1 Samuel 28:1-25

28  E naqueles dias sucedeu que os filisteus começaram a reunir seus acampamentos num exército para travar guerra contra Israel.+ Por isso Aquis disse a Davi: “Sem dúvida sabes que é comigo que deves sair ao acampamento, tu e os teus homens.”+  Então Davi disse a Aquis: “É por isso que tu mesmo* sabes o que o teu servo deve fazer.” Por conseguinte, Aquis disse a Davi: “É por isso que te designo guardião da minha cabeça para sempre.”+  Ora, o próprio Samuel havia morrido, e todo o Israel passara a lamentá-lo e a enterrá-lo em Ramá, sua própria cidade.+ Quanto a Saul, tinha removido do país os médiuns espíritas* e os prognosticadores profissionais de eventos.+  Subseqüentemente, os filisteus reuniram-se, e vieram e acamparam-se em Suném.+ Portanto, Saul reuniu todo o Israel, e acamparam-se em Gilboa.+  Quando Saul chegou a ver o acampamento dos filisteus, ficou com medo e seu coração começou a tremer muito.+  Embora Saul indagasse de Jeová,+ Jeová nunca lhe respondia,+ nem por sonhos,+ nem por Urim,+ nem pelos profetas.+  Finalmente, Saul disse aos seus servos: “Procurai-me uma mulher que seja dona de mediunidade espírita,+ e eu irei ter com ela e a consultarei.” Seus servos disseram-lhe então: “Eis que há em En-Dor+ uma mulher que é dona de mediunidade espírita.”  Saul disfarçou-se,+ portanto, e vestiu-se de outras roupas e foi, ele e dois homens com ele; e foram ter com a mulher à noite.+ Ele disse então: “Por favor, use de adivinhação+ para mim por meio da mediunidade espírita e faze-me subir aquele que eu te indicar.”  A mulher, porém, disse-lhe: “Eis que sabes muito bem o que Saul fez, como ele decepou do país os médiuns espíritas e os prognosticadores profissionais de eventos.+ Por que ages então como quem arma laços contra a minha alma para me fazer morrer?”+ 10  Saul jurou-lhe imediatamente por Jeová, dizendo: “Por Jeová que vive,+ não recairá sobre ti culpa pelo erro neste assunto!” 11  A isto a mulher disse: “Quem te farei subir?” Então ele disse: “Faze-me subir Samuel.”+ 12  Quando a mulher viu “Samuel”,+ começou a clamar ao máximo da sua voz;* e a mulher prosseguiu, dizendo a Saul: “Por que me lograste, sendo tu o próprio Saul?” 13  Mas o rei lhe disse: “Não tenhas medo; mas o que vês?” E a mulher prosseguiu, dizendo a Saul: “Vejo um deus*+ subir da terra.” 14  Ele lhe disse imediatamente: “Qual é a sua figura?” a que ela disse: “É um homem idoso* que está subindo, e ele mesmo se cobriu com uma túnica sem mangas.”+ Em vista disso, Saul reconheceu que era “Samuel”,+ e ele passou a inclinar-se com o seu rosto para a terra e a prostrar-se. 15  E “Samuel” começou a dizer a Saul: “Por que me inquietaste, fazendo-me subir?”+ A isso Saul disse: “Estou num sério aperto,+ visto que os filisteus estão lutando contra mim, e o próprio Deus* se retirou+ de mim e não me respondeu mais, nem por meio dos profetas nem por sonhos;+ de modo que te estou chamando para que me deixes saber o que devo fazer.”+ 16  E “Samuel” prosseguiu, dizendo: “Então por que indagas de mim, quando o próprio Jeová se retirou de ti+ e mostra ser teu adversário?*+ 17  E Jeová fará para si* exatamente como falou por meu intermédio, e Jeová arrancará o reino da tua mão+ e o dará ao teu próximo, a Davi.+ 18  Visto que não obedeceste à voz de Jeová+ e não executaste a sua ira ardente contra Amaleque,+ por isso é esta a coisa que Jeová te fará certamente neste dia. 19  E Jeová entregará também Israel contigo na mão dos filisteus,+ e amanhã tu+ e teus filhos+ estareis comigo.* Até mesmo o acampamento de Israel entregará Jeová na mão dos filisteus.”+ 20  Nisso Saul caiu prontamente estendido por terra e ficou com muito medo por causa das palavras de “Samuel”. Também, sucedeu não haver mais poder nele, porque não tinha comido alimento o dia inteiro e a noite inteira. 21  A mulher chegou então a Saul e viu que ele estava grandemente perturbado. Por isso lhe disse: “Eis que a tua serva obedeceu à tua voz, e passei a pôr a minha alma na palma da minha mão+ e a obedecer às palavras que me falaste. 22  E agora, por favor, por tua vez, obedece à voz da tua serva e deixa-me pôr diante de ti um pedaço de pão, e come, para que venha a haver poder em ti, porque seguirás o teu caminho.” 23  Mas ele se negou a isso e disse: “Não vou comer.” Contudo, seus servos e também a mulher continuaram a instar com ele. Por fim, obedeceu à voz deles e se levantou da terra e se sentou no leito. 24  Ora, a mulher tinha um bezerro cevado+ na casa. Assim, ela foi rapidamente sacrificá-lo,*+ e tomou farinha e amassou-a, e cozeu dela pães não fermentados. 25  Serviu-os então a Saul e aos seus servos, e eles comeram. Depois se levantaram e foram embora durante aquela noite.+

Notas de rodapé

“Tu mesmo”, MSy; LXXVg: “agora”.
“Médiuns espíritas.” Agentes humanos usados por um demônio de adivinhação. LXX: “ventríloquos”; lat.: má·gos, “astrólogos”. Veja At 16:16.
Lit.: “com grande voz”.
“Um deus.” Hebr.: ’elo·hím, pl., evidentemente para denotar excelência e aplicado a uma pessoa, embora o verbo “subir”, no hebr., esteja no pl., porque a mulher viu apenas a forma dum homem idoso subir. Veja 5:7 n.
“Idoso”, MSyVg; LXXItLegionensis(margem), “ereto”.
“E . . . Deus.” Hebr.: wE’·lo·hím, pl., para denotar excelência, com o verbo “retirou” no sing.
“Teu adversário”, MVg; LXXSy: “[estar] com o teu próximo”.
“Para si”, M; LXXVg e cinco mss. hebr.: “a ti”.
Segundo MSyVg; LXX: “amanhã tu e teus filhos contigo cairão”.
“Sacrificá-lo”, MLXX.