Pular para conteúdo

15 DE JANEIRO DE 2016
AZERBAIJÃO

Juiz adia outra vez o julgamento de Irina e Valida

Em 14 de janeiro de 2016, o juiz Akram Gahramanov, do Tribunal Distrital de Pirallahi, em Baku, Azerbaijão, adiou mais uma vez o julgamento de Irina Zakharchenko e Valida Jabrayilova. Ele se justificou dizendo que não podia realizar a audiência sem a presença de uma das rés. Irina não pôde ir ao tribunal por causa da sua saúde, que está bastante debilitada. O juiz remarcou a audiência para o dia 28 de janeiro de 2016.

A demora no julgamento só piora a situação das rés. Com o cancelamento da audiência, os advogados não puderam apresentar argumentos em favor da libertação de Irina e Valida. Os 11 meses de prisão já causaram danos à saúde delas. Essa demora é absurda e o juiz não precisava ter exigido a presença de Irina no tribunal. Essa é mais uma evidência dos maus-tratos que Irina e Valida estão sofrendo.