Pular para conteúdo

Pular para sumário

Muralhas de Itchan Kala, Khiva

 PAÍSES E POVOS

Uma visita ao Uzbequistão

Uma visita ao Uzbequistão

TRANSOXIANA, a Terra entre os Rios, Tartária, Turquestão. Muitos nomes foram dados à região que atualmente inclui o Uzbequistão, a “Terra dos Uzbeques”. No século 15, as cidades do Uzbequistão eram usadas por comerciantes que viajavam pela Rota da Seda, uma rede de estradas que ligava a China ao Mediterrâneo. Hoje o principal produto da indústria têxtil do Uzbequistão é o algodão. Também são vendidos belos tapetes feitos de algodão, lã ou seda.

A cultura uzbeque tem sido influenciada por muitos povos ao longo da História. Conquistadores famosos e seus poderosos exércitos marcharam pelas montanhas e desertos do Uzbequistão. Entre eles estavam: Alexandre, o Grande, que conheceu ali sua esposa Roxana; Gêngis Khan, da Mongólia; e Timur (também conhecido como Tamerlão), que nasceu na região e governou um dos maiores impérios da História.

Roupas tradicionais

Monumentos magníficos e coloridos com cúpulas cobertas de ladrilhos azuis moldam a moderna paisagem do Uzbequistão, e muitos deles são usados como escolas.

 A Rota da Seda. Essa rede de estradas já estava em uso antes do nascimento de Cristo. Ela foi muito usada no comércio até a abertura da rota marítima para a Índia no final do século 15. A Rota da Seda passava pelo que hoje é o Uzbequistão e tinha um importante papel no comércio mundial.

Confeccionando tapetes de seda

O mar de Aral. Em resultado do desvio da água para irrigação, o mar de Aral — que já foi conhecido como o quarto maior lago do mundo — está desaparecendo. Em cooperação com outros países da Ásia Central, o Uzbequistão está tentando corrigir a situação.

Mudanças no alfabeto do Uzbequistão. Vários idiomas eram falados no país e, após a conquista islâmica no oitavo século, foi adotado o idioma árabe. Depois que o país passou a fazer parte da União Soviética, o alfabeto romano começou a ser usado e depois foi substituído pelo cirílico no final dos anos 30. Em 1993, uma nova lei estabeleceu o alfabeto uzbeque, que é baseado em caracteres romanos.

Frutas secas à venda num mercado