Pular para conteúdo

Pular para sumário

 OBSERVANDO O MUNDO

Em foco: saúde

Em foco: saúde

Apesar do progresso na medicina, as doenças continuam a afligir a humanidade. Mas, como as evidências mostram, muitos problemas de saúde podem ser evitados.

Mundo

A Organização Mundial da Saúde prevê que, até 2035, o número de pessoas diagnosticadas com câncer chegará a 24 milhões por ano — um aumento de quase 70% no número de pessoas diagnosticadas atualmente, estimado em mais de 14 milhões. Calcula-se que metade dos casos será causada por fatores relacionados ao estilo de vida, como alcoolismo, exposição à radiação, fumo, obesidade e sedentarismo.

Grã-Bretanha

Após uma audiência, o governo britânico iniciou uma investigação para descobrir se procedimentos como transfusões de sangue transmitem a variante humana da doença da vaca louca. “Ficamos extremamente preocupados por termos evidências de que essa doença incurável ainda representa um risco significativo à saúde pública”, disse Andrew Miller, membro do Parlamento. Ele também falou que há chance de a doença ser espalhada entre a população caso exista em estoque sangue e órgãos contaminados.

Noruega

A depressão pode aumentar o risco de insuficiência cardíaca em até 40%, sugere um estudo de 11 anos feito com quase 63 mil noruegueses. A Sociedade Europeia de Cardiologia mencionou que, segundo um dos autores do estudo, a depressão não apenas ativa os hormônios do estresse, que podem levar a doenças cardíacas, como também prejudica a capacidade da pessoa de seguir recomendações médicas que poderiam melhorar sua saúde.

Estados Unidos

Cientistas estão investigando os potenciais riscos à saúde do chamado “fumo de terceira mão”, ou seja, resíduos da fumaça de cigarro que ficam em superfícies e na poeira de apartamentos, quartos de hotel e veículos. Os resíduos acumulados podem se tornar cada vez mais tóxicos com o tempo.