Pular para conteúdo

Pular para sumário

 CAPÍTULO 17

Treinando ministros do Reino

Treinando ministros do Reino

FOCO DO CAPÍTULO

Como as escolas teocráticas preparam ministros do Reino para cumprir suas designações

1-3. Como Jesus expandiu a obra de pregação, e que perguntas surgem?

POR dois anos, Jesus pregou em toda a Galileia. (Leia Mateus 9:35-38.) Ele visitou muitas cidades e povoados, ensinando nas sinagogas e pregando as boas novas do Reino. Onde quer que ele pregasse, as multidões afluíam a ele. “A colheita é grande”, observou Jesus, e precisava-se de mais trabalhadores.

2 Jesus tomou medidas para expandir a obra de pregação. Como? Por enviar seus 12 apóstolos para “pregar o reino de Deus”. (Luc. 9:1, 2) Os apóstolos talvez tivessem dúvidas sobre como realizariam essa obra. Antes de enviá-los, Jesus amorosamente lhes deu algo que seu Pai celestial havia lhe dado — treinamento.

3 Surgem então várias perguntas: que treinamento Jesus recebeu de seu Pai? Que treinamento ele deu a seus apóstolos? E que dizer de hoje — será que o Rei messiânico tem treinado seus seguidores para realizar seu ministério? Em caso afirmativo, como?

“Assim como o Pai me ensinou, . . . eu falo”

4. Quando e onde Jesus foi ensinado por seu Pai?

4 Jesus claramente admitia que havia sido ensinado por seu Pai. Durante seu ministério, Jesus disse: “Assim como o Pai me ensinou, estas coisas eu falo.” (João 8:28) Quando e onde Jesus foi ensinado? Tudo indica que seu treinamento começou logo depois que ele — o Filho primogênito de Deus — foi criado. (Col. 1:15) Ao lado de seu Pai no céu, o Filho passou incontáveis eras ouvindo e observando o “Grandioso Instrutor”. (Isa. 30:20) Em resultado disso, o Filho recebeu uma incomparável educação sobre as qualidades, obras e propósitos de seu Pai.

5. Que instruções o Pai deu ao Filho sobre o ministério que ele realizaria na Terra?

5 No tempo devido, Jeová ensinou seu Filho sobre o ministério que ele realizaria na Terra. Considere uma profecia que descreve o relacionamento entre o Grandioso Instrutor e seu Filho primogênito. (Leia Isaías 50:4, 5.) Jeová despertava seu  Filho “de manhã em manhã”, diz a profecia. Esse quadro mental transmite a ideia de um instrutor que acorda seu aluno bem cedo de manhã para ensiná-lo. Certa obra de referência bíblica declara: “Jeová . . . o leva, por assim dizer, para a escola como se ele fosse um aluno e lhe ensina o que e como pregar.” Nessa “escola” celestial, Jeová ensinou ao seu Filho o “que dizer e [o] que falar”. (João 12:49) O Pai deu também a seu Filho instruções sobre como ensinar. * Enquanto esteve na Terra, Jesus fez bom uso do seu treinamento não apenas por realizar o seu ministério, mas também por treinar seus seguidores a realizar o ministério deles.

6, 7. (a) Que treinamento Jesus deu a seus apóstolos, e isso os equipou para fazer o quê? (b) Jesus tem fornecido que tipo de treinamento a seus seguidores em nossos dias?

6 Que treinamento Jesus deu a seus apóstolos, conforme mencionado no início deste capítulo? De acordo com o capítulo 10 de Mateus, ele lhes deu instruções específicas referentes ao ministério, incluindo as seguintes: onde pregar (versículos 5, 6), que mensagem pregar (versículo 7), a necessidade de confiar em Jeová (versículos 9, 10), como abordar os moradores (versículos 11-13), como lidar com a rejeição (versículos 14, 15) e como reagir à perseguição (versículos 16-23). * O treinamento claro que Jesus deu a seus apóstolos os equipou para tomar a dianteira na obra de pregar as boas novas no primeiro século EC.

7 Que dizer dos nossos dias? Jesus, o Rei do Reino de Deus, deu a seus seguidores a mais importante das designações, isto é, pregar “estas boas novas do reino . . . em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações”. (Mat. 24:14) Será que o Rei tem nos treinado para realizar essa obra de máxima importância? Sim, sem dúvida! Do céu, o Rei tem fornecido treinamento a seus seguidores sobre como pregar fora da congregação e como cumprir com responsabilidades especiais dentro dela.

Treinando ministros para ser evangelizadores

8, 9. (a) Qual era o objetivo principal da Escola do Ministério Teocrático? (b) Como a reunião de meio de semana tem ajudado você a ser mais eficiente no ministério?

8 A organização de Jeová há muito tempo tem usado assembleias, congressos e reuniões congregacionais — como a Reunião de Serviço — para treinar o povo de Deus para o ministério. A partir dos anos 40, porém, os irmãos da dianteira na sede mundial começaram a providenciar treinamento por meio de várias escolas.

9 Escola do Ministério Teocrático. Como vimos no capítulo anterior, essa escola começou a ser realizada em 1943. Será que o objetivo dela era apenas treinar os estudantes para proferir bons discursos nas reuniões congregacionais? Não. O objetivo principal da escola sempre foi o mesmo, isto é, treinar o povo de Deus para usar seu dom da fala a fim de louvar a Jeová no  ministério. (Sal. 150:6) A escola preparou todos os irmãos e irmãs matriculados para ser ministros do Reino mais eficientes. Hoje, esse treinamento é dado por meio da reunião de meio de semana.

10, 11. Hoje, quem pode cursar a Escola de Gileade, e qual é o objetivo de seu currículo?

10 Escola Bíblica de Gileade da Torre de Vigia. O que hoje é chamado de Escola Bíblica de Gileade da Torre de Vigia teve início na segunda-feira de 1.° de fevereiro de 1943. A escola foi originalmente elaborada para treinar pioneiros e outros servos de tempo integral para o serviço missionário em algum lugar no campo mundial. Mas, desde outubro de 2011, só podem cursar a escola aqueles que já estão em alguma modalidade do serviço de tempo integral especial — pioneiros especiais, superintendentes viajantes e suas esposas, betelitas e missionários em campo que ainda não cursaram a escola.

11 Qual é o objetivo do currículo da Escola de Gileade? Certo instrutor veterano responde: “Fortalecer a fé dos alunos por meio de um estudo cabal da Palavra de Deus e ajudá-los a desenvolver as qualidades espirituais necessárias para enfrentar com êxito os desafios de suas designações. Além disso, um objetivo fundamental do currículo é incutir nos alunos um desejo mais forte de participar na obra de evangelização.” — Efé. 4:11.

12, 13. Que impacto a Escola de Gileade tem tido na obra mundial de pregação? Dê um exemplo.

12 Que impacto a Escola de Gileade tem tido na obra mundial de pregação? Desde 1943, mais de 8.500 pessoas passaram pela escola, * e os missionários formados em Gileade já serviram em mais de 170 países. Eles fazem bom uso de seu treinamento, deixando um exemplo de zelo no ministério e treinando outros para fazer o mesmo. Em muitos casos, os missionários tomaram a dianteira na obra em lugares onde havia poucos publicadores do Reino ou deram início à obra onde não havia nenhum publicador.

13 Considere o que aconteceu no Japão, onde a pregação pública organizada quase parou por completo durante a Segunda Guerra Mundial. Em agosto de 1949, havia menos de dez publicadores locais no país. No entanto, no fim daquele ano, 13 missionários formados em Gileade estavam ativos na pregação no Japão. Muitos outros foram enviados depois. A princípio, os missionários concentraram seus esforços em cidades maiores; depois, passaram para outras cidades. Eles incentivaram com entusiasmo seus estudantes e outros a se tornar pioneiros. Os zelosos esforços dos missionários surtiram excelentes resultados. Hoje, há mais de 216 mil publicadores do Reino no Japão, e quase 40% deles servem como pioneiros! *

14. As escolas teocráticas são uma poderosa prova de quê? (Veja também o quadro “ Escolas que treinam ministros do Reino”, página 188.)

14 Outras escolas teocráticas. A Escola do Serviço de Pioneiro, a Escola Bíblica para Casais Cristãos e a Escola Bíblica para Irmãos Solteiros já ajudaram muitos a se desenvolver em  sentido espiritual e a tomar zelosamente a dianteira na obra de evangelização. * Todas essas escolas teocráticas são uma poderosa prova de que nosso Rei tem equipado plenamente seus seguidores para cumprir seu ministério. — 2 Tim. 4:5.

Treinando irmãos para cuidar de responsabilidades especiais

15. De que maneira homens em posições de responsabilidade querem imitar a Jesus?

15 Pense na profecia de Isaías que fala de Jesus sendo instruído por Deus. Naquela “escola” celestial, o Filho aprendeu a “responder ao cansado com uma palavra”. (Isa. 50:4) Jesus aplicou essa instrução. Enquanto esteve na Terra, revigorou os que ‘labutavam e estavam sobrecarregados’. (Mat. 11:28-30) Imitando a Jesus, homens que servem em posições de responsabilidade querem ser uma fonte de revigoramento para seus irmãos. Por isso, várias escolas foram criadas para ajudar irmãos qualificados a ser mais eficientes em servir a seus companheiros de adoração.

16, 17. Qual é o objetivo da Escola do Ministério do Reino? (Veja também a nota.)

16 Escola do Ministério do Reino. A primeira turma dessa escola começou em 9 de março de 1959, em South Lansing,  Nova York. Superintendentes viajantes, bem como servos de congregação, foram convidados para um curso de um mês de duração. Mais tarde, o curso foi traduzido do inglês para outros idiomas, e a escola aos poucos começou a treinar irmãos em todo o mundo. *

O irmão Lloyd Barry ensinando na Escola do Ministério do Reino no Japão, 1970

17 Referente ao objetivo da Escola do Ministério do Reino, o Anuário das Testemunhas de Jeová de 1962, em inglês, disse: “Neste mundo muito corrido, um superintendente na congregação das testemunhas de Jeová deve ser um homem que pode organizar a vida para dar a devida atenção a todos na congregação e ser uma bênção para eles. Ao mesmo tempo, ele não pode ser um homem que ignora sua própria família em benefício da congregação, mas deve usar de bom juízo. Que oportunidade maravilhosa tem sido concedida aos servos de congregação em todo o mundo para se reunir na Escola do Ministério do Reino a fim de receber o treinamento que os ajudará a fazer exatamente o que a Bíblia diz que um superintendente deve fazer!” — 1 Tim. 3:1-7; Tito 1:5-9.

18. Como todo o povo de Deus é beneficiado pela Escola do Ministério do Reino?

 18 Todo o povo de Deus tem sido beneficiado pela Escola do Ministério do Reino. Como assim? Quando anciãos e servos ministeriais põem em prática o que aprenderam na escola, eles, assim como Jesus, são uma fonte de revigoramento para seus irmãos. Você não valoriza uma palavra bondosa, um ouvido atencioso ou uma visita encorajadora de um ancião ou servo ministerial amoroso? (1 Tes. 5:11) Esses homens qualificados são uma verdadeira bênção para suas congregações.

19. Que outras escolas a Comissão de Ensino supervisiona, e qual é o objetivo delas?

19 Outras escolas teocráticas. A Comissão de Ensino do Corpo Governante supervisiona outras escolas que dão treinamento para irmãos em posições de responsabilidade dentro da organização. Essas escolas foram preparadas para ajudar irmãos responsáveis — anciãos congregacionais, superintendentes viajantes e membros de Comissão de Filial — a ser mais eficientes em cumprir suas muitas responsabilidades. Os cursos baseados na Bíblia incentivam os irmãos a cuidar de sua própria espiritualidade e a pôr em prática princípios bíblicos nos seus tratos com as preciosas ovelhas que Jeová confiou aos seus cuidados. — 1 Ped. 5:1-3.

Primeira turma da Escola de Treinamento Ministerial realizada em Malaui, 2007

20. Por que Jesus pôde dizer que todos nós somos “ensinados por Jeová”, e o que você está decidido a fazer?

20 Sem dúvida, o Rei messiânico tem se certificado de que seus seguidores sejam bem treinados. Todo o treinamento que recebemos vem da fonte mais elevada: Jeová treinou seu Filho, e seu Filho tem treinado seus seguidores. Por isso, Jesus pôde dizer que todos nós somos “ensinados por Jeová”. (João 6:45; Isa. 54:13) Que nós estejamos decididos a tirar pleno proveito do treinamento que nosso Rei tem colocado à nossa disposição. E que nos lembremos de que o principal objetivo de todo esse treinamento é nos ajudar a nos manter espiritualmente fortes para que possamos realizar plenamente o nosso ministério.

^ parágrafo 5 Como sabemos que o Pai instruiu o Filho sobre como ensinar? Pense nisto: o amplo uso que Jesus fez de ilustrações em seu ensino cumpriu uma profecia registrada séculos antes do seu nascimento. (Sal. 78:2; Mat. 13:34, 35) Com certeza, o Autor dessa profecia, Jeová, determinou com muita antecedência que seu Filho ensinaria por meio de ilustrações, ou parábolas. — 2 Tim. 3:16, 17.

^ parágrafo 6 Meses depois, Jesus “indicou outros setenta e os enviou, aos dois”, para pregar. Ele também lhes deu treinamento. — Luc. 10:1-16.

^ parágrafo 12 Alguns cursaram a Escola de Gileade mais de uma vez.

^ parágrafo 13 Para mais detalhes sobre o impacto que missionários formados em Gileade têm no campo mundial, veja o capítulo 23 do livro Testemunhas de Jeová — Proclamadores do Reino de Deus.

^ parágrafo 14 As últimas duas escolas mencionadas foram substituídas pela Escola para Evangelizadores do Reino.

^ parágrafo 16 Hoje, todos os anciãos são beneficiados por sessões da Escola do Ministério do Reino, que têm durações variadas e são realizadas com intervalos de alguns anos. Desde 1984, servos ministeriais também recebem treinamento nessa escola.