Pular para conteúdo

Pular para sumário

Você consegue ver o Deus invisível?

Você consegue ver o Deus invisível?

“DEUS é Espírito”, invisível aos olhos humanos. (João 4:24) No entanto, a Bíblia diz que algumas pessoas ‘viram’ a Deus. (Hebreus 11:27) É realmente possível ver o “Deus invisível”? — Colossenses 1:15.

Podemos comparar nossa situação à de uma pessoa que nasceu cega. Será que a cegueira impede a pessoa de entender o que acontece à sua volta? Não necessariamente. Um cego pode reconhecer pessoas, objetos e atividades ao seu redor utilizando vários meios. “A visão não está nos olhos”, disse um homem cego. “Está na mente.”

Da mesma maneira, embora você não consiga ver a Deus com seus olhos físicos, você pode usar ‘os olhos do coração’ para vê-lo. (Efésios 1:18) Veja três maneiras de fazer isso.

“CLARAMENTE VISTAS DESDE A CRIAÇÃO DO MUNDO”

Uma pessoa cega geralmente tem audição e tato aguçados, que ela usa para entender as coisas que não consegue ver. Do mesmo modo, você pode usar os sentidos para observar o mundo à sua volta e conhecer o Deus que o criou. “Suas qualidades invisíveis são claramente vistas desde a criação do mundo em diante, porque são percebidas por meio das coisas feitas.” — Romanos 1:20.

Por exemplo, pense em nosso lar. A Terra foi projetada não apenas para manter nossa existência, mas também para tornar nossa vida prazerosa. É muito bom sentir no rosto uma leve brisa ou o agradável calor do sol, saborear uma fruta suculenta ou ouvir o suave canto dos pássaros. Não concorda que essas dádivas mostram o cuidado, o carinho e a generosidade de nosso Criador?

O que você pode aprender de Deus ao observar o Universo? Uma das coisas é que Deus é muito poderoso. Pesquisas recentes mostram que o Universo está se expandindo, e que isso está acontecendo num ritmo cada vez mais acelerado. Ao olhar para o céu à noite, talvez nos perguntemos qual é a fonte da energia responsável por esse fenômeno. A Bíblia diz que o Criador tem ilimitada “energia dinâmica”. (Isaías 40:26) E a criação de Deus comprova que ele é “Todo-poderoso”, “sublime em poder”. — Jó 37:23.

‘ELE O TEM EXPLICADO’

Uma mãe de dois meninos cegos diz: “A criança cega aprende principalmente por escutar. Por isso, você precisa descrever para ela tudo o que vê e ouve, e fazer isso o tempo todo. É como se você fosse os olhos dela.” De modo similar, embora ‘nenhum homem jamais tenha visto a Deus’, o Filho de Deus, Jesus, ‘que está junto do Pai, é quem o tem explicado’. (João 1:18) Como primeira criação e Filho unigênito de Deus, Jesus se tornou nossos “olhos” nos céus. Ele é a melhor fonte de informações sobre o Deus invisível.

Veja algumas das coisas que Jesus disse sobre Deus, com quem viveu por muito tempo no céu:

  • Deus trabalha incansavelmente. “Meu Pai tem estado trabalhando até agora.” — João 5:17.

  • Deus conhece nossas necessidades. “Vosso Pai, sabe de que coisas necessitais antes de lhe pedirdes.” — Mateus 6:8.

  • Deus bondosamente faz provisões para nós. “Vosso Pai, que está nos céus . . . faz o seu sol levantar-se  sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos.” — Mateus 5:45.

  • Deus valoriza cada um de nós. “Não se vendem dois pardais por uma moeda de pequeno valor? Contudo, nem mesmo um deles cairá ao chão sem o conhecimento de vosso Pai. Porém, os próprios cabelos de vossa cabeça estão todos contados. Portanto, não temais; vós valeis mais do que muitos pardais.” — Mateus 10:29-31.

UM HUMANO QUE REFLETIU O DEUS INVISÍVEL

Os cegos percebem as coisas de maneira diferente das pessoas que enxergam. Uma pessoa cega não consegue relacionar uma sombra a uma área escura, mas sim a uma área fresca protegida do calor do sol. Assim como uma pessoa totalmente cega precisa usar outro sentido para entender o que é uma sombra, nós precisamos de outro meio para “ver” a Jeová. Por isso, Jeová nos ajuda a entendê-lo por meio de um humano que demonstrou perfeitamente suas qualidades e personalidade.

Esse humano foi Jesus. (Filipenses 2:7) Jesus não apenas falou sobre seu Pai, mas também nos mostrou como Jeová é. Filipe, um discípulo de Jesus, pediu: “Senhor, mostra-nos o Pai.” Em resposta, Jesus disse: “Quem me tem visto, tem visto também o Pai.” (João 14:8, 9) O que você pode aprender sobre o Pai por meio das ações de Jesus?

Jesus era caloroso, humilde e acessível. (Mateus 11:28-30) Sua personalidade animava e atraía as pessoas. Jesus sentia a dor de outros e compartilhava suas alegrias. (Lucas 10:17, 21; João 11:32-35) Ao ler ou ouvir os relatos bíblicos sobre Jesus, você pode usar sua imaginação para tornar esses relatos mais reais para você. Meditar no modo como Jesus tratou as pessoas o ajudará a entender melhor a maravilhosa personalidade de Deus e o fará se sentir atraído a Ele.

JUNTANDO AS PARTES

Falando a respeito de como os cegos percebem o mundo, uma autora diz: “Eles captam pequenas informações através de vários meios (tato, olfato, audição e assim por diante) e depois precisam juntar todas essas informações.” Do mesmo modo, quando você observa as obras criativas de Deus, lê o que Jesus disse sobre seu Pai e medita em como Jesus demonstrou as qualidades de Deus, um belo quadro sobre Jeová se forma. Ele se torna mais real para você.

Jó, da antiguidade, teve essa mesma experiência. Ele disse que a princípio “não estava entendendo”. (Jó 42:3) Mas, ao considerar cuidadosamente as maravilhas da criação de Deus, Jó se sentiu motivado a dizer: “Em rumores ouvi a teu respeito, mas agora é o meu próprio olho que te vê.” — Jó 42:5.

“Se você o procurar, ele se deixará encontrar”

O mesmo pode acontecer com você. Referindo-se a Jeová, a Bíblia diz: “Se você o procurar, ele se deixará encontrar.” (1 Crônicas 28:9, Bíblia Pastoral) As Testemunhas de Jeová ficarão felizes em ajudá-lo a buscar e encontrar o Deus invisível.