Pular para conteúdo

Pular para sumário

O que você sabe sobre as Testemunhas de Jeová?

O que você sabe sobre as Testemunhas de Jeová?

Você nos vê na nossa obra de pregação. Talvez tenha lido sobre nós nas notícias ou tenha ouvido comentários de outros a nosso respeito. Mas o que você realmente sabe sobre as Testemunhas de Jeová?

TESTE SEU CONHECIMENTO

Marque verdadeiro ou falso.

VERDADEIRO FALSO

  1. As Testemunhas de Jeová são cristãs.

  2. As Testemunhas de Jeová são criacionistas.

  3. As Testemunhas de Jeová não aceitam tratamentos médicos.

  4. As Testemunhas de Jeová acreditam na Bíblia inteira.

  5. As Testemunhas de Jeová só usam a sua própria Bíblia.

  6. As Testemunhas de Jeová mudaram a Bíblia delas para se adaptar ao que creem.

  7. As Testemunhas de Jeová não se envolvem com a comunidade.

  8. As Testemunhas de Jeová se acham melhores do que as pessoas de outras religiões.

Veja as respostas nas páginas seguintes.

  1.  1 VERDADEIRO. Nós tentamos seguir de perto os ensinos e o modo de agir de Jesus Cristo. (1 Pedro 2:21) Mas, de muitas maneiras, somos diferentes de outras religiões chamadas cristãs. Por exemplo, verificamos que a Bíblia ensina que Jesus é o Filho de Deus; ele não faz parte de uma Trindade. (Marcos 12:29) Não acreditamos que a alma é imortal. Também não acreditamos que a Bíblia ensina que Deus tortura as pessoas eternamente no inferno. Além disso, não achamos que aqueles que tomam a frente em atividades religiosas devam receber títulos que os coloquem acima dos outros. — Eclesiastes 9:5; Ezequiel 18:4; Mateus 23:8-10.

  2. 2 FALSO. Nós acreditamos que Deus criou todas as coisas. Mas não concordamos com muitos que creem no criacionismo. Por que não? Porque vários conceitos criacionistas entram em conflito com a Bíblia. Por exemplo, alguns afirmam que os seis dias da criação foram dias literais de 24 horas. Mas, na Bíblia, a palavra “dia” pode se referir a um período longo de tempo. (Gênesis 2:4; Salmo 90:4) Alguns criacionistas também ensinam que a Terra tem apenas alguns milhares de anos. No entanto, a Bíblia indica que a Terra e o Universo já existiam muito antes dos seis dias da criação. 1 — Gênesis 1:1.

  3. 3 FALSO. Nós aceitamos tratamento médico. E até alguns de nós são médicos, assim como era Lucas, cristão do primeiro século. (Colossenses 4:14) No entanto, não aceitamos tratamentos médicos que entrem em conflito com os princípios bíblicos. Por exemplo, recusamos transfusões de sangue porque a Bíblia diz que não devemos aceitar sangue. — Atos 15:20, 28, 29.

    Mas procuramos para nós e nossa família o melhor tratamento médico possível. Na verdade, tratamentos de conservação de sangue desenvolvidos para ajudar pacientes Testemunhas de Jeová agora são usados para beneficiar todas as pessoas. Em muitos países, qualquer paciente pode escolher evitar os riscos que as transfusões trazem, como doenças, reações do sistema imunológico e problemas causados por erro humano.

  4. 4 VERDADEIRO. Nós acreditamos que a Bíblia inteira é “inspirada por Deus e proveitosa”. (2 Timóteo 3:16) Isso inclui tanto o Velho Testamento como o Novo Testamento, como costumam ser chamados. Geralmente nós nos referimos a essas divisões da Bíblia como Escrituras Hebraicas e Escrituras Gregas Cristãs. Desse modo, evitamos dar a impressão de que certas partes da Bíblia são ultrapassadas ou sem importância.

  5.  5 FALSO. Nós usamos muitas traduções em nosso estudo da Bíblia. No entanto, nos idiomas em que está disponível, gostamos de usar a Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada porque ela usa o nome de Deus, e é exata e fácil de entender. Veja o caso do uso do nome de Deus, Jeová. Na introdução de certa tradução da Bíblia, há uma lista com o nome de 79 pessoas que de alguma forma estiveram envolvidas na produção dela. Mas a mesma tradução omite por completo o nome do próprio Autor — Jeová Deus. Em contraste com isso, a Tradução do Novo Mundo restaurou o nome de Deus nos milhares de lugares em que ele aparecia no texto original. 2

  6. 6 FALSO. Quando vimos que nossas crenças não estavam plenamente de acordo com a Bíblia, nós as mudamos. Muito antes de começarmos a produzir a Tradução do Novo Mundo em 1950, usávamos qualquer tradução que estivesse disponível e formamos nossas crenças com base no que líamos.

  7. 7 FALSO. Nossa obra de pregação beneficia a muitos na comunidade. Já ajudamos inúmeras pessoas a abandonar vícios, como o uso de drogas e o abuso do álcool. Nossas aulas de alfabetização ajudam milhares no mundo inteiro a aprender a ler e a escrever. Também fornecemos ajuda depois de um desastre, dando assistência tanto a quem é Testemunha de Jeová como a quem não é. Tentamos dar o apoio emocional e espiritual que as vítimas tanto precisam em situações assim. 3

  8. 8 FALSO. Nós seguimos o conselho da Bíblia de ‘respeitar todas as pessoas’, não importa sua religião. (1 Pedro 2:17, Bíblia Fácil de Ler) Por exemplo, em alguns países, existem centenas de milhares de nós. Mesmo assim, não tentamos pressionar políticos e legisladores a dificultar ou proibir a obra de outros grupos religiosos. Nem fazemos campanhas para que sejam aprovadas leis que obriguem a comunidade a seguir nossas convicções morais e religiosas. Em vez disso, nós tratamos os outros com o mesmo respeito com que gostaríamos de ser tratados. — Mateus 7:12.

Este artigo contém informações tiradas de nosso site oficial, jw.org. Para saber mais, acesse QUEM SOMOS > PERGUNTAS FREQUENTES.

^ 1. Por isso, diferentemente de alguns criacionistas, não discordamos de pesquisas científicas confiáveis que indicam que a Terra pode ter bilhões de anos.

^ 2. A Tradução do Novo Mundo tem mais uma característica: é distribuída de graça. Em resultado disso, milhões podem ler a Bíblia em sua própria língua. A Tradução do Novo Mundo está disponível em 130 idiomas. Você pode até lê-la on-line em www.jw.org.

^ 3. Entre outros objetivos, usamos os donativos que recebemos para ajudar essas vítimas de desastres. (Atos 11:27-30) Visto que a ajuda é prestada por voluntários e eles não são pagos para realizar esse serviço, os fundos são realmente usados para prestar ajuda humanitária, não para pagar salários.