Pular para conteúdo

Pular para sumário

 CAPÍTULO 137

Centenas veem Jesus antes do Pentecostes

Centenas veem Jesus antes do Pentecostes

MATEUS 28:16-20 LUCAS 24:50-52 ATOS 1:1-12; 2:1-4

  • JESUS APARECE A MUITOS

  • ELE SOBE AO CÉU

  • JESUS DERRAMA O ESPÍRITO SANTO SOBRE 120 DISCÍPULOS

Após sua ressurreição, Jesus providencia que os 11 apóstolos se encontrem com ele num monte na Galileia. Cerca de 500 discípulos também estão presentes, mas alguns duvidam se ele está vivo. (Mateus 28:17; 1 Coríntios 15:6) No entanto, o que Jesus diz os convence disso.

Jesus explica que Deus lhe deu toda a autoridade no céu e na Terra. Ele os incentiva: “Portanto, vão e façam discípulos de pessoas de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do espírito santo, ensinando-as a obedecer a todas as coisas que lhes ordenei.” (Mateus 28:18-20) Jesus está vivo e ainda deseja que as boas novas sejam pregadas.

Todos os seguidores de Jesus — homens, mulheres e crianças — recebem a mesma ordem de fazer discípulos. Os opositores podem tentar impedir a pregação e ensino deles, mas Jesus lhes garante: “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra.” O que isso significa para seus seguidores? Ele diz: “Saibam que eu estou com vocês todos os dias, até o final do sistema de coisas.” Jesus não diz que todos os que pregarem as boas novas realizarão obras milagrosas. Ainda assim, terão o apoio do espírito santo.

Ao todo, Jesus aparece a seus discípulos “durante 40 dias” depois da sua ressurreição. Ele faz isso por se materializar em diferentes corpos e mostra ‘a eles, por meio de muitas provas convincentes, que está vivo’. Ele os instrui “sobre o Reino de Deus”. — Atos 1:3; 1 Coríntios 15:7.

Pelo visto, enquanto os apóstolos ainda estão na Galileia, Jesus os orienta a voltar a Jerusalém. Ao se encontrar com eles na cidade, ele diz: “Não saiam de Jerusalém, mas continuem esperando o que o Pai prometeu, conforme eu lhes falei; pois João, realmente, batizou com água, mas vocês serão batizados com espírito santo dentro de poucos dias.” — Atos 1:4, 5.

Mais tarde, Jesus se encontra novamente com seus apóstolos. Ele ‘os leva para fora, até Betânia’, que fica na encosta leste do monte das Oliveiras. (Lucas 24:50) Apesar de tudo que Jesus lhes disse sobre sua partida, eles ainda acreditam que de alguma forma o Reino será na Terra. — Lucas 22:16, 18, 30; João 14:2, 3.

Os apóstolos perguntam a Jesus: “Senhor, é agora que o senhor vai restabelecer o reino a Israel?” Ele apenas responde: “Não cabe a vocês saber os tempos ou as épocas que o Pai colocou sob sua própria autoridade.” Então, enfatizando o trabalho que eles devem realizar, diz: “Quando o espírito santo vier sobre vocês, receberão poder e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria, e até a parte mais distante da terra.” — Atos 1:6-8.

Os apóstolos estão com o ressuscitado Jesus no monte das Oliveiras quando ele começa a subir ao céu. Uma nuvem cobre Jesus, e não conseguem mais vê-lo. Após ser ressuscitado, Jesus se materializou em corpos de carne e osso. Mas agora ele desmaterializa o corpo que usou nessa ocasião e sobe ao céu como criatura espiritual. (1 Coríntios 15:44, 50; 1 Pedro 3:18) Enquanto os apóstolos observam Jesus, “dois homens com roupas brancas” surgem ao lado deles. Esses anjos materializados perguntam: “Homens da Galileia, por que estão parados aí olhando para o céu? Este Jesus, que do meio de vocês foi levado para o céu, virá da mesma maneira que o viram ir para o céu.” — Atos 1:10, 11.

Jesus deixa a Terra sem alarde. Os únicos observadores são seus fiéis seguidores. Ele voltará “da mesma maneira”, ou seja, sem alarde e apenas seus seguidores fiéis discernirão sua presença no poder do Reino.

Os apóstolos voltam para Jerusalém. Nos dias seguintes, eles se reúnem com outros discípulos, incluindo “Maria, a mãe de Jesus, e . . . os irmãos dele”. (Atos 1:14) Esse grupo ora constantemente, e um dos assuntos de suas orações é a escolha de um discípulo que substitua Judas Iscariotes para que volte a haver 12 apóstolos. (Mateus 19:28) Eles querem um discípulo que tenha visto as atividades de Jesus e testemunhado sua ressurreição. Essa é a última vez que a Bíblia fala sobre lançar sortes para saber a vontade de Deus. (Salmo 109:8; Provérbios 16:33) Matias, que talvez seja um dos 70 que Jesus enviou para pregar, é escolhido e “contado com os 11 apóstolos”. — Atos 1:26.

Dez dias depois de Jesus subir ao céu, começa a festividade judaica de Pentecostes, de 33 EC. Cerca de 120 discípulos se reúnem numa sala em Jerusalém. De repente, um barulho parecido ao de uma forte rajada de vento enche a casa. Passam a ver o que parecem ser línguas de fogo, uma sobre a cabeça de cada um dos presentes. Os discípulos começam a falar em diferentes línguas. Esse é o derramamento do espírito santo que Jesus prometeu. — João 14:26.