Pular para conteúdo

“Aceitar Jesus” — Será que isso é o suficiente para ser salvo?

A resposta da Bíblia

Os cristãos acreditam que Jesus morreu pelos pecados da humanidade. (1 Pedro 3:18) Mas para ser salvo, é preciso fazer mais do que apenas acreditar em Jesus como Salvador. Os demônios sabem que Jesus é “o Filho de Deus”, só que eles não vão ser salvos, mas sim destruídos. — Lucas 4:41; Judas 6.

 O que eu preciso fazer para ser salvo?

  • Você precisa acreditar que Jesus morreu pelos nossos pecados. (Atos 16:30, 31; 1 João 2:2) Isso inclui acreditar que Jesus foi uma pessoa real e que tudo o que a Bíblia diz sobre ele é verdade.

  • Aprender o que a Bíblia realmente ensina. (2 Timóteo 3:15) A Bíblia conta que o apóstolo Paulo e Silas disseram a um carcereiro: “Creia no Senhor Jesus e será salvo.” Depois, eles começaram a ensinar “a palavra de Jeová” * ao carcereiro. (Atos 16:31, 32) Isso mostra que o carcereiro não poderia aceitar Jesus e seus ensinamentos sem antes ter um conhecimento básico da Palavra de Deus. E esse conhecimento tinha que ser exato, ou seja, correto. — 1 Timóteo 2:3, 4.

  • Arrepender-se. (Atos 3:19) Você também precisa se arrepender, ou seja, lamentar profundamente atitudes e ações erradas do passado. Uma pessoa mostra que está realmente arrependida quando deixa de fazer as coisas que Deus não aprova e começa a praticar “obras próprias do arrependimento”. — Atos 26:20.

  • Ser batizado. (Mateus 28:19) Jesus disse que os que se tornassem seus discípulos precisavam ser batizados. O carcereiro, por exemplo, foi batizado. (Atos 16:33) Da mesma maneira, depois que o apóstolo Pedro ensinou muitas pessoas sobre Jesus, “os que aceitaram com alegria as suas palavras foram batizados”. — Atos 2:40, 41.

  • Obedecer às palavras de Jesus. (Hebreus 5:9) Os que ‘obedecem a todas as coisas’ que Jesus ensinou mostram pelo seu modo de viver que são seguidores de Jesus. (Mateus 28:20) Eles se tornam “cumpridores da palavra, e não apenas ouvintes”. — Tiago 1:22.

  • Perseverar até o fim. (Marcos 13:13) Os discípulos de Jesus “precisam de perseverança” para serem salvos. (Hebreus 10:36) Por exemplo, o apóstolo Paulo obedeceu aos ensinamentos de Jesus e continuou leal a Deus desde o dia em que ele se tornou cristão até o dia da sua morte. — 1 Coríntios 9:27.

 Eu vou ser salvo se fizer a “Oração do Pecador”?

Em algumas religiões, as pessoas costumam fazer a “Oração do Pecador” e a “Oração de Salvação”. Nessas orações, elas reconhecem que são pecadoras e aceitam que Jesus morreu pelos pecados delas. Elas também pedem para que Jesus entre no coração e na vida delas. Mas a Bíblia não fala nada sobre a “Oração do Pecador” e nem aconselha fazer orações que são repetidas palavra por palavra.

Alguns acham que, depois de fazer a “Oração do Pecador”, a salvação já está garantida. Mas nenhuma oração pode fazer isso por alguém. Por sermos imperfeitos, nós continuamos a cometer erros. (1 João 1:8) É por isso que Jesus ensinou seus discípulos a orar constantemente pedindo perdão pelos pecados. (Lucas 11:2, 4) Além disso, alguns cristãos que tinham a esperança de ser salvos acabaram perdendo essa oportunidade porque deixaram de servir a Deus. — Hebreus 6:4-6; 2 Pedro 2:20, 21.

 Como surgiu a “Oração do Pecador”?

Os historiadores têm opiniões diferentes sobre a origem da “Oração do Pecador”. Alguns acreditam que esse costume surgiu durante a Reforma Protestante, que começou em 1517. Outros acham que as pessoas começaram a fazer a “Oração do Pecador” durante os séculos 18 e 19, quando surgiram novos grupos religiosos. De qualquer forma, a Bíblia não apoia o uso dessa oração — na verdade, esse costume de repetir orações prontas vai contra o que a Bíblia ensina.

^ parágrafo 3 A Bíblia mostra que Jeová é o nome de Deus.