Pular para conteúdo

Pular para sumário

Lute contra Satanás — e vença!

Lute contra Satanás — e vença!

‘Tomem sua posição contra [Satanás], sólidos na fé.’ — 1 PED. 5:9.

1. (a) Por que nossa luta contra Satanás é ainda mais importante hoje? (b) Como sabemos que é possível vencer nossa luta contra Satanás?

SATANÁS está em guerra contra o restante ungido e as “outras ovelhas”. (João 10:16) O objetivo do Diabo é devorar o maior número possível de servos de Jeová no curto período que lhe resta. (Leia Revelação 12:9, 12.) Será que podemos vencer nossa luta contra Satanás? Sim! A Bíblia diz: “Oponde-vos ao Diabo, e ele fugirá de vós.” — Tia. 4:7.

2, 3. (a) Como a ideia de que Satanás não existe acaba ajudando a ele? (b) Como você sabe que Satanás é real?

2 Muitos nem acreditam que Satanás existe — e até zombam dessa ideia. Para eles, Satanás e os demônios são personagens fictícios de livros, filmes de terror e videogames. Essas pessoas acham que só os tolos acreditam em espíritos maus. Mas você acha que Satanás se incomoda com o fato de ele e seus cúmplices invisíveis serem rebaixados a meros personagens de folclore? Nem um pouco! Afinal, fica mais fácil para Satanás cegar a mente daqueles que duvidam de sua existência. (2 Cor. 4:4) Promover a ideia de que os espíritos não existem é uma das muitas maneiras de Satanás desencaminhar as pessoas.

3 Como servos de Jeová, não estamos entre os que são desencaminhados.  Nós sabemos que o Diabo é real, pois foi ele que falou com Eva por meio de uma serpente. (Gên. 3:1-5) Foi ele que zombou de Jeová com respeito a Jó. (Jó 1:9-12) Também, foi ele que tentou Jesus. (Mat. 4:1-10) E, após o nascimento do Reino de Deus em 1914, foi ele que começou a “travar guerra” contra o restante ungido. (Rev. 12:17) Essa guerra continua à medida que Satanás procura destruir a fé dos ungidos e das outras ovelhas. Para vencer essa luta, precisamos tomar posição contra Satanás e nos manter firmes na fé. Este artigo considera três maneiras de fazer isso.

REJEITE O ORGULHO

4. Como Satanás mostrou o quanto é orgulhoso?

4 Não existe nenhum traço de humildade em Satanás. De fato, essa criatura espiritual se atreveu a desafiar a soberania de Jeová e a se colocar como um deus rival. Isso é o cúmulo do orgulho e da presunção! Assim, uma forma de tomar posição contra Satanás é rejeitar o orgulho e cultivar a humildade. (Leia 1 Pedro 5:5.) Mas o que é o orgulho? É sempre ruim?

5, 6. (a) O orgulho é sempre ruim? Explique. (b) Que tipo de orgulho é perigoso, e que exemplos bíblicos mostram isso?

5 O orgulho pode ser definido como “sentimento de dignidade e amor-próprio” e “sentimento de satisfação que a pessoa tem, porque ela ou alguém próximo dela fez ou possui algo bom”. Não há nada de errado nisso. O apóstolo Paulo disse aos tessalonicenses: “Orgulhamo-nos de vós entre as congregações de Deus, por causa da vossa perseverança e fé em todas as vossas perseguições e tribulações que estais suportando.” (2 Tes. 1:4) Então, sentir-se bem em relação às ações de outros e até mesmo ter certo grau de orgulho de nós mesmos pode ser saudável. Não se espera que nos sintamos envergonhados da nossa família, da nossa cultura ou da região onde crescemos. — Atos 21:39.

6 Por outro lado, existe um tipo de orgulho que pode aos poucos destruir relacionamentos e prejudicar nossa amizade com Jeová. Esse sentimento pode nos levar a ficar ressentidos e a rejeitar conselhos necessários, em vez de aceitá-los humildemente. (Sal. 141:5) Esse tipo de orgulho é definido como “amor-próprio exagerado” ou “atitude arrogante de pessoas que acreditam, geralmente sem motivo válido, que são melhores que os outros”. Jeová odeia o orgulho arrogante. (Eze. 33:28; Amós 6:8) Mas Satanás fica muito feliz quando vê humanos mostrando esse tipo de orgulho, pois isso é um reflexo da arrogância dele. Como Satanás deve ter se alegrado ao ver a arrogância de homens como Ninrode, Faraó e Absalão — todos vítimas do tipo errado de orgulho! (Gên. 10:8, 9; Êxo. 5:1, 2; 2 Sam. 15:4-6) O orgulho também contribuiu para a ruína de Caim. Ele foi aconselhado pelo próprio Deus, mas foi orgulhoso demais para aceitar a correção. Ele foi teimoso, ignorou o conselho e, sem pensar duas vezes, pecou contra Jeová. — Gên. 4:6-8.

7, 8. (a) O que é racismo, e como está relacionado ao orgulho? (b) Explique como o orgulho pode perturbar a paz de uma congregação.

7 Hoje, o orgulho é manifestado de várias maneiras, trazendo terríveis consequências. O orgulho às vezes caminha lado a lado com o racismo. Certo dicionário define racismo como “preconceito ou hostilidade contra indivíduos que pertencem a outras raças”. Também é “a crença de que pessoas de diferentes raças têm  diferentes qualidades e habilidades, e que algumas raças são por natureza superiores ou inferiores”. O orgulho racial tem provocado manifestações violentas, guerras e até chacinas.

8 É claro que essas coisas não podem acontecer entre o povo de Jeová. Mas desentendimentos entre irmãos, às vezes ocasionados pelo orgulho, podem sair do controle. Pelo visto, isso ocorreu entre alguns cristãos no primeiro século, a quem Tiago fez uma pergunta que dava o que pensar: “Donde procedem as guerras e donde vêm as lutas entre vós?” (Tia. 4:1) Com certeza, sentimentos arraigados de rivalidade e superioridade podem afetar nossas palavras e ações, magoando profundamente a outros. (Pro. 12:18) Não há dúvida de que o orgulho pode perturbar a paz de uma congregação.

9. Como a Bíblia nos ajuda a combater o racismo e outras formas de orgulho indevido? (Veja a gravura no início do artigo.)

9 Se temos a tendência de nos sentir superiores aos outros, precisamos nos lembrar de que todo “soberbo de coração é algo detestável para Jeová”. (Pro. 16:5) Também seria bom pensar em como encaramos pessoas de outras raças, nacionalidades ou culturas. Se nutrimos sentimentos de orgulho racial ou nacional, estamos desconsiderando o fato de que Deus “fez de um só homem toda nação dos homens”. (Atos 17:26) Nesse sentido, existe apenas uma raça, visto que toda a humanidade descende da mesma pessoa, Adão. Por isso, é um absurdo acreditar que algumas raças são por natureza superiores ou inferiores. Pensar assim ajudaria Satanás em seus esforços de acabar com nosso amor e união cristã. (João 13:35) Para vencermos nossa luta contra Satanás, devemos resistir a todas as formas de orgulho indevido. — Pro. 16:18.

EVITE O MATERIALISMO E O AMOR PELO MUNDO

10, 11. (a) Por que não é difícil sermos enlaçados pelo amor ao mundo? (b) Como Demas mostrou que amava o mundo?

10 O mundo está no controle de Satanás, pois ele é chamado de “o governante deste mundo”. (João 12:31; 1 João 5:19) Por isso, muitas coisas que o mundo promove são contrárias aos padrões bíblicos. É claro que nem tudo que o mundo oferece é ruim. Mas é de esperar que Satanás use seu mundo para explorar nossos desejos. Ele quer nos levar a pecar ou nos fazer amar o mundo e assim negligenciar nossa adoração a Jeová. — Leia 1 João 2:15, 16.

11 No primeiro século, o amor pelo mundo afetou alguns cristãos. Por exemplo, Paulo escreveu: “Demas me abandonou, porque amava o atual sistema de coisas.” (2 Tim. 4:10) A Bíblia não diz especificamente que aspecto do mundo Demas amava. Pode ser que ele tenha começado a amar as coisas materiais mais do que as espirituais. Se esse foi o caso, Demas perdeu a oportunidade de receber privilégios empolgantes — e em troca de quê? Pense nas bênçãos que Jeová lhe daria se ele continuasse servindo com Paulo. Será que o mundo seria capaz de lhe oferecer algo melhor? — Pro. 10:22.

12. Como o “poder enganoso das riquezas” pode nos enlaçar?

12 Algo parecido pode acontecer conosco. Como cristãos, é natural termos o desejo de sustentar a nós mesmos e nossa família. (1 Tim. 5:8) Jeová quer que tenhamos uma vida confortável — isso fica claro quando pensamos no belo lar que ele deu a Adão e Eva. (Gên. 2:9) Mas Satanás  pode usar “o poder enganoso das riquezas” para explorar nossos desejos. (Mat. 13:22) Muitos acham que o dinheiro traz felicidade ou que os bens materiais são o segredo de uma vida bem-sucedida. Esse modo de pensar é uma grande ilusão e pode nos levar a perder o maior bem que possuímos: nossa amizade com Jeová. Jesus alertou seus seguidores: “Ninguém pode trabalhar como escravo para dois amos; pois, ou há de odiar um e amar o outro, ou há de apegar-se a um e desprezar o outro. Não podeis trabalhar como escravos para Deus e para as Riquezas.” (Mat. 6:24) Se trabalharmos como escravos para as Riquezas, deixaremos de servir a Jeová, e isso é exatamente o que Satanás quer que façamos! Nunca deixe que o dinheiro ou as coisas que ele pode comprar ofusquem sua amizade com Jeová. Para vencer Satanás, precisamos manter um conceito equilibrado sobre as coisas materiais. — Leia 1 Timóteo 6:6-10.

RESISTA À IMORALIDADE SEXUAL

13. Como o mundo promove um conceito distorcido do casamento e do sexo?

13 Outra armadilha do mundo de Satanás é a imoralidade sexual. Hoje, muitas pessoas encaram a fidelidade no casamento — e até o casamento em si — como algo restritivo e antiquado. Por exemplo, uma atriz famosa disse: “A monogamia é impossível para ambos os sexos. Eu não conheço ninguém que seja fiel nem que queira ser.” Um ator disse: “Eu não tenho certeza se é realmente da nossa natureza ficar com a mesma pessoa pelo resto da vida.” Satanás deve ficar feliz quando pessoas influentes difamam o casamento, um presente de Deus. O Diabo não tem nenhum interesse em apoiar esse arranjo nem quer que os casamentos deem certo. Portanto, para vencer nossa luta contra Satanás, devemos ter o conceito de Deus sobre o casamento.

14, 15. Como podemos resistir à imoralidade?

14 Não importa se somos casados ou solteiros, devemos fazer o nosso máximo para resistir a todas as formas de imoralidade sexual. Isso é fácil? De forma alguma! Se você é jovem, por exemplo, talvez veja seus colegas de escola se gabarem de fazer sexo sem compromisso ou de se envolver em sexting, uma prática que em alguns lugares é equivalente a distribuir pornografia infantil. A Bíblia diz: “Quem pratica a fornicação está pecando contra o seu próprio corpo.” (1 Cor. 6:18) Doenças sexualmente transmissíveis têm gerado muito sofrimento e morte. E, segundo uma pesquisa, a maioria dos jovens solteiros que perderam a virgindade se arrependem do que fizeram. A realidade do sexo imoral é muito diferente do que é retratado pelo mundo do entretenimento, que quer nos levar a crer que desobedecer às leis de Deus não traz consequências. Pensar assim leva as pessoas a cair vítimas do “poder enganoso do pecado”. — Heb. 3:13.

15 Se você está lutando com a tentação de cometer imoralidade sexual, o que pode fazer? Reconheça sua fraqueza. (Rom. 7:22, 23) Ore a Deus pedindo forças. (Fil. 4:6, 7, 13) Evite situações que podem resultar na imoralidade. (Pro. 22:3) E, quando surgir uma tentação, rejeite-a imediatamente. — Gên. 39:12.

16. Como Jesus reagiu ao ser tentado por Satanás, e o que aprendemos disso?

16 Jesus deixou um excelente exemplo quanto a resistir a tentações. Ele não foi enganado pelas promessas de Satanás, nem cogitou a possibilidade de ceder. Em  vez disso, ele respondeu imediatamente: “Está escrito.” (Leia Mateus 4:4-10.) Jesus conhecia a Palavra de Deus, e assim pôde agir sem demora e citar as Escrituras ao ser tentado. Para vencer a luta contra Satanás, não podemos nem cogitar ceder à tentação de cometer imoralidade sexual. — 1 Cor. 6:9, 10.

PERSEVERE E VENÇA A LUTA!

17, 18. (a) Que outras armas fazem parte do arsenal de Satanás, e por que isso não deve nos surpreender? (b) O que acontecerá com Satanás, e como isso serve de incentivo para você perseverar?

17 O orgulho, o materialismo e a imoralidade sexual são apenas três armas à disposição de Satanás. Existem muitas outras. Por exemplo, alguns cristãos enfrentam oposição de parentes, zombaria de colegas de escola ou até mesmo restrições na pregação, impostas pelo governo. Essas dificuldades não nos surpreendem, pois Jesus alertou seus seguidores: “Vós sereis pessoas odiadas por todos, por causa do meu nome; mas aquele que tiver perseverado até o fim é o que será salvo.” — Mat. 10:22.

Satanás será aniquilado (Veja o parágrafo 18.)

18 Como podemos vencer nossa luta contra Satanás? Jesus disse a seus discípulos: “Pela perseverança da vossa parte adquirireis as vossas almas.” (Luc. 21:19) Nada que os humanos possam fazer deixará danos permanentes. Ninguém pode tirar de nós a valiosa amizade que temos com Deus, a menos que deixemos isso acontecer. (Rom. 8:38, 39) Nem a morte de servos de Jeová representa uma vitória para Satanás, pois Jeová os ressuscitará. (João 5:28, 29) Por outro lado, as perspectivas de Satanás são sombrias. Após a destruição de seu mundo perverso, Satanás ficará mil anos preso no abismo. (Rev. 20:1-3) No fim do Reinado Milenar de Jesus, Satanás será “solto de sua prisão” por um curto período para uma tentativa final de desencaminhar a humanidade perfeita. Depois disso, o Diabo será destruído. (Rev. 20:7-10) Não há nenhuma esperança para Satanás. Mas, para você, há! Tome sua posição contra ele, firme na fé. Lute contra Satanás — e vença!