Pular para conteúdo

Pular para sumário

Sobre o futuro da humanidade

Sobre o futuro da humanidade

 O Que Aprendemos de Jesus

Sobre o futuro da humanidade

Jesus prometeu vida no céu?

Sim, ele prometeu! O próprio Jesus foi ressuscitado e ascendeu ao céu para estar com seu Pai. Mas antes de sua morte e ressurreição, ele disse a seus 11 apóstolos fiéis: “Na casa de meu Pai há muitas moradas. . . . Vou embora para vos preparar um lugar.” (João 14:2) No entanto, os que receberiam esse privilégio seriam poucos. Jesus deixou isso bem claro quando disse a seus discípulos: “Não temas, pequeno rebanho, porque vosso Pai aprovou dar-vos o reino.” — Lucas 12:32.

O que o “pequeno rebanho” fará no céu?

O Pai deseja que esse pequeno grupo faça parte de um governo no céu com Jesus. Como sabemos isso? Depois de ser ressuscitado, Jesus revelou ao apóstolo João que alguns fiéis ‘reinariam sobre a terra’. (Revelação [Apocalipse] 1:1; 5:9, 10) Isso é uma boa notícia. Uma das maiores necessidades da humanidade é ter um bom governo. O que esse governo de Jesus realizará? Jesus disse: “Na recriação, quando o Filho do homem se assentar no seu glorioso trono, vós, os que me seguistes, também estareis sentados em doze tronos.” (Mateus 19:28) O governo de Jesus e de seus seguidores resultará na “recriação”, ou renovação, das condições perfeitas que o primeiro casal humano tinha na Terra antes de pecar.

 Que esperança Jesus deu para o restante da humanidade?

Em contraste com Jesus, que foi criado para viver no céu, a humanidade foi criada para viver na Terra. (Salmo 115:16) Por isso, Jesus disse: “Vós sois dos domínios de baixo; eu sou dos domínios de cima.” (João 8:23) Ele falou sobre um futuro maravilhoso para a humanidade na Terra. Certa vez, Jesus disse: “Felizes os de temperamento brando, porque herdarão a terra.” (Mateus 5:5) Ele estava se referindo ao salmo inspirado que diz: “Os próprios mansos possuirão a terra e deveras se deleitarão na abundância de paz. Os próprios justos possuirão a terra e residirão sobre ela para todo o sempre.” — Salmo 37:11, 29.

Assim, os do “pequeno rebanho”, que vão para o céu, não são os únicos que receberão vida eterna. Jesus também falou de uma esperança que está disponível a milhões de pessoas em todo o mundo. Ele disse: “Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, a fim de que todo aquele que nele exercer fé não seja destruído, mas tenha vida eterna.” — João 3:16.

Como Deus livrará a humanidade do sofrimento?

Jesus falou de um alívio de duas fontes de opressão quando disse: “Agora há um julgamento deste mundo; agora será lançado fora o governante deste mundo.” (João 12:31) Primeiro, os homens que não servem a Deus e que causam sofrimento serão julgados e destruídos. E, segundo, Satanás será posto fora de ação e não mais desencaminhará a humanidade.

O que acontecerá com aqueles que ao longo da história viveram e morreram sem ter oportunidade de aprender sobre Deus e Cristo, e de exercer fé neles? Jesus disse a um malfeitor que morreu ao seu lado: “Estarás comigo no Paraíso.” (Lucas 23:43) Esse homem, assim como milhões de outras pessoas, terá oportunidade de aprender sobre Deus quando Jesus o levantar dos mortos no Paraíso na Terra. Ele terá então oportunidade de estar entre os mansos e justos que receberão a vida eterna na Terra. — Atos 24:15.

Para mais informações, veja os capítulos 3 e 7 do livro O Que a Bíblia Realmente Ensina?. *

[Nota(s) de rodapé]

^ parágrafo 13 Publicado pelas Testemunhas de Jeová.

[Foto na página 23]

“Os próprios justos possuirão a terra e residirão sobre ela para todo o sempre.” — Salmo 37:29