Pular para conteúdo

Pular para sumário

 MATÉRIA DE CAPA | COMO LIDAR COM A ANSIEDADE

Ansiedade por causa do perigo

Ansiedade por causa do perigo

“Quando ouço a sirene, meu coração dispara e corro para um abrigo antibomba”, diz Alona. “Mas, mesmo ali, fico ansiosa. É ainda pior quando estou ao ar livre, pois não há onde se esconder. Uma vez, eu estava andando na rua e de repente, do nada, comecei a chorar e a sentir falta de ar. Levei horas para me acalmar. Daí, a sirene tocou, e começou tudo de novo.”

Alona

A guerra é apenas um dos muitos fatores que podem pôr sua vida em perigo. Por exemplo, descobrir que você ou alguém que você ama tem uma doença muito grave pode ser tão devastador como ser atingido por uma bomba. Já outros ficam muito ansiosos com o futuro. Eles se perguntam: ‘Será que nossos filhos ou netos terão que viver num mundo de guerra, crime, poluição, aquecimento global e epidemias?’ Como podemos lidar com esse tipo de ansiedade?

Sabendo que coisas ruins acontecem, a pessoa sábia ‘vê a calamidade e se esconde’. (Provérbios 27:12) Assim como procuramos nos proteger fisicamente, precisamos proteger nossa saúde mental e emocional. O entretenimento violento, e até noticiários repletos de imagens chocantes, aumenta nossa ansiedade e a de nossos filhos. Evitar se expor a essas coisas não significa ser covarde ou ignorar o  que acontece no mundo. Na realidade, Deus não projetou nossa mente para ser continuamente exposta à maldade. Por isso, em vez de nos concentrar em coisas más, devemos encher a mente com “coisas que são verdadeiras, . . . justas, . . . castas, . . . amáveis”. Se fizermos isso, “o Deus de paz” nos dará paz na mente e no coração. — Filipenses 4:8, 9.

A IMPORTÂNCIA DA ORAÇÃO

A verdadeira fé nos ajuda a lidar com a ansiedade. A Bíblia nos aconselha a ‘ser vigilantes, visando as orações’. (1 Pedro 4:7) Podemos pedir ajuda a Deus, bem como sabedoria e coragem, para lidar com nossa situação e confiar que “ele nos ouve com respeito àquilo que pedimos”. — 1 João 5:15.

Com seu marido, Avi

A Bíblia explica que “o governante deste mundo” é Satanás, não Deus, e que “o mundo inteiro [está] no poder do iníquo”. (João 12:31; 1 João 5:19) Por isso, Jesus não usou apenas uma figura de linguagem quando nos ensinou a orar: “Livra-nos do iníquo.” (Mateus 6:13) Alona diz: “Toda vez que a sirene toca, peço a Jeová que me ajude a controlar minhas emoções. Também, meu querido marido telefona para mim e ora junto comigo. Orar realmente ajuda.” É como a Bíblia diz: “Jeová está perto de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em veracidade.” — Salmo 145:18.

NOSSA ESPERANÇA PARA O FUTURO

Em seu Sermão do Monte, Jesus ensinou seus seguidores a orar: “Venha o teu reino.” (Mateus 6:10) O Reino de Deus removerá para sempre toda ansiedade ruim. Por meio de Jesus, o “Príncipe da Paz”, Deus fará “cessar as guerras até a extremidade da terra”. (Isaías 9:6; Salmo 46:9) “[Deus] certamente fará julgamento entre muitos povos. . . . Não levantarão espada, nação contra nação, nem aprenderão mais a guerra. . . . Não haverá quem os faça tremer.” (Miqueias 4:3, 4) Famílias felizes ‘construirão casas e as ocuparão; plantarão vinhedos e comerão os seus frutos’. (Isaías 65:21) “E nenhum residente dirá: ‘Estou doente.’” — Isaías 33:24.

Hoje, mesmo tomando todas as precauções, nem sempre é possível evitar estar no lugar errado na hora errada, e imprevistos acontecem. (Eclesiastes 9:11) Assim como ocorre há séculos, as guerras, a violência e as doenças continuam matando pessoas boas. Que esperança existe para essas vítimas inocentes?

Incontáveis milhões de pessoas, cujo número exato só Deus sabe, viverão novamente. Por enquanto, eles estão dormindo, seguros na memória perfeita de Deus, até o dia em que “todos os que estão nos túmulos memoriais . . . sairão”. (João 5:28, 29) Falando sobre a ressurreição, a Bíblia diz: “Temos esta esperança como âncora para a alma, tanto segura como firme.” (Hebreus 6:19) E Deus “tem fornecido garantia a todos os homens, visto que ressuscitou [Jesus] dentre os mortos”. — Atos 17:31.

Atualmente, mesmo os que estão tentando agradar a Deus enfrentam ansiedades. Por tomarem medidas práticas, se achegarem a Deus por meio da oração e fortalecerem sua fé na esperança bíblica para o futuro, Paul, Janet e Alona conseguem lidar bem com a ansiedade. Assim como aconteceu com eles, “que o Deus que dá esperança vos encha de toda alegria e paz pela vossa crença [nele]”. — Romanos 15:13.