Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Testemunhas de Jeová

Português

Será que os cristãos precisam guardar o sábado?

A resposta da Bíblia

Os cristãos não são obrigados a guardar o sábado. Os cristãos devem seguir “a lei do Cristo”, e essa lei não inclui nenhuma ordem de guardar o sábado. (Gálatas 6:2; Colossenses 2:16, 17) Como sabemos disso? Primeiro, vamos analisar como começou o costume de guardar o sábado.

Quando começou o costume de guardar o sábado?

A palavra “sábado” tem origem hebraica. Ela é derivada do verbo sha·váth, que significa “descansar, cessar”. As primeiras ocorrências dessa palavra na Bíblia foram em ordens que a antiga nação de Israel recebeu. (Êxodo 16:23) Por exemplo, o quarto dos Dez Mandamentos diz: “Lembra-te do dia de sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra; mas o sétimo dia é o sábado de Jeová teu Deus. Nesse dia não farás obra alguma.” (Êxodo 20:8-10, Versão Brasileira) Para os israelitas, o sábado começava no pôr do sol da sexta e terminava no pôr do sol do sábado. Durante esse período, eles não podiam viajar, acender fogueiras, ajuntar lenha ou transportar cargas. (Êxodo 16:29; 35:3; Números 15:32-36; Jeremias 17:21) A pessoa que violasse a lei do sábado era punida com a morte. — Êxodo 31:15.

No calendário judaico, havia outros dias que eram chamados de sábados. Até mesmo o sétimo ano e o 50.° ano eram considerados sábados. Nesses anos sabáticos, as terras não podiam ser usadas para plantar e os israelitas não podiam ser obrigados a pagar dívidas. — Levítico 16:29-31; 23:6, 7, 32; 25:4, 11-14; Deuteronômio 15:1-3.

O sacrifício de Jesus anulou a lei de guardar o sábado

Por que a lei de guardar o sábado não se aplica aos cristãos?

A lei de guardar o sábado era obrigatória apenas para as pessoas que estavam sujeitas a todas as outras leis que Moisés transmitiu a elas. (Deuteronômio 5:2, 3; Ezequiel 20:10-12) Deus nunca esperou que outras pessoas guardassem o sábado. Na realidade, depois do sacrifício de Jesus, até mesmo os judeus foram libertos dos Dez Mandamentos e de toda a Lei de Moisés. (Romanos 7:6, 7; 10:4; Gálatas 3:24, 25; Efésios 2:15) Hoje os cristãos seguem, não a Lei de Moisés, mas uma lei superior: a lei do amor. — Romanos 13:9, 10; Hebreus 8:13.

Mitos sobre o sábado

Mito: Deus instituiu o sábado quando descansou no sétimo dia.

Fato: A Bíblia diz: “Abençoou Deus o sétimo dia, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que criara e fizera.” (Gênesis 2:3, Almeida, Edição Contemporânea) Esse versículo apenas menciona o que Deus fez no sétimo dia criativo; não contém nenhuma lei para os humanos. E, antes de Moisés, a Bíblia não fala de ninguém guardando o sábado.

Mito: Os israelitas já guardavam o sábado antes de receberem a Lei de Moisés.

Fato: Moisés disse aos israelitas: “Jeová, nosso Deus, concluiu conosco um pacto em Horebe”, a região próxima ao monte Sinai. A lei de guardar o sábado fazia parte desse pacto. (Deuteronômio 5:2, 12) A Bíblia mostra que o sábado foi algo novo para os israelitas. Por exemplo, imagine que os israelitas já tivessem o costume de guardar o sábado antes de serem libertos do Egito. Então, por que Deus disse que guardar o sábado serviria para lembrá-los de sua libertação? (Deuteronômio 5:15) Ou por que ele precisou dar aos israelitas a ordem de não pegar o maná no sétimo dia? (Êxodo 16:25-30) E se os israelitas já guardassem o sábado antes da Lei de Moisés, por que eles não souberam como lidar com a primeira pessoa que desobedeceu a lei de guardar o sábado? — Números 15:32-36.

Mito: O sábado ainda é obrigatório porque é um pacto eterno.

Fato: Algumas traduções da Bíblia falam que guardar o sábado é um “pacto perpétuo”. (Êxodo 31:16, Centro Bíblico Católico) Mas a palavra hebraica traduzida como “perpétuo” pode significar também “que dura até um tempo indeterminado no futuro” — não necessariamente para sempre. Por exemplo, a Bíblia usa a mesma palavra para descrever o sacerdócio em Israel, e Deus encerrou esse sacerdócio uns 2 mil anos atrás. — Êxodo 40:15; Hebreus 7:11, 12.

Mito: Os cristãos precisam guardar o sábado porque Jesus também guardava.

Fato: Jesus guardava o sábado porque ele era judeu e, por isso, era obrigado a obedecer a Lei de Moisés desde o nascimento. (Gálatas 4:4) Mas depois que Jesus morreu, todo o pacto da Lei, incluindo a lei de guardar o sábado, foi anulado. — Colossenses 2:13, 14.

Mito: O apóstolo Paulo guardava o sábado mesmo sendo cristão.

Fato: Paulo ia às sinagogas aos sábados, mas não para se juntar aos judeus em guardar aquele dia. (Atos 13:14; 17:1-3; 18:4) Naquela época, oradores que estivessem visitando a sinagoga poderiam ser convidados a dar um discurso aos presentes. Assim, Paulo aproveitava essa oportunidade para falar das boas novas às pessoas que estavam reunidas na sinagoga para adorar a Deus. (Atos 13:15, 32) Além disso, a Bíblia fala que Paulo pregava “cada dia”, e não apenas aos sábados. — Atos 17:17.

Mito: O dia que os cristãos devem guardar é o domingo.

Fato: A Bíblia não contém nenhuma ordem para os cristãos usarem o domingo unicamente para descanso e adoração a Deus. Para os primeiros cristãos, o domingo era o primeiro dia da semana e era um dia de trabalho normal como todos os outros. A Enciclopédia Barsa diz que “somente a partir do séc[ulo] IV, é que o repouso no domingo começou a se impor”. A Enciclopédia Delta Larousse acrescenta que “a partir de Constantino [imperador romano pagão], multiplicaram as legislações determinando o repouso dominical.” *

E aqueles textos da Bíblia que dão a entender que o domingo era um dia especial? Por exemplo, a Bíblia fala que o apóstolo Paulo tomou uma refeição com outros irmãos na fé “no primeiro dia da semana”. Mas isso é lógico, porque Paulo estava indo embora no dia seguinte. (Atos 20:7) A Bíblia também diz que algumas congregações deveriam reservar donativos para ajuda humanitária “todo primeiro dia da semana”. Mas essa foi apenas uma sugestão de como cada pessoa poderia controlar seu orçamento. E os doadores não levavam o dinheiro para um lugar de reunião, mas o guardavam em sua própria casa. — 1 Coríntios 16:1, 2.

Mito: É errado reservar um dia toda semana para descanso e adoração a Deus.

Fato: A Bíblia deixa cada cristão decidir isso. — Romanos 14:5.

^ parágrafo 21 Veja também a Enciclopédia Brasileira Mérito, Volume 7, página 292.

Saiba mais

BOAS NOTÍCIAS DE DEUS PARA VOCÊ!

Como a Bíblia pode nos ajudar?

Jesus falou sobre dois mandamentos que podem fazer muita diferença na sua vida. Sabe quais são?

A SENTINELA

A Lei dada a Israel era justa?

Quatro princípios orientavam os juízes em Israel.

PERGUNTAS FREQUENTES

As Testemunhas de Jeová são cristãs?

Descubra por que somos diferentes dos grupos religiosos que são chamados cristãos.