Pular para conteúdo

TEVE UM PROJETO?

A incrível pele do pepino-do-mar

O pepino-do-mar é um animal que vive nos recifes de coral e no fundo do mar. A pele dele pode ser rugosa, cheia de protuberâncias ou até de espinhos. O pepino-do-mar é muito adaptável. Em questão de minutos ou até de segundos, ele pode se tornar mole como gelatina ou duro como uma tábua de madeira. Assim, ele consegue se contorcer para entrar em espaços apertados e depois endurecer para que os predadores não consigam tirá-lo dali. O pepino-do-mar tem essa habilidade por causa da sua incrível pele.

Analise o seguinte: A pele do pepino-do-mar pode variar entre dura, mole e um estado intermediário. Para fazer essa mudança, o pepino-do-mar conecta ou desconecta fibras na sua pele usando proteínas que ajudam a endurecer ou amolecer a pele.

Algumas proteínas servem para conectar as fibras e fazer a pele ficar mais dura. Já outras proteínas desconectam essas fibras, fazendo a pele ficar mole. A pele do pepino-do-mar pode ficar tão mole que parece até que está derretendo.

Os cientistas estão tentando desenvolver materiais que tenham as mesmas características de adaptação da pele do pepino-do-mar. Eles querem criar eletrodos para cirurgias cerebrais que sejam firmes o suficiente para serem colocados no lugar exato, e que depois fiquem macios para evitar que o corpo os rejeite.

O que você acha? A incrível pele do pepino-do-mar é resultado da evolução? Ou teve um projeto?