Pular para conteúdo

Pular para sumário

 CAPÍTULO 136

Às margens do mar da Galileia

Às margens do mar da Galileia

JOÃO 21:1-25

  • JESUS APARECE NO MAR DA GALILEIA

  • PEDRO E OUTROS DEVEM ALIMENTAR AS OVELHAS

Na última noite com os apóstolos, Jesus lhes disse: “Depois que eu for levantado, irei adiante de vocês para a Galileia.” (Mateus 26:32; 28:7, 10) Agora, muitos dos seus seguidores fazem essa viagem, mas o que vão fazer lá?

Em certo momento, Pedro diz a seis dos apóstolos: “Vou pescar.” Os seis respondem: “Nós vamos com você.” (João 21:3) Eles não conseguem pescar nada a noite toda. Ao amanhecer, Jesus aparece na praia, mas eles não o reconhecem. Jesus grita: “Filhos, vocês têm alguma coisa para comer?” Eles respondem: “Não.” Jesus lhes diz: “Lancem a rede do lado direito do barco e acharão.” (João 21:5, 6) Pegam tantos peixes que não conseguem puxar a rede.

João diz a Pedro: “É o Senhor!” (João 21:7) Sem demora, Pedro coloca sua roupa, pois estava pouco vestido durante a pesca. Ele se joga no mar e nada cerca de 90 metros até a margem. Os outros o acompanham devagar no barco, puxando a rede cheia de peixes.

Ao chegar à margem, eles veem “um fogo, com peixe sobre as brasas, e pão”. Jesus diz: “Tragam alguns dos peixes que vocês acabaram de apanhar.” Pedro puxa a rede, que tem 153 peixes grandes. Jesus os convida: “Venham comer.” Nenhum deles tem coragem de perguntar quem ele é, pois percebem que é Jesus. (João 21:9-12) Essa é a terceira vez que ele aparece a seus discípulos como grupo.

Jesus dá a cada um deles pão e peixe para comer. Então, talvez olhando para os peixes que apanharam, ele pergunta: “Simão, filho de João, você me ama mais do que a estes?” O que é mais importante para Pedro: seu trabalho como pescador ou a obra que Jesus lhe designou? Pedro diz: “Sim, Senhor; o senhor sabe que eu o amo.” Assim, Jesus o incentiva: “Alimente os meus cordeiros.” — João 21:15.

Mais uma vez, Jesus pergunta: “Simão, filho de João, você me ama?” Talvez intrigado, Pedro responde com determinação: “Sim, Senhor; o senhor sabe que eu o amo.” Jesus dá uma resposta parecida: “Pastoreie as minhas ovelhinhas.” — João 21:16.

Na terceira vez, Jesus pergunta: “Simão, filho de João, você me ama?” Talvez Pedro esteja se perguntando se Jesus duvida de sua lealdade. Pedro insiste: “Senhor, o senhor sabe todas as coisas. O senhor sabe que eu o amo.” De novo Jesus enfatiza o que Pedro deve fazer: “Alimente as minhas ovelhinhas.” (João 21:17) Realmente, os que exercem liderança precisam cuidar dos que são atraídos ao rebanho de Deus.

Jesus foi amarrado e executado porque fez a obra que Deus lhe designou. Agora Jesus revela que algo similar acontecerá com Pedro: “Quando você era mais jovem, você se vestia e andava por onde queria. Mas, quando envelhecer, estenderá as mãos, e outro homem o vestirá e o levará para onde você não quer.” Mesmo assim, Jesus o incentiva: “Continue a me seguir.” — João 21:18, 19.

Pedro vê o apóstolo João e pergunta: “Senhor, e o que acontecerá a este homem?” Sim, o que será que vai acontecer com o apóstolo por quem Jesus tinha especial afeição? Jesus diz: “Se eu quiser que ele permaneça até eu vir, o que importa isso a você?” (João 21:21-23) Pedro precisa seguir a Jesus sem se preocupar com o que os outros vão fazer. Mas com isso Jesus indica que João vai viver mais do que os outros apóstolos e vai receber uma visão da vinda de Jesus como Rei.

Naturalmente, Jesus fez muitas coisas, mais do que pode ser registrado em muitos rolos.