Pular para conteúdo

Pular para sumário

MATÉRIA DE CAPA | O MUNDO ESTÁ FORA DE CONTROLE?

Muitos buscam a resposta

Muitos buscam a resposta

NÃO pense que você é o único a se sentir inseguro ou com medo por causa de tantas notícias ruins. Em 2014, o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama disse que a grande quantidade de notícias ruins faz muitos pensarem que “o mundo está fora de controle e que ninguém é capaz de resolver essa situação”.

Mas, um pouco depois de dizer isso, ele fez um discurso empolgado sobre as maneiras de resolver os problemas mundiais. O ex-presidente Barack Obama chamou de “boas notícias” algumas iniciativas do governo. Ele disse que estava otimista e tinha muita esperança de um futuro melhor. Para ele, com os esforços de pessoas bem intencionadas, seria possível controlar a situação do mundo e impedir o seu fim.

Muitas pessoas têm essa mesma opinião. Por exemplo, muitos acreditam que os avanços da ciência vão resolver os problemas mundiais. Um estudioso de tecnologia disse com muita confiança: “Até 2030 nossas tecnologias vão ser centenas de vezes mais poderosas e até 2045, milhões de vezes mais poderosas.” Ele também disse: “Nós estamos indo muito bem. É verdade que nossos problemas nunca foram tão grandes. Mas nossa capacidade de superar desafios é bem maior do que os nossos problemas.”

Até que ponto a situação do mundo está ruim? Será que estamos mesmo à beira de um desastre mundial? Apesar de alguns políticos e cientistas sempre dizerem que o futuro será melhor, muitas pessoas têm medo do futuro. Por quê?

ARMAS DE DESTRUIÇÃO EM MASSA. Por mais que tentem, nem as Nações Unidas nem outras organizações conseguem diminuir a quantidade de armas nucleares que existem no mundo. Na verdade, alguns líderes mundiais arrogantes não levam a sério as leis de controle de armas. Países que possuem armas nucleares se esforçam desesperadamente para modernizar suas bombas, criando armas ainda mais letais. E países que antes não tinham armas de destruição em massa hoje contam com um enorme poder de destruição.

Os países estão cada vez mais preparados para uma guerra nuclear. Isso faz do mundo um lugar muito perigoso para se viver, mesmo em épocas de certa medida de paz. Veja o que um grupo de cientistas disse: “Algo especialmente assustador são os sistemas de armas autônomas, ou seja, armas que podem tomar a decisão de matar sem a presença ou supervisão humana.” — O Boletim de Cientistas Atômicos.

NOSSA SAÚDE EM PERIGO. Mesmo com muitos avanços, a ciência não garante uma boa saúde para as pessoas. Cada vez mais, as pessoas são afetadas por fatores que colocam sua vida em risco, como pressão alta, obesidade, poluição do ar e uso de drogas. Muitos estão morrendo por causa de uma infinidade de doenças não transmissíveis, como o câncer, doenças cardiovasculares e diabetes. E um número cada vez maior de pessoas sofre com outros problemas de saúde, como doenças emocionais e mentais. E quem diria que nos últimos anos veríamos um surto de doenças tão perigosas como ebola e zica? Tudo isso mostra que as doenças estão fora do controle dos humanos e, por enquanto, não há nenhuma luz no fim do túnel.

AS PESSOAS CONTRA A NATUREZA. As fábricas continuam a poluir o ar. Por causa desse ar contaminado, milhões de pessoas morrem a cada ano.

Algumas pessoas, comunidades e agências do governo continuam a poluir os oceanos com esgoto, resíduos médicos e agrícolas, plásticos e outras coisas. A Enciclopédia de Ciência Marinha (em inglês) explica: “Esses poluentes contaminam não só as plantas e animais marinhos, mas também as pessoas que se alimentam deles.”

Para piorar, estamos quase ficando sem água potável. Com razão, um escritor de assuntos científicos, chamado Robin McKie, deu o seguinte alerta: “O mundo está diante de uma crise de falta de água que vai afetar todas as partes do planeta.” Os políticos admitem que a falta de água é um problema sério que, em grande parte, é culpa dos próprios humanos.

A NATUREZA CONTRA AS PESSOAS. Tempestades, furacões, tornados, tufões e terremotos — tudo isso tem resultado em enchentes e deslizamentos, que destroem tudo por onde passam. Muitas pessoas acabam morrendo ou sofrendo muito por causa dessas forças da natureza. Um estudo publicado pela Nasa mostra que é muito provável que os furacões sejam cada vez mais destrutivos, que as ondas de calor fiquem mais intensas e que os períodos de secas e enchentes se tornem ainda mais extremos. Será que a natureza vai acabar destruindo a humanidade?

É claro que existem outras coisas que também ameaçam a nossa sobrevivência. Por isso, as pessoas se perguntam: ‘O que vai ser do futuro?’ Você não vai encontrar a resposta para essa pergunta só por analisar as coisas ruins que acontecem hoje em dia. E muitos também não têm encontrado a resposta nos discursos de políticos e cientistas. Mas, como vimos no artigo anterior, muitas pessoas encontraram a resposta! A pergunta é: onde podemos encontrá-la?