Pular para conteúdo

Pular para sumário

 Cântico 110

As obras maravilhosas de Deus

As obras maravilhosas de Deus

(Salmo 139)

1. Meu Deus, tu me conheces tanto:

Meu despertar e quando vou deitar.

Meus pensamentos, mesmo os mais secretos;

O que falei, por onde andei, tu lembrarás.

Até no dia em que fui feito,

Teus olhos já me viram muito bem.

Por tudo isso, Jeová, te louvo:

Maravilhosas tuas obras, teu poder!

O teu saber, ó Deus, é grandioso

— Mereces toda minha devoção.

Com tua mão direita me seguras

Em meio à mais profunda escuridão.

E, para onde eu correria,

Quisesse eu fugir de ti, Jeová?

Nem ao Seol, nem mesmo às alturas;

Distante dos teus olhos, Pai, não há lugar.