Pular para conteúdo

OS JOVENS PERGUNTAM

Como posso explicar minhas crenças sobre sexo?

“Não acredito! Você ainda é virgem?”

Se você quiser responder e sua resposta for sim, como poderá dizer isso de modo confiante? Este artigo vai ajudar você!

 O que é ser virgem?

Para muitos, virgem é alguém que nunca teve relações sexuais.

Mas as relações sexuais não são o único tipo de atividade sexual que existe. Algumas pessoas talvez se considerem “tecnicamente virgens” porque, apesar de já terem feito quase tudo, nunca tiveram relações sexuais.

No entanto, sexo oral, sexo anal e masturbar outra pessoa também são formas de atividade sexual.

Conclusão: Virgem é alguém que não praticou nenhum tipo de ato sexual que envolvesse as partes genitais de outra pessoa.

 O que a Bíblia diz sobre sexo?

A Bíblia diz que as atividades sexuais só devem acontecer entre um homem e uma mulher que são casados. (Provérbios 5:18) Assim, para agradar a Deus, a pessoa não pode se envolver em nenhum tipo de atividade sexual sem ser casada. — 1 Tessalonicenses 4:3-5.

Alguns dizem que o conceito da Bíblia é ultrapassado e completamente fora da realidade atual. Mas não se esqueça de que o mundo atual sofre com divórcio, gravidez indesejada e doenças sexualmente transmissíveis. Para falar a verdade, o mundo atual não tem a mínima condição de dar conselhos sobre moral! — 1 João 2:15-17.

Se você parar para pensar, o padrão bíblico de moral faz sentido. Por exemplo: Se alguém lhe desse uma maleta cheia de dinheiro, você a jogaria pela janela para o primeiro que passasse pela rua?

O mesmo se aplica ao sexo. “Eu não quero desperdiçar minha virgindade com uma pessoa de quem eu nem vou lembrar daqui a alguns anos”, disse Sierra, de 14 anos. Tammy, de 17 anos, concorda: “A virgindade é uma coisa especial demais para jogar fora.”

Conclusão: A Bíblia diz que aqueles que ainda não são casados devem permanecer virgens e manter uma conduta pura. — 1 Coríntios 6:18; 7:8, 9.

 No que você acredita?

  • Você acredita que o conceito da Bíblia sobre sexo é razoável ou é restritivo demais?

  • Você acredita que duas pessoas não casadas que dizem que se amam podem fazer sexo?

Depois de pensar bem no assunto, muitos jovens concluíram que manter a virgindade e uma conduta pura é a melhor coisa a fazer. Eles não se arrependem dessa decisão nem acham que estão perdendo alguma coisa. Veja o que alguns deles têm a dizer:

  • “Eu tenho orgulho de ser virgem! O que tem de errado em querer evitar a dor emocional, mental e física que o sexo antes do casamento pode causar?” — Emily.

  • “Eu só saio ganhando. Eu não tenho uma lista de relacionamentos que não deram certo nem tenho a menor chance de ter uma doença sexualmente transmissível.” — Elaine.

  • “Já ouvi várias garotas da minha idade ou mais velhas dizerem que se arrependeram de ter feito sexo e que gostariam de ter esperado mais, e eu não quero cometer o mesmo erro.” — Vera.

  • “Já vi muita gente que tem cicatrizes emocionais e traumas por ter perdido a virgindade ou tido vários parceiros sexuais. Para mim, viver assim é deprimente.” — Deanne.

Conclusão: Você precisa estar convicto do que acredita antes de surgir uma pressão ou tentação para fazer sexo. — Tiago 1:14, 15.

 Como você pode explicar suas crenças a outros?

O que você deve dizer se alguém lhe perguntar a respeito de suas crenças sobre sexo? Depende muito da situação.

“Se a pessoa perguntasse só para zombar de mim, eu não aceitaria isso de cabeça baixa. Eu diria ‘Isso não é da sua conta’ e iria embora.” — Corinne.

“Infelizmente, tem gente na escola que gosta de zombar dos outros só para se divertir. Se me perguntassem com esse objetivo, eu não responderia nada.” — David.

Você sabia? Quando alguém zombava de Jesus, às vezes ele “respondia” com o silêncio. — Mateus 26:62, 63.

Mas e se a pessoa estiver sendo sincera ao fazer uma pergunta? Se você acha que a pessoa talvez respeite a Bíblia, você poderia citar um texto bíblico como 1 Coríntios 6:18, que diz que a pessoa que faz sexo antes do casamento peca contra seu próprio corpo, ou seja, prejudica a si mesma.

Quer você use a Bíblia quer não, o importante é você falar com convicção. Lembre-se de que você tem todo o direito de ter orgulho de sua decisão de se manter moralmente puro. — 1 Pedro 3:16.

“Responder de modo confiante mostra que você não tem dúvida de suas crenças e que você tem uma conduta pura porque isso é certo, e não só porque alguém disse para você fazer isso.” — Jill.

Conclusão: Se você tiver convicção de suas crenças sobre sexo, conseguirá explicá-las a outros. E você talvez se surpreenda com a reação deles. “Meus colegas de trabalho até me elogiaram por manter a virgindade”, disse Melinda, de 21 anos. “Eles não acham isso estranho. Eles acham que é uma evidência de autocontrole e boa moral.”

Dica! Se você precisar de ajuda para fortalecer suas convicções, baixe a tabela “Como explicar suas crenças sobre sexo”. Também veja os livros Os Jovens Perguntam — Respostas Práticas.

  •  O capítulo 24 do Volume 1 tem o tema: “Será que o sexo vai melhorar meu namoro?

  •  O capítulo 5 do Volume 2 tem o tema: “Por que permanecer virgem?

“Eu gosto muito dos argumentos dos livros ‘Os Jovens Perguntam’. Por exemplo, a página 187 do Volume 1 compara fazer sexo antes do casamento a oferecer um colar caro de graça. Você desvaloriza a si mesmo. A página 177 mostra que fazer sexo antes do casamento é como pegar um lindo quadro e usá-lo para limpar os pés. Mas a minha ilustração favorita é a da página 54 do Volume 2. A legenda diz: ‘Fazer sexo antes do casamento é como abrir um presente antes de ele ter sido entregue a você.’ É como se você roubasse uma coisa que pertence a outra pessoa: seu futuro marido ou esposa.” — Victoria.