamos outrora entre eles em harmonia com os desejos de nossa carne,+ fazendo as coisas da vontade da carne+ e dos pensamentos, e éramos por natureza filhos do furor,+ assim como os demais.  Mas Deus, que é rico em misericórdia,+ pelo seu grande amor com que nos amou,+  vivificou-nos junto com o Cristo, mesmo quando estávamos mortos nas falhas+ — por benignidade imerecida é que fostes salvos+  e ele nos levantou+ junto e nos assentou junto nos lugares celestiais,+ em união com Cristo Jesus,  a fim de que, nos vindouros+ sistemas de coisas,* se demonstrassem as riquezas+ sobrepujantes de sua benignidade imerecida na sua graça para conosco, em união+ com Cristo Jesus.  Por esta benignidade imerecida é que fostes salvos por intermédio da fé;+ e isto não se deve a vós,+ é dádiva de Deus.+  Não, não se deve a obras,+ a fim de que nenhum homem tenha base para jactância.+ 10  Pois nós somos produto de sua obra+ e, em união+ com Cristo Jesus, fomos criados+ para boas obras,+ que Deus preparou de antemão+ para andarmos nelas. 11  Portanto, persisti em lembrar-vos de que anteriormente éreis pessoas das nações quanto à carne;+ fostes chamados “incircuncisão” por aquilo que é chamado “circuncisão”, feita na carne, por mãos+ 12  que naquele tempo específico estáveis sem Cristo,+ apartados+ do estado de Israel e estranhos aos pactos da promessa,+ e não tínheis esperança+ e estáveis sem Deus no mundo.*+ 13  Mas agora, em união com Cristo Jesus, vós, os que outrora estáveis longe, chegastes a estar perto pelo sangue+ do Cristo. 14  Pois ele é a nossa paz,+ aquele que das duas partes*+ fez uma só+ e que destruiu o muro+ no meio,* que os separava.+ 15  Por meio de sua carne,+ ele aboliu a inimizade,+ a Lei de mandamentos, consistindo em decretos,+ para que dos dois povos,+ em união consigo mesmo, criasse um novo homem+ e fizesse paz; 16  e para que reconciliasse+ plenamente ambos os povos com Deus, em um só corpo,+ por intermédio da estaca de tortura,+ porque ele matara a inimizade+ por meio de si mesmo.* 17  E ele veio e declarou as boas novas da paz+ a vós, os que estáveis longe, e paz aos [que estavam] perto,+ 18  porque, por intermédio dele, nós, ambos os povos,+ temos a aproximação+ ao Pai, por* um só espírito.+ 19  Portanto, certamente não sois mais estranhos+ e residentes forasteiros,+ mas sois concidadãos+ dos santos+ e sois membros da família+ de Deus, 20  e fostes edificados sobre o alicerce*+ dos apóstolos+ e profetas,+ ao passo que o próprio Cristo Jesus é a pedra angular de alicerce.+ 21  Em união com ele, o edifício inteiro, sendo harmoniosamente conjuntado,*+ desenvolve-se num templo* santo para Jeová.*+ 22  Em união com ele+ também vós estais sendo edificados juntamente como lugar para Deus habitar por espírito.+

Notas de rodapé

Ou “ordem de coisas”. Gr.: ai·ó·na; lat.: saé·cu·lum; J17(hebr.): dohr, “período, era; geração”; J18(hebr.): kemin·hágh, “segundo o costume”.
“Mundo.” Gr.: kó·smou; J17,18,22(hebr.): ha·‛oh·lám, “o mundo”.
Ou “ordens de coisas”. Gr.: ai·ó·sin; lat.: saé·cu·lis.
“No mundo.” Gr.: en toi kó·smoi; J17,22(hebr.): ba·‛oh·lám.
Ou “coisas”.
Lit.: “muro do meio”. Esta é uma alusão ao muro (ou à mureta de treliça) na área do templo, que impedia a entrada dos adoradores gentios não santificados nos pátios internos, franqueados somente aos adoradores judaicos santificados. Segundo a Míxena (traduzida ao inglês por Danby, 1950, p. 592), esta mureta chamava-se “o Soregue”. Diz-se que este muro tinha a altura de 1,3 m. Veja Ap. 9F; também ad, sob o verbete “Templo”, no subtítulo: “O Pátio dos Gentios.”
Ou “dela”.
Ou “em”.
“Alicerce.” Gr.: the·me·lí·oi, dativo, sing.; lat. fun·da·mén·tum.
Lit.: “sendo conjuntado”.
Ou “habitação (morada) divina”. Gr.: na·ón; lat.: tém·plum; J22(hebr.): heh·khál, “palácio; templo”.
Veja Ap. 1D.