Deuteronômio 3:1-29

3  “Depois nos viramos e subimos pelo caminho de Basã. Em vista disso, saiu-nos ao encontro Ogue,+ rei de Basã, na batalha de Edrei.+  Portanto, Jeová me disse: ‘Não tenhas medo dele,+ pois certamente entregarei na tua mão tanto ele como todo o seu povo e seu país; e tens de fazer-lhe assim como fizeste a Síon,+ rei dos amorreus, que morava em Hésbon.’  Concordemente, Jeová, nosso Deus, entregou-nos na mão também Ogue, rei de Basã, e todo o seu povo, e fomos golpeá-lo até que não lhe restou sobrevivente.+  E naquele tempo específico fomos capturar todas as suas cidades. Mostrou-se não haver vila que não lhes tirássemos, sessenta cidades,+ toda a região de Argobe,+ o reino de Ogue em Basã.+  Todas estas eram cidades fortificadas com muralha alta, portas e tranca, além de muitíssimas cidades campestres.  No entanto, devotamo-las à destruição,+ assim como fizéramos a Síon, rei de Hésbon, ao devotarmos cada cidade à destruição, homens, mulheres e criancinhas.+  E todos os animais domésticos e o despojo das cidades tomamos para nós como saque.+  “E naquele tempo específico passamos a tirar o país da mão dos dois reis dos amorreus+ que havia na região do Jordão, desde o vale da torrente do Árnon+ até o monte Hermom;+  (os sidônios chamavam o Hermom de Sírion+ e os amorreus chamavam-no de Senir,)*+ 10  todas as cidades do planalto e todo o Gileade, e todo o Basã, até Salecá+ e Edrei,+ as cidades do reino de Ogue em Basã. 11  Pois, somente Ogue, rei de Basã, restou daquilo que sobrou dos refains.+ Eis que seu esquife era um esquife de ferro.* Não se acha ele em Rabá+ dos filhos de Amom? Nove côvados* é seu comprimento e quatro côvados a sua largura, segundo o côvado de homem. 12  E naquele tempo específico tomamos posse do país; desde Aroer,+ que está junto ao vale da torrente do Árnon, e* metade da região montanhosa de Gileade e suas cidades dei aos rubenitas e aos gaditas.+ 13  E o resto de Gileade+ e todo o Basã,+ do reino de Ogue, dei à meia tribo de Manassés. Não é toda a região de Argobe+ de todo o Basã chamada de terra dos refains?+ 14  “Jair,+ filho de Manassés, tomou toda a região de Argobe+ até o termo dos gesuritas+ e dos maacatitas,+ e passou a chamar essas aldeias de Basã* pelo seu próprio nome, Havote-Jair,*+ até o dia de hoje. 15  E a Maquir+ dei Gileade.+ 16  E aos rubenitas+ e aos gaditas dei desde Gileade+ até o vale da torrente do Árnon, o meio do vale da torrente sendo o termo, e até o Jaboque, o vale da torrente que é o termo dos filhos de Amom;+ 17  e o Arabá,* e o Jordão, e a região adjacente, desde Quinerete+ até o mar do Arabá, o Mar Salgado,+ ao sopé das encostas do Pisga,+ para o nascente. 18  “Por isso vos ordenei naquele tempo específico, dizendo: ‘Jeová, vosso Deus, vos deu esta terra para tomardes posse dela. Atravessareis equipados diante dos vossos irmãos, os filhos de Israel, todos os homens valentes.*+ 19  Somente vossas esposas e vossos pequeninos, e vosso gado (bem sei que tendes muitíssimo gado) continuarão a morar nas vossas cidades que vos dei+ 20  até que Jeová dê descanso aos vossos irmãos, bem como a vós, e eles também tenham tomado posse da terra que Jeová, vosso Deus, lhes dá do outro lado do Jordão; depois tendes de voltar, cada um à sua posse que vos dei.’+ 21  “E naquele tempo específico ordenei a Josué,+ dizendo: ‘Teus olhos vêem tudo o que Jeová, vosso Deus, tem feito a estes dois reis. Jeová fará o mesmo com todos os reinos aos quais estás passando para lá.+ 22  Não deveis ter medo deles, pois Jeová, vosso Deus, é quem luta por vós.’+ 23  “E naquele tempo específico passei a implorar o favor de Jeová, dizendo: 24  ‘Ó Soberano Senhor Jeová, tu mesmo principiaste a fazer teu servo ver a tua grandeza+ e o teu braço forte,+ pois, que deus* há nos céus ou na terra que faça atos iguais aos teus e realizações potentes iguais às tuas?+ 25  Deixa-me atravessar, por favor, e ver a boa terra+ que está do outro lado do Jordão, esta boa região montanhosa+ e o Líbano.’+ 26  E Jeová continuou furioso* comigo por vossa causa+ e não me escutou; mas Jeová me disse: ‘Já chega de ti! Nunca mais me fales neste assunto. 27  Sobe ao cume do Pisga+ e levanta os teus olhos para o oeste, e para o norte, e para o sul, e para o leste, e vê com os teus olhos, pois não passarás este Jordão.+ 28  E comissiona+ Josué, e encoraja-o e fortifica-o, porque é ele quem atravessará+ diante deste povo e é ele quem os fará herdar a terra que verás.’+ 29  Tudo isso enquanto morávamos no vale defronte de Bete-Peor.+

Notas de rodapé

“Sírion . . . Senir.” Estes nomes aparecem nos textos ugaríticos encontrados em Ras Xamra, na Síria, e nos documentos procedentes de Bogazköy, Turquia.
Ou “um sarcófago de basalto preto”. Os árabes ainda chamam o basalto de ferro.
Um côvado equivalia a 44,5 cm.
“E”, MLXXSy; Vg: “até à”.
“Chamar essas aldeias de Basã.” Lit.: “chamá-las de Basã”.
Significando “Aldeias de Tendas de Jair”.
Ou “as planícies desérticas”.
Lit.: “os filhos de aptidão”.
“Deus.” MSam(hebr.): ’el; gr.: the·ós; lat.: Dé·us.
Ou “Jeová ficou furioso”.