Pular para conteúdo

Pular para sumário

 CAPÍTULO 80

O Bom Pastor e os apriscos

O Bom Pastor e os apriscos

JOÃO 10:1-21

  • JESUS FALA SOBRE O BOM PASTOR E OS APRISCOS

Enquanto Jesus ensina na Judeia, ele fala sobre algo que seus ouvintes conseguem facilmente visualizar, ovelhas e apriscos. Mas ele está falando em sentido figurado. Os judeus talvez se lembrem das palavras de Davi: “Jeová é o meu Pastor. Nada me faltará. Ele me faz deitar em verdes pastagens.” (Salmo 23:1, 2) Em outro salmo, Davi fez um convite à nação: “Ajoelhemo-nos diante de Jeová, aquele que nos fez. Pois ele é o nosso Deus, e nós somos o povo do seu pasto.” (Salmo 95:6, 7) Os israelitas que estão sob a Lei por muito tempo têm sido comparados a um rebanho de ovelhas.

Essas “ovelhas” estão num “aprisco” por terem nascido sob o pacto da Lei mosaica. A Lei serviu como uma cerca, separando-os das práticas corruptas dos que não estavam sob esse pacto. Mas alguns israelitas maltrataram o rebanho de Deus. Jesus declara: “Digo-lhes com toda a certeza: Quem não entra no aprisco das ovelhas pela porta, mas sobe por outro lugar, é ladrão e saqueador. Mas quem entra pela porta é o pastor das ovelhas.” — João 10:1, 2.

Talvez os ouvintes pensem nos homens que afirmaram ser o Messias, ou Cristo. Esses impostores são como ladrões e saqueadores, que as pessoas não devem seguir. Em vez disso, devem seguir “o pastor das ovelhas”, a respeito de quem Jesus agora fala.

Ele diz: “O porteiro abre para ele, e as ovelhas escutam a sua voz. Ele chama por nome as suas ovelhas e as leva para fora. Depois de retirar todas as suas ovelhas, ele vai à frente delas, e elas o seguem, porque conhecem a sua voz. De modo algum seguirão um estranho, mas fugirão dele, porque não conhecem a voz de estranhos.” — João 10:3-5.

Algum tempo antes, João Batista, como um porteiro, identificou Jesus como aquele a quem as ovelhas simbólicas que estão sob a Lei devem seguir. E algumas delas, na Galileia e na Judeia, reconheceram a voz de Jesus. Para onde ele vai levá-las? E qual será o resultado se o seguirem? Pode ser que alguns que ouvem essa ilustração se perguntem isso, pois ‘não entendem o que ele lhes diz’. — João 10:6.

Jesus explica: “Digo-lhes com toda a certeza: Eu sou a porta das ovelhas. Todos os que vieram em meu lugar são ladrões e saqueadores; mas as ovelhas não os escutaram. Eu sou a porta. Quem entrar por mim será salvo; entrará e sairá, e achará pastagem.” — João 10:7-9.

Fica claro que Jesus está falando sobre algo novo. Seus ouvintes sabem que ele não é a porta para o pacto da Lei, que já existe por séculos. Então talvez ele esteja falando que as ovelhas que ele “leva para fora” vão entrar em outro aprisco. E qual será o resultado?

Jesus dá mais detalhes sobre seu papel: “Eu vim para que tivessem vida, e a tivessem na mais plena medida. Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas.” (João 10:10, 11) Em outra ocasião, Jesus consolou seus discípulos por dizer: “Não tema, pequeno rebanho, porque o seu Pai se agradou de dar o Reino a vocês.” (Lucas 12:32) Os que fazem parte do “pequeno rebanho” são os que Jesus vai levar até um novo aprisco, para que ‘tenham vida, e a tenham na mais plena medida’. Que bênção é fazer parte desse rebanho!

Mas Jesus ainda não encerra o assunto. Ele diz: “Tenho outras ovelhas, que não são desse aprisco; a essas também tenho de trazer, e elas escutarão a minha voz e se tornarão um só rebanho, com um só pastor.” (João 10:16) Essas “outras ovelhas” não são “desse aprisco”, são de um aprisco diferente do “pequeno rebanho” que vai herdar o Reino. Esses apriscos, ou currais de ovelhas, têm esperanças diferentes. Mesmo assim, as ovelhas dos dois apriscos se beneficiarão do papel de Jesus. Ele diz: “É por isso que o Pai me ama, porque entrego a minha vida.” — João 10:17.

Muitos na multidão dizem: “Ele tem demônio e está louco.” Mas outros demonstram que estão ouvindo com interesse e se sentem motivados a seguir o Bom Pastor. Eles dizem: “Essas não são declarações de um homem endemoninhado. Será que um demônio pode abrir os olhos de cegos?” (João 10:20, 21) Pelo visto, estão se referindo a uma ocasião recente em que Jesus curou um cego.