Pular para conteúdo

Pular para sumário

É correto usar imagens para adorar a Deus?

É correto usar imagens para adorar a Deus?

 O Conceito da Bíblia

É correto usar imagens para adorar a Deus?

“Eu tinha aprendido que as imagens fariam com que eu me sentisse mais próximo de Deus.” — Mack.

“Nossa casa era cheia de ícones religiosos. Nós achávamos que isso agradava a Deus.” — Herta.

“Costumávamos nos curvar diante de certas imagens. Nunca paramos para pensar em como Deus se sentia em relação a isso.” — Sandra.

O QUE você acha dessas declarações? Muitos acreditam que as imagens os ajudam a adorar a Deus. É correto pensar assim? Mais importante ainda, como Deus encara isso? Veja o que a Palavra escrita de Deus, a Bíblia Sagrada, tem a dizer.

O conceito de Deus sobre as imagens

Imagens e ícones religiosos são representações, ou símbolos, de qualquer coisa que sirva como objeto de devoção ou veneração. Incluem cruzes, estátuas, pinturas ou qualquer coisa que se assemelhe a algo no céu ou na Terra. * Bandeiras também podem ser objetos de veneração.

O uso de tais objetos na adoração remonta a milhares de anos. Por isso, em 1513 AEC, ao dar os Dez Mandamentos à recém-formada nação de Israel, Deus deixou bem claro o seu ponto de vista sobre as imagens. Ele disse: “Não deves fazer para ti imagem esculpida, nem semelhança de algo que há nos céus em cima, ou do que há na terra embaixo, ou do que há nas águas abaixo da terra. Não te deves curvar diante delas, nem ser induzido a servi-las, porque eu, Jeová, teu Deus, sou um Deus que exige devoção exclusiva.” — Êxodo 20:4, 5.

Note os dois aspectos dessa proibição: primeiro, o povo não devia fazer imagens para serem usadas na adoração; segundo, eles não deviam se “curvar diante delas” ou servi-las. Por que nosso Criador proíbe que se façam imagens? Um dos motivos para não fazer imagens de Deus é que “nenhum homem jamais viu a Deus”. Jeová não é feito de matéria física; ele é um espírito que vive no domínio espiritual.  (João 1:18; 4:24) Além disso, não se deve fazer imagem de coisa alguma porque Deus exige “devoção exclusiva”. Ele diz: “A minha própria glória não darei a outrem, nem o meu louvor a imagens entalhadas.” (Isaías 42:8) Por isso, também é errado fazer uma imagem para servir de ajuda na adoração. Quando um líder israelita chamado Arão fez isso, Jeová ficou profundamente ofendido. — Êxodo 32:4-10.

Por que não se deve curvar diante delas?

A respeito das imagens, a Bíblia diz: “Têm boca, mas não podem falar; têm olhos, mas não podem ver; têm orelhas, mas não podem ouvir.” Daí acrescenta um aviso que nos faz pensar: ‘Iguais a elas se tornarão os que as fazem’, ou seja, sem vida! — Salmo 115:4-8.

A adoração de ídolos é também uma injustiça. Pergunte-se: ‘Como eu me sentiria se eu desse um presente caro ao meu filho e ele virasse as costas para mim, indo agradecer a um desconhecido ou até mesmo a um objeto sem vida?’ Isso pode ajudar você a entender como nosso Criador e Dador da Vida se sente quando outros — incluindo imagens sem vida — recebem o crédito e a adoração que de direito pertencem a Ele. — Revelação (Apocalipse) 4:11.

Pense, também, em como é humilhante para o ser humano — que foi feito à imagem de Deus — adorar um objeto sem vida! (Gênesis 1:27) Falando a respeito de alguns que faziam exatamente isso, o profeta Isaías escreveu: ‘Curvam-se diante do trabalho das mãos de alguém, diante daquilo que os dedos de alguém fizeram. E o homem terreno se encurva e o homem fica rebaixado, e não é possível que Jeová Deus lhes perdoe.’ — Isaías 2:8, 9.

O que torna essa adoração falsa ainda mais ofensiva para Deus é que ela é, na realidade, adoração de demônios, inimigos de Deus. Quando os israelitas abandonaram a Jeová, trocando-o pelas imagens, eles “foram oferecer sacrifícios a demônios, não a Deus”, relata Deuteronômio 32:17.

Será que os primeiros seguidores de Jesus Cristo adoravam imagens ou as usavam como ajudas na adoração? Não! João, apóstolo de Jesus, escreveu: “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos.” (1 João 5:21) O livro Early Church History to the Death of Constantine (A História da Igreja Primitiva até a Morte de Constantino) relata: “Nada poderia ter sido mais repugnante para os primeiros discípulos do que a adoração de imagens.”

A forma correta de adoração

Jesus disse: “Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai com espírito e verdade, pois, deveras, o Pai está procurando a tais para o adorarem.” (João 4:23) Sim, Deus quer que o conheçamos como pessoa — seus gostos, suas aversões, seus padrões e seu propósito para nós. (João 17:3) De fato, é por isso que ele providenciou que a Bíblia fosse escrita. (2 Timóteo 3:16) Além disso, visto que Deus ‘não está longe de cada um de nós’, podemos orar a ele a qualquer hora, em qualquer lugar e sem a ajuda de imagens. — Atos 17:27.

“Quando entrei num Salão do Reino das Testemunhas de Jeová, não vi imagem alguma”, diz Sandra, mencionada antes. “As Testemunhas de Jeová usaram a Bíblia para me mostrar as qualidades e os requisitos de Deus. Assim, aprendi a orar de modo a ser ouvida por ele. Agora sinto que tenho um entendimento correto sobre o Criador e uma relação achegada com ele.” De fato, Sandra descobriu que as verdades bíblicas são muito revigorantes e que podem nos libertar espiritualmente. (João 8:32) O mesmo pode acontecer no seu caso.

[Nota(s) de rodapé]

JÁ SE PERGUNTOU?

▪ Por que devemos evitar todo tipo de imagens na adoração a Deus? — Salmo 115:4-8; 1 João 5:21.

▪ Como o Deus verdadeiro deve ser adorado? — João 4:24.

▪ Como você pode aprender a verdade sobre Deus, e de que modo você pode se beneficiar disso? — João 8:32; 17:3.