Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Testemunhas de Jeová

Português

OS JOVENS PERGUNTAM

O que fazer se estou sofrendo bullying?

Bullying é um assunto sério. Uma pesquisa na Grã-Bretanha revelou que o bullying aparentemente contribuiu para mais de 40% dos suicídios de jovens que a mídia noticiou nesse país.

 O que é bullying? *

Bullying envolve mais do que agressões físicas. Ele também pode envolver o seguinte:

  • Agressões verbais. As meninas podem ser cruéis”, disse Celine, de 20 anos. “Nunca vou me esquecer das coisas que elas me diziam e dos nomes que me chamavam. Eu me sentia um lixo, desprezada e imprestável. Apanhar não teria doído tanto.

  • Exclusão social. Minhas colegas começaram a me evitar”, disse Haley, de 18 anos. “Diziam que não tinha mais lugar na mesa para que eu não sentasse com elas na hora do intervalo. Durante o ano inteiro, eu comia sozinha e chorava.

  • Bullying virtual. Daniel, de 14 anos, disse: “É só digitar umas palavras, e você pode acabar com a reputação, ou até com a vida, de alguém. Pode parecer exagero, mas isso pode mesmo acontecer!” O bullying virtual também inclui enviar fotos ou mensagens de texto comprometedoras usando um telefone celular.

 O que leva alguém a praticar bullying?

Veja alguns motivos comuns:

  • A própria pessoa já foi vítima de bullying. Eu não aguentava mais meus colegas me tratando mal e comecei a intimidar os outros só para ser aceito”, confessa um jovem chamado Antonio. “Mas depois eu percebi como isso era errado.

  • Maus exemplos. Muitas vezes os jovens tratam os outros . . . da mesma forma que seus pais, irmãos mais velhos ou parentes tratam uns aos outros”, escreveu Jay McGraw no livro Life Strategies for Dealing With Bullies (Estratégias para Lidar com o Bullying).

  • A pessoa quer dar a impressão de que é melhor do que os outros, mas na verdade é insegura. Os jovens que praticam o bullying têm um ar de superioridade que geralmente disfarça mágoas profundas e sentimentos de inferioridade”, disse Barbara Coloroso no livro The Bully, the Bullied, and the Bystander (O Intimidador, a Vítima e a Testemunha).

 Quem são as vítimas mais prováveis?

  • Solitários. Alguns jovens que têm dificuldades de interação social se isolam dos outros e se tornam presas fáceis para os intimidadores.

  • Jovens que são considerados diferentes. Alguns sofrem bullying por causa da aparência, raça, religião ou mesmo por causa de uma deficiência — qualquer coisa que possa ser usada contra eles.

  • Jovens com baixa autoestima. Os intimidadores percebem quando alguém não tem muita autoconfiança. Esses costumam ser os alvos mais fáceis, pois é pouco provável que reajam ao bullying.

 O que você pode fazer se sofrer bullying?

  • Não reaja. Eles querem saber se a provocação deu certo”, disse uma jovem chamada Kylie. “Se você não reagir, eles vão desistir.” A Bíblia diz: “Aquele que é sábio [se] mantém calmo até o último.” — Provérbios 29:11.

  • Não revide. Em vez de resolver o problema, a vingança só vai piorar a situação. A Bíblia diz: “Não paguem o mal com o mal.” — Romanos 12:17, Bíblia Fácil de Ler; Provérbios 24:19.

  • Evite o perigo. Sempre que possível, evite pessoas e situações que poderiam aumentar as chances de você sofrer bullying. — Provérbios 22:3.

  • Tenha uma reação inesperada. Muitas vezes, o intimidador espera que a vítima fique irritada. Então, faça o que a Bíblia diz: “Uma resposta, quando branda, faz recuar o furor.” — Provérbios 15:1.

  • Leve na esportiva. Por exemplo, se alguém o chamasse de gordo, você poderia simplesmente balançar os ombros e dizer: “É, acho que preciso mesmo perder uns quilinhos.

  • Vá embora sem dizer nada. Nora, de 19 anos, disse: “O silêncio mostra que você é maduro e mais forte do que o intimidador. É uma evidência de autocontrole — uma coisa que ele não tem.

  • Desenvolva mais autoconfiança. Eles percebem quando você não está à vontade”, disse uma jovem chamada Rita, “e talvez usem isso para acabar com o que tiver sobrado de sua autoconfiança”.

  • Conte para alguém. De acordo com uma pesquisa, mais da metade de todas as vítimas de bullying na internet não contam para ninguém, talvez por vergonha (especialmente no caso dos rapazes) ou por medo de uma vingança. Mas lembre-se de que os intimidadores esperam que você não conte para ninguém. Assim, esse pode ser o primeiro passo para dar um fim no pesadelo.

^ parágrafo 9 Bullying é uma palavra de origem inglesa que se refere a “toda e qualquer forma de atitude agressiva, intencional e repetida, que ocorre sem motivação aparente, entre estudantes, no ambiente escolar, dentro de uma relação desigual de poder”. — Grande Dicionário Sacconi