Pular para conteúdo

Pular para sumário

 CAPÍTULO 59

Quem é o Filho do Homem?

Quem é o Filho do Homem?

MATEUS 16:13-27 MARCOS 8:22-38 LUCAS 9:18-26

  • JESUS CURA UM CEGO

  • PEDRO RECEBE AS CHAVES DO REINO

  • JESUS PROFETIZA SUA MORTE E RESSURREIÇÃO

Jesus e seus discípulos chegam a Betsaida. Então as pessoas levam até Jesus um cego e imploram que ele o toque para curá-lo.

Jesus pega na mão do homem e o leva para fora do vilarejo. Depois de cuspir nos olhos do cego, ele lhe pergunta: “Vê alguma coisa?” O homem responde: “Vejo pessoas, mas elas parecem árvores andando.” (Marcos 8:23, 24) Jesus coloca as mãos nos olhos do homem, e ele recupera a visão. Depois manda para casa o homem, que agora enxerga nitidamente, e o instrui a não entrar no vilarejo.

Então Jesus e seus discípulos viajam em direção ao norte, para a região de Cesareia de Filipe. A subida é longa, uns 40 quilômetros. O vilarejo fica numa montanha, e ao nordeste se pode ver o monte Hermom coberto de neve. Provavelmente a viagem leva uns dois dias.

A certa altura da viagem, Jesus se afasta para orar sozinho. Faltam apenas nove ou dez meses para sua morte, e ele está preocupado com seus discípulos. Recentemente, muitos deixaram de segui-lo, e pelo visto outros estão confusos ou desapontados. Podem estar se perguntando por que Jesus não aceitou que o povo o fizesse rei ou por que ele não realiza um sinal para deixar claro quem realmente é.

Quando os discípulos vão até onde Jesus está orando, ele pergunta: “Quem os homens dizem que o Filho do Homem é?” Eles respondem: “Alguns dizem João Batista; outros, Elias; e ainda outros, Jeremias ou um dos profetas.” Na verdade, as pessoas pensam que Jesus é um desses homens que foi ressuscitado. Para saber o que os discípulos pensam, ele pergunta: “E vocês, quem dizem que eu sou?” Pedro logo responde: “O senhor é o Cristo, o Filho do Deus vivente.” — Mateus 16:13-16.

Jesus diz que Pedro pode se alegrar por Deus lhe ter revelado isso. E também diz: “Você é Pedro, e sobre esta rocha construirei a minha congregação, e os portões da Sepultura não a vencerão.” Jesus quer dizer que é ele mesmo quem vai construir a congregação e que, se os seus membros levarem uma vida fiel na Terra, nem a Sepultura os prenderá. Ele promete a Pedro: “Eu lhe darei as chaves do Reino dos céus.” — Mateus 16:18, 19.

Jesus não dá a Pedro o primeiro lugar entre os apóstolos, nem faz dele o alicerce da congregação. O próprio Jesus é a Rocha sobre a qual sua congregação será construída. (1 Coríntios 3:11; Efésios 2:20) Mas Pedro recebe três chaves e terá o privilégio de abrir a oportunidade para outras pessoas entrarem no Reino dos céus.

Pedro vai usar a primeira chave no Pentecostes de 33 EC, mostrando aos judeus e prosélitos arrependidos o que precisam fazer para ser salvos. Ele usará a segunda chave para dar aos samaritanos a oportunidade de entrar no Reino de Deus. Então, em 36 EC, Pedro vai usar a terceira chave para estender essa oportunidade aos gentios incircuncisos, sendo os primeiros Cornélio, seus parentes e seus amigos. — Atos 2:37, 38; 8:14-17; 10:44-48.

Durante a conversa, os apóstolos ficam preocupados quando Jesus profetiza o sofrimento e a morte que vai enfrentar em Jerusalém. Visto que não entendem que ele será ressuscitado para a vida celestial, Pedro o leva à parte e o censura: “Tenha compaixão de si mesmo, Senhor! Isso de modo algum lhe acontecerá.” Mas Jesus vira as costas e diz: “Para trás de mim, Satanás! Você é uma pedra de tropeço para mim, porque não tem os pensamentos de Deus, mas os de homens.” — Mateus 16:22, 23.

Agora Jesus chama outras pessoas e explica que não será fácil segui-lo: “Se alguém quer ser meu seguidor, negue a si mesmo, apanhe sua estaca de tortura e siga-me sempre. Pois quem quiser salvar a sua vida a perderá, mas quem perder a sua vida por minha causa e por causa das boas novas a salvará.” — Marcos 8:34, 35.

Para serem dignos de receber o favor de Jesus, seus seguidores precisam ser corajosos e abnegados. Jesus declara: “Quem se envergonhar de mim e das minhas palavras entre esta geração adúltera e pecadora, desse o Filho do Homem também se envergonhará quando vier na glória do seu Pai, com os santos anjos.” (Marcos 8:38) Assim, quando Jesus vier, “retribuirá a cada um segundo o seu comportamento”. — Mateus 16:27.