Pular para conteúdo

OS JOVENS PERGUNTAM

Como posso resistir às tentações?

O apóstolo Paulo escreveu: “Quando quero fazer o que é certo, está presente em mim o que é mau.” (Romanos 7:21) Você já se sentiu assim também? Se já, este artigo pode te ajudar a lutar contra o desejo de fazer algo errado.

 O que você precisa saber

A tentação e a pressão dos colegas geralmente andam lado a lado. A Bíblia diz: “Más companhias corrompem a boa moral.” (1 Coríntios 15:33, nota) A pressão dos colegas ou da mídia pode fazer você sentir desejos errados que podem te levar a uma situação tentadora, ou até mesmo fazer com que você “vá atrás da multidão para fazer o mal”. — Êxodo 23:2.

“A pressão para ser aceito pelos outros pode te levar a fazer qualquer coisa que eles façam, só para ganhar a aprovação deles.” — Jeremy.

Para você pensar: Por que pode ser mais difícil resistir a uma tentação quando você se importa muito com o que os outros pensam de você? — Provérbios 29:25.

Conclusão: Não deixe que a pressão dos seus colegas tente você a fazer o que sabe que é errado.

 O que você pode fazer

Entenda bem suas crenças. Se você não tiver certeza do que acredita, pode virar um boneco que os outros controlam. É muito melhor seguir o conselho da Bíblia de ‘se certificar de todas as coisas e se apegar ao que é bom’. (1 Tessalonicenses 5:21) Se você entender bem suas crenças, vai ser mais fácil se apegar a elas e vai ser mais difícil ceder à tentação de ir contra elas.

Para você pensar: Por que você acredita que obedecer a Deus é para o seu próprio bem?

“Eu percebo que as pessoas me respeitam mais quando eu me apego ao que acredito e não cedo a uma tentação.” — Kimberly.

Exemplo bíblico: Daniel. Enquanto provavelmente ainda era adolescente, Daniel “decidiu no coração” obedecer às leis de Deus. — Daniel 1:8.

Se você não tem certeza do que acredita, pode virar um boneco que os outros controlam

Conheça os seus pontos fracos. A Bíblia fala dos “desejos da juventude”, ou seja, desejos que são muito fortes quando você é jovem. (2 Timóteo 2:22) Esses desejos não incluem apenas os impulsos sexuais, mas também o desejo de ser aceito pelas pessoas e de ser independente dos pais antes de estar realmente preparado para isso.

Para você pensar: A Bíblia diz que “cada um é provado ao ser atraído e seduzido pelo seu próprio desejo”. (Tiago 1:14) Então, que desejo pode ser a sua maior tentação?

“Seja honesto com você mesmo sobre que tentações podem ser as mais difíceis para você resistir. Pesquise sobre como pode vencer essas tentações e anote dicas práticas que podem te ajudar. Assim, da próxima vez que enfrentar uma dessas tentações, você vai saber como resistir.” — Sylvia.

Exemplo bíblico: Davi. Algumas vezes, Davi cedeu à pressão de outros e até mesmo aos seus próprios desejos. Mas ele aprendeu com os seus erros e se esforçou para melhorar. Ele orou a Jeová: “Cria em mim um coração puro, ó Deus, e põe dentro de mim um espírito novo, firme.” — Salmo 51:10.

Esteja no controle. A Bíblia diz: “Não se deixe vencer pelo mal.” (Romanos 12:21) Isso quer dizer que você não precisa ser uma vítima das tentações. Você pode escolher fazer a coisa certa.

Para você pensar: Em uma situação que você talvez seja tentado a fazer o que é errado, o que você pode fazer para ter certeza de que vai agir da maneira certa e mostrar que está no controle?

“Eu penso sobre como vou me sentir se eu ceder a uma tentação. Será que vou me sentir melhor? Talvez, mas vai ser por pouco tempo. Será que vou me sentir melhor depois de algum tempo? Não, só vou me sentir pior. Será que vale a pena? Com certeza, não!” — Sophia.

Exemplo bíblico: Paulo. Paulo admitiu que tinha desejos errados, mas ele estava no controle. Ele disse: “Disciplino severamente o meu corpo e o conduzo como escravo.” — 1 Coríntios 9:27, nota.

Conclusão: É você quem está no controle. Você que decide se vai resistir ou não a uma tentação.

Lembre-se de que as tentações são passageiras. Melissa, de 20 anos, diz: “Quando eu estava no ensino médio, tinha muitas coisas que eu achava difíceis de resistir. Mas, agora, essas coisas não me afetam mais. Pensar nisso me dá a certeza de que as tentações de agora também vão passar e que no futuro, quando eu olhar para trás, vou ver que minha vida é muito melhor por ter resistido a elas.”