Pular para conteúdo

Pular para sumário

Será que fumar é tão perigoso assim?

Será que fumar é tão perigoso assim?

 Os Jovens Perguntam

Será que fumar é tão perigoso assim?

Veja as alternativas a seguir e coloque um ✔ em cada uma que se aplica a você.

□ Sou curioso

□ Estou estressado

□ Quero ser aceito pelos colegas

□ Estou preocupado com meu peso

SE VOCÊ marcou qualquer uma das alternativas, então tem algo em comum com seus colegas que fumam ou que já pensaram em fazer isso. * Por exemplo:

Matar a curiosidade. “Eu ficava imaginando como devia ser a sensação. Então, peguei um cigarro com uma garota na escola e fumei às escondidas.” — Tracy.

Lidar com estresse e querer ser aceito. “Os colegas na escola dizem: ‘Eu preciso fumar!’ Depois de fumarem, dizem aliviados: ‘Pronto! Agora dá para continuar o dia!’ Vendo isso, quando eu ficava estressada, também sentia vontade de fumar.” — Nikki.

Perder peso. “Algumas garotas fumam para ficar magras. É muito mais fácil do que fazer dieta.” — Samantha.

Mas, antes que você acenda seu primeiro cigarro — ou o próximo —, pare e pense. Não seja como um peixe que tenta morder a isca num anzol. É verdade que ele talvez até consiga comer um pedaço, mas paga com a própria vida! Então, siga o conselho da Bíblia e use suas “claras faculdades de pensar”. (2 Pedro 3:1) Responda às seguintes perguntas.

O que você realmente sabe sobre fumar?

Marque verdadeiro ou falso.

a. ․․․ Fumar diminui o estresse.

b. ․․․ Eu consigo pôr para fora praticamente toda a fumaça.

c. ․․․ Fumar só vai afetar minha saúde quando eu ficar mais velho.

d. ․․․ Fumar vai me deixar mais atraente para pessoas do sexo oposto.

e. ․․․ Se eu fumar, o único prejudicado será eu mesmo.

f. ․․․ Não faz diferença para Deus se eu fumo ou não.

Respostas

a. Fumar diminui o estresse. — Falso. Embora fumar traga um alívio temporário para o estresse  resultante dos sintomas de abstinência, cientistas constataram que a nicotina na verdade aumenta seu nível de hormônios do estresse.

b. Eu consigo pôr para fora praticamente toda a fumaça. — Falso. Alguns estudos indicam que seu corpo absorve mais de 80% das partículas da fumaça do cigarro que você inala.

c. Fumar só vai afetar minha saúde quando eu ficar mais velho. — Falso. Embora os riscos aumentem a cada cigarro fumado, alguns efeitos são imediatos. Às vezes, um cigarro é suficiente para deixar alguém viciado. Sua capacidade pulmonar será menor, e você provavelmente sofrerá de tosse persistente. Sua pele ficará mais enrugada e de modo prematuro. Fumar aumenta o risco de disfunção sexual, ataques de pânico e depressão.

d. Fumar vai me deixar mais atraente para pessoas do sexo oposto. — Falso. O pesquisador Lloyd Johnston constatou que adolescentes que fumam são “menos atraentes para a esmagadora maioria das pessoas do sexo oposto”.

e. Se eu fumar, o único prejudicado será eu mesmo. — Falso. Milhares de fumantes passivos morrem todo ano. Fumar vai prejudicar sua família, seus amigos e até seus animais de estimação.

f. Não faz diferença para Deus se eu fumo ou não. — Falso. Aqueles que querem agradar a Deus devem se purificar de “toda imundície da carne”. (2 Coríntios 7:1) Não há dúvida de que fumar polui o corpo. Se quiser fumar e assim ficar impuro e prejudicar a si mesmo e a outros, você não poderá ser amigo de Deus. — Mateus 22:39; Gálatas 5:19-21.

Como resistir

Então, o que você vai fazer se alguém lhe oferecer um cigarro? Na maioria dos casos, basta uma resposta simples, mas firme, como: “Não, obrigado! Eu não fumo.” Se alguém insistir ou chegar a debochar de você, lembre-se de que a escolha é sua. Você pode dizer:

● “Já pensei nos riscos envolvidos e decidi não entrar nessa.”

● “Eu planejei coisas importantes na minha vida e vou precisar respirar para realizá-las.”

Mas, como os jovens já mencionados neste artigo, você talvez ache que seu maior inimigo é você mesmo. Se esse for o caso, raciocine com essa ‘voz interior’ respondendo a perguntas como:

● Fumar vai fazer bem para mim? Por exemplo, se eu decidir fumar só para ser aceito pelos colegas, será que vou ser aceito mesmo, visto que não tenho quase nada em comum com eles? Na verdade, será que eu quero ser aceito por pessoas que ficariam felizes em me ver prejudicando minha saúde?

● Será que fumar vai sair caro para o meu bolso, prejudicar minha saúde e diminuir o respeito que outros têm por mim?

● Estou disposto a vender minha amizade com Deus pelo preço de um cigarro?

 Mas e se você já fuma? O que pode fazer para se libertar desse vício?

Como parar

1. Convença a si mesmo. Escreva seus motivos para parar e reveja essa lista com regularidade. Algo que pode dar muita força é o desejo de ser puro diante de Deus. — Romanos 12:1; Efésios 4:17-19.

2. Busque ajuda. Se você tem fumado escondido, agora é hora de contar a alguém e buscar ajuda. Conte às pessoas de quem escondia o vício que você vai parar de fumar e peça ajuda a elas. Se você quer servir a Deus, ore pedindo a ajuda dele. — 1 João 5:14.

3. Marque uma data para parar. Marque em seu calendário um dia específico para parar de fumar dentro de duas semanas. Conte a sua família e amigos que vai parar nesse dia.

4. Jogue fora. Antes de chegar o dia de parar, faça uma boa procura em seu quarto, carro e roupas para ver se há algum cigarro. Jogue fora todos que encontrar, bem como isqueiros, fósforos e cinzeiros.

5. Descubra como suportar os sintomas de abstinência. Beba bastante suco de fruta ou água e durma mais. Lembre-se de que o desconforto é temporário, mas os benefícios são permanentes!

6. Evite tentações. Fique longe de lugares e situações que podem deixá-lo tentado a fumar. Você talvez precise parar de se associar com colegas que fumam. — Provérbios 13:20.

7. Evite arranjar desculpas. Não engane a si mesmo, dizendo: “Só vou dar mais uma tragada.” Pensar assim geralmente acaba numa completa recaída. — Jeremias 17:9.

Não seja enganado

Todo ano, a indústria do tabaco gasta bilhões de dólares em publicidade. Seu objetivo é que muitos jovens ingênuos mordam a isca hoje para serem adultos viciados amanhã.

Não deixe que as empresas de tabaco peguem seu dinheiro. Vale a pena morder essa isca? Nem essas empresas nem seus colegas que fumam querem de verdade o seu melhor. Em vez de dar ouvidos a eles, ouça os conselhos da Bíblia e aprenda a “tirar proveito”. — Isaías 48:17.

Outros artigos da série “Os Jovens Perguntam” estão disponíveis no site www.watchtower.org/ypt

[Nota(s) de rodapé]

^ parágrafo 8 Embora este artigo fale sobre os que fumam cigarro, os problemas e os perigos apresentados também se aplicam aos que mascam tabaco.

[Quadro/Fotos na página 27]

O QUE OUTROS JOVENS DIZEM

“Se alguém me perguntasse por que não fumo, eu diria: ‘Porque não quero acabar com meus pulmões e morrer mais rápido.’”

“Se alguém me oferecesse um cigarro, eu diria: ‘Não.’ Se insistisse, então eu diria: ‘Você está querendo tirar minha liberdade de escolha? Isso é um absurdo! Estamos em pleno século 21!’”

[Fotos]

Benjamin

Heather

[Quadro na página 28]

VOCÊ SABIA?

O tabaco sem fumaça — como fumo de mascar — pode liberar mais nicotina que o cigarro e contém mais de 25 substâncias cancerígenas que aumentam o risco de câncer na garganta e na boca.

[Quadro na página 28]

QUE TAL PERGUNTAR A SEUS PAIS?

Lidar com a pressão dos colegas é muito mais fácil quando se está preparado. Que tal perguntar a seus pais se eles podem treinar com você o que dizer se alguém lhe oferecer um cigarro? Seu pai ou sua mãe pode fazer o papel de um colega insistente. Dica: para ter algumas ideias de como responder, use a tabela “Plano para enfrentar a pressão de colegas”, nas páginas 132 e 133 do livro Os Jovens Perguntam — Respostas Práticas, Volume 2.

[Foto na página 28]

Fumar é como morder uma isca: você consegue uma recompensa, mas a um preço muito alto