Pular para conteúdo

Pular para sumário

 PAÍSES E POVOS

Uma visita à Costa Rica

Uma visita à Costa Rica

CINCO séculos atrás, os espanhóis visitaram pela primeira vez essa região e a chamaram de Costa Rica, achando que encontrariam ali enormes quantidades de ouro — mas suas buscas foram em vão. Essa região é conhecida atualmente, não como fonte de metais valiosos, mas como um país com uma das mais ricas biodiversidades da Terra.

Os costa-riquenhos são conhecidos como ticos, termo que vem de seu costume de acrescentar “ico” ao final das palavras para formar o diminutivo. Por exemplo, em vez de dizerem “un momento”, eles talvez digam “un momentico” (um momentinho). Na linguagem do dia a dia, eles muitas vezes dizem “¡pura vida!” para expressar que gostaram de algo, que concordam com algo ou para dizer “olá” ou “tchau”.

As florestas da Costa Rica têm uma impressionante variedade de plantas e animais, como a rã-de-olhos-vermelhos (Agalychnis callidryas)

Um dos pratos favoritos na Costa Rica é o gallo pinto (literalmente “galo pintado”) — arroz e feijão preparados separadamente, depois misturados  e temperados. O gallo pinto pode ser servido no café da manhã, almoço ou jantar. Uma bebida tradicional é o café chorreado — café coado num filtro de pano colocado num suporte, geralmente feito de madeira.

Existem cerca de 450 congregações das Testemunhas de Jeová na Costa Rica. Suas reuniões são realizadas em dez idiomas, incluindo língua de sinais costa-riquenha e dois idiomas indígenas da Costa Rica — bribri e cabecar.

VOCÊ SABIA? Foram encontradas na Costa Rica centenas de esferas de pedra meticulosamente trabalhadas. A maior delas tem quase 2,5 metros de diâmetro. Alguns calculam que elas tenham mais de 1.400 anos. Ninguém sabe ao certo por que elas foram trabalhadas dessa forma.

Esferas de pedra