Pular para conteúdo

AJUDA PARA A FAMÍLIA | PARA OS PAIS

Pais, filhos e smartphones — Parte 2: Ensine seu filho a usar um smartphone de maneira responsável

Um smartphone é como uma serra elétrica: dependendo de como é usado, pode ser muito útil ou muito perigoso. Como você pode ensinar seu filho a usar com responsabilidade essa ferramenta poderosa? Por exemplo, quanto tempo por dia ele poderá usar o smartphone? *

 O que você precisa saber

  • Um smartphone expõe seu filho a perigos. Como mostrado no artigo “Pais, filhos e smartphones — Parte 1: Meu filho deve ter um smartphone?”, um smartphone dá acesso a tudo que a internet tem a oferecer, tanto coisas boas como ruins.

    “É fácil esquecer que um smartphone pode colocar nossos filhos em contato com todo tipo de pessoas e ideias perigosas.” — Brenda.

  • Os filhos precisam de orientação. Os jovens usam a tecnologia desde que nasceram, enquanto os adultos começaram a usá-la há relativamente pouco tempo. Mas isso não quer dizer que os pais não sabem nada sobre tecnologia e que os filhos é que devem decidir como e quando usar seus smartphones.

    É verdade que pode ser mais fácil para os filhos do que para os pais usar um smartphone, mas não confunda habilidade com maturidade. Até mesmo as crianças que sabem muito bem como usar as tecnologias ainda precisam da orientação dos pais para usar um smartphone de maneira responsável.

    “Dar um smartphone para o seu filho sem antes dar treinamento é a mesma coisa que entregar para ele as chaves de um carro, colocá-lo no banco do motorista, ligar o motor e só dizer ‘por favor, tenha cuidado’, sem antes ensiná-lo como dirigir.” — Seth.

 O que você pode fazer

  • Descubra quais são os recursos do celular do seu filho. Procure conhecer as ferramentas do smartphone para que você possa ajudar seu filho a usá-lo de maneira responsável. Por exemplo:

    Que configurações de controle parental o celular do seu filho tem para limitar o tempo de uso e o tipo de conteúdo que ele acessa?

    Você sabia que as configurações que bloqueiam conteúdos inapropriados nem sempre funcionam?

    Quanto mais você souber sobre o celular do seu filho, mais bem preparado você vai estar para ajudá-lo a usar o smartphone com responsabilidade.

    Princípio bíblico: “Com o conhecimento o homem aumenta a sua força.” — Provérbios 24:5.

  • Estabeleça limites. Decida o que você vai e não vai permitir. Por exemplo:

    Seu filho vai poder usar o celular durante as refeições ou enquanto vocês estiverem na companhia de parentes ou amigos?

    Ele vai poder ficar com o celular no quarto dele durante a noite?

    Que aplicativos ele vai poder usar?

    Quanto tempo por dia ele vai poder ficar no celular?

    Deixe suas regras bem claras e esteja preparado para disciplinar seu filho se ele as quebrar.

    Princípio bíblico: “Não deixe de disciplinar o jovem.” — Provérbios 23:13, nota.

  • Fique de olho. Saiba qual é a senha do celular do seu filho e, quando achar necessário, verifique as mensagens, aplicativos, fotos e sites que ele visitou.

    “Nós falamos para a nossa filha que, de tempos em tempos, nós faríamos verificações no celular dela sem avisar antes. Se ela usasse o celular de maneira irresponsável, nós iríamos criar novas regras.” — Lorraine.

    Os pais têm todo o direito de saber o que os filhos estão fazendo no smartphone.

    Princípio bíblico: “Uma criança mostra o que é pelas suas ações, se o seu comportamento é puro e correto.” — Provérbios 20:11.

  • Ensine bons valores. Ajude seu filho a querer fazer o que é certo. Por que isso é importante? Porque, se uma criança realmente quer esconder algo dos pais, ela vai encontrar um jeito de fazer isso, não importa o que os pais façam. *

    Por isso, ajude seu filho a desenvolver boas qualidades como honestidade e autodomínio e a assumir responsabilidade pelas ações dele. Uma criança que tem bons valores morais provavelmente vai usar o celular de maneira responsável.

    Princípio bíblico: “Pessoas maduras . . . têm sua capacidade de discernimento treinada para saber distinguir tanto o certo como o errado.” — Hebreus 5:14.

^ parágrafo 1 Neste artigo, o termo smartphone se refere a um celular que tem acesso à internet. Ou seja, basicamente um computador portátil.

^ parágrafo 23 Por exemplo, alguns jovens usam aplicativos “fantasmas” que têm uma aparência inofensiva, como de uma calculadora, mas que escondem coisas que eles não querem que seus pais vejam.