Pular para conteúdo

Pular para sumário

 AJUDA PARA A FAMÍLIA | CRIAÇÃO DE FILHOS

É importante dar tarefas aos filhos

É importante dar tarefas aos filhos

O DESAFIO

Alguns pais esperam que seus filhos façam tarefas domésticas, e os filhos fazem isso sem reclamar. Outros não exigem que os filhos ajudem em casa, e os filhos não fazem questão de ajudar.

Os pesquisadores percebem que a tendência de não dar tarefas aos filhos é mais comum no mundo ocidental. Nesses países, as crianças em geral estão acostumadas a receber muito dos pais e a dar pouco de si. Um pai chamado Steven diz: “Hoje em dia, os pais exigem pouco das crianças. Muitos deixam seus filhos à toa, jogando videogames, vendo TV ou na internet.”

O que você acha? Será que as tarefas domésticas servem só para manter a casa organizada? Ou também ajudam no desenvolvimento de seus filhos?

O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Alguns pais preferem não dar tarefas domésticas aos filhos. Eles talvez achem que os filhos já estão cheios de deveres escolares ou atividades depois das aulas. Mas por que é bom dar tarefas aos filhos?

As tarefas domésticas ajudam os filhos a ser mais responsáveis. Crianças que ajudam em casa costumam se sair melhor na escola. E dá para entender por quê. Fazer tarefas domésticas ajuda a criança a ser mais confiante e disciplinada, e a não desistir facilmente. E essas qualidades são essenciais para o aprendizado escolar.

As tarefas domésticas ensinam os filhos a servir outros. Geralmente, crianças que ajudam em casa são mais dispostas a fazer serviço voluntário quando ficam adultas. Por quê? Porque elas aprendem a pensar mais nos outros do que nelas mesmas. Steven, já citado, diz: “Quando os pais não dão tarefas para os filhos, eles acabam achando que têm que ser sempre servidos. Assim, crescem sem entender como é a vida real e como é importante ser responsável e trabalhador.”

As tarefas domésticas deixam a família mais unida. Filhos que ajudam em casa aprendem que são importantes para a família e que têm responsabilidades. Essa é uma lição que eles não aprendem quando os pais só os incentivam a fazer outras atividades, como esportes e cursos. Pense: ‘O que adianta meus filhos se sentirem parte importante  do time de futebol, mas não se sentirem parte importante da família?’

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Comece cedo. Alguns dizem que, a partir dos 3 anos, os filhos já podem receber tarefas em casa. Outros dizem que pode ser com 2 anos ou até menos. Lembre-se: os filhos pequenos amam imitar os pais e trabalhar com eles. — Princípio bíblico: Provérbios 22:6.

Dê tarefas de acordo com a idade. Por exemplo, uma criança de 3 anos talvez possa guardar os brinquedos, limpar uma coisa que ela sujou ou ajudar a separar roupas para lavar. À medida que cresce, ela pode ajudar a varrer o chão, a lavar o carro e até a preparar a comida. Dê tarefas de acordo com a capacidade do seu filho. Talvez você fique surpreso de ver como ele vai gostar de ajudar.

Dê prioridade às tarefas em casa. Não é fácil fazer isso quando os filhos têm uma montanha de deveres escolares. Mas o livro O Preço do Privilégio * diz que colocar os deveres escolares à frente das tarefas domésticas é “inverter as prioridades”. Como mencionado, as tarefas domésticas ajudam seu filho no aprendizado escolar. Sem falar que ele vai aprender lições importantes que o ajudarão quando ele tiver sua própria família. — Princípio bíblico: Filipenses 1:10.

Concentre-se no que você quer que seu filho aprenda. Pode ser que seu filho demore muito para terminar uma tarefa. E ele talvez não faça tão bem quanto você gostaria. Quando isso acontecer, não faça a tarefa você mesmo. Seu objetivo não é que seu filho faça a tarefa tão bem quanto um adulto, mas ensiná-lo a ser responsável e a gostar de trabalhar. — Princípio bíblico: Eclesiastes 3:22.

Ensine seu filho a gostar de ajudar a família. Alguns dizem que é bom dar dinheiro às crianças quando elas fazem uma tarefa, para que elas criem responsabilidade. Outros dizem que isso é ruim, porque faz as crianças pensar apenas no que elas podem ganhar, e não em como elas podem contribuir para a família. E ainda existe o risco de a criança não querer ajudar quando ela já tiver dinheiro suficiente, e o objetivo das tarefas ficaria perdido. Então, qual é a lição? É melhor não misturar mesada com tarefas domésticas.

^ parágrafo 15 Título original: The Price of Privilege.