1 Pedro 2:1-25

2  Concordemente, ponde de lado toda a maldade,+ e toda a fraudulência, e hipocrisia, e invejas, e toda sorte de maledicências,+  [e,] como crianças recém-nascidas,+ ansiai o leite+ não adulterado pertencente à palavra, para que, por intermédio dela, cresçais para a salvação,+  desde que provastes que o Senhor* é benigno.+  Chegando-vos a ele, como a uma pedra+ vivente, rejeitada,+ é verdade, pelos homens,+ mas escolhida [e] preciosa para Deus,+  vós mesmos também, como pedras viventes, estais sendo edificados como casa espiritual,+ tendo por objetivo um sacerdócio santo, para oferecerdes sacrifícios espirituais,+ aceitáveis a Deus, por intermédio de Jesus Cristo.+  Pois isso está contido na Escritura: “Eis que ponho em Sião uma pedra, escolhida, uma pedra angular de alicerce, preciosa; e ninguém que nela exercer fé de modo algum ficará desapontado.”*+  É para vós, portanto, que ele é precioso,* porque vós sois crentes; mas, para os que não crêem, “a mesma pedra que os construtores rejeitaram+ tem-se tornado [a] principal do ângulo”,+  e “uma pedra para tropeço e uma rocha de ofensa”.+ Estes tropeçam porque são desobedientes à palavra.* Foram também designados para este mesmo fim.+  Mas vós sois “raça* escolhida, sacerdócio real, nação santa,+ povo para propriedade especial,+ para que divulgueis as excelências”*+ daquele que vos chamou da escuridão para a sua maravilhosa luz.+ 10  Porque vós, outrora, não éreis povo, mas agora sois povo de Deus;+ vós éreis aqueles a quem não se mostrara misericórdia, mas agora sois os a quem se mostrou misericórdia.+ 11  Amados, exorto-vos como a forasteiros e residentes temporários+ a que vos abstenhais dos desejos carnais,+ que são os que travam um combate contra a alma.*+ 12  Mantende a vossa conduta excelente entre as nações,+ para que, naquilo em que falam de vós como de malfeitores, eles, em resultado das vossas obras excelentes,+ das quais são testemunhas oculares, glorifiquem a Deus no dia da [sua] inspeção.+ 13  Pela causa do Senhor,* sujeitai-vos+ a toda criação humana:+ quer a um rei,+ como sendo superior, 14  quer a governadores, como enviados por ele para infligir punição a malfeitores, mas para louvar os que fazem o bem.+ 15  Pois a vontade de Deus é que, por fazerdes o bem, possais açaimar a conversa ignorante dos homens desarrazoados.*+ 16  Sede como livres,+ contudo, mantende a vossa liberdade, não como disfarce para a maldade,+ mas como escravos de Deus.+ 17  Honrai [a homens] de toda sorte,+ tende amor à associação inteira dos irmãos,*+ tende temor de Deus,+ dai honra ao rei.+ 18  Os servos domésticos estejam sujeitos+ aos [seus] donos com todo o temor+ [devido], não somente aos bons e razoáveis, mas também aos difíceis de agradar. 19  Porque, se alguém, por causa da consciência para com Deus, agüenta coisas penosas e sofre injustamente, isto é algo agradável.+ 20  Pois, que mérito há nisso se, quando estais pecando e estais sendo esbofeteados,* perseverais?+ Mas, se perseverais quando estais fazendo o bem e sofreis,+ isto é algo agradável a Deus.+ 21  De fato, fostes chamados para este [proceder], porque até mesmo Cristo sofreu por vós,+ deixando-vos um modelo* para seguirdes de perto os seus passos.+ 22  Ele não cometeu pecado,+ nem se achou engano na sua boca.+ 23  Quando estava sendo injuriado,+ não injuriava em revide.+ Quando sofria,+ não ameaçava, mas encomendava-se àquele+ que julga justamente. 24  Ele mesmo levou* os nossos pecados+ no seu próprio corpo, no madeiro,*+ a fim de que acabássemos com os pecados+ e vivêssemos para a justiça. E “pelos seus vergões fostes sarados”.+ 25  Porque vós éreis como ovelhas, perdendo-vos;+ mas agora voltastes para o pastor+ e superintendente* das vossas almas.*

Notas de rodapé

“O Senhor.” Gr.: ho Ký·ri·os. Num comentário sobre este v., F. J. A. Hort escreveu em The First Epistle of St Peter, Londres, 1898, p. 104: “No Salmo [34:8], ‛ο κύριος representa a Jeová, como amiúde faz, sendo que a LXX. insere e omite o artigo com κύριος sem qualquer princípio aparente. Por outro lado, o versículo seguinte mostra que S. Pedro usava ‛ο κύριος na sua acepção mais comum, embora não a universal do N.T., de Cristo. Seria, porém, temerário concluir disso que ele queria identificar Jeová com Cristo. Não se pode fazer claramente nenhuma identificação assim no N.T. S. Pedro não faz aqui nenhuma citação formal, mas apenas aproveita a linguagem do A.T. e a aplica da sua própria maneira. Seu uso assim, embora diferente daquele do Salmo, não o contraria, porque é por meio da χρηστότης [khre·stó·tes, “benignidade”] do Filho que a χρηστότης do Pai é claramente dada a conhecer aos cristãos: ‘quem me vê a mim, vê o Pai’.” Veja Ap. 6F.
Ou “de modo algum ficará envergonhado”.
Ou: “Sois vós, portanto, que tendes a preciosa estima.”
Ou “tropeçam na palavra, porque são desobedientes”.
“Raça.” Gr.: gé·nos; diferente de ge·ne·á, “geração”, como em Mt 24:34.
Lit.: “virtudes”.
Ou “contra a vida”. Gr.: ka·tá tes psy·khés; lat.: ad·vér·sus á·ni·mam; J17,18(hebr.): ban·ná·fesh.
“Do Senhor”, אAB; VgcSyp: “de Deus”; J7,8: “de Jeová”.
Lit.: “insensatos”.
“Associação inteira dos irmãos.” Lit.: “fraternidade”.
Lit.: “socados”.
Ou “cópia”. Lit.: “um subscrito”. Gr.: hy·po·gram·món; lat.: ex·ém·plum, “exemplo; modelo”.
Ou: “Ele mesmo carregou com.”
Ou “árvore”. Lit.: “madeira”. Gr.: xý·lon. Veja Ap. 5C.
“Superintendente.” Gr.: e·pí·sko·pon; J17(hebr.): peqídh.
Ou “vidas”.