Pular para conteúdo

Pular para sumário

 CAPÍTULO 39

Jesus condena uma geração indiferente

Jesus condena uma geração indiferente

MATEUS 11:16-30 LUCAS 7:31-35

  • JESUS CENSURA ALGUMAS CIDADES

  • ELE DÁ ALÍVIO E REVIGORAMENTO

Jesus respeita muito João Batista, mas qual é o conceito das pessoas sobre João? “Esta geração”, diz Jesus, “é semelhante a crianças sentadas nas praças, que gritam para seus colegas: ‘Nós tocamos flauta para vocês, mas vocês não dançaram; nós lamentamos, mas vocês não bateram no peito de pesar.’” — Mateus 11:16, 17.

O que Jesus quer dizer com isso? Ele explica: “João veio sem comer e sem beber, mas as pessoas dizem: ‘Ele tem demônio.’ O Filho do Homem veio comendo e bebendo, mas elas dizem: ‘Vejam! Um homem glutão e dado a beber vinho, amigo de cobradores de impostos e de pecadores.’” (Mateus 11:18, 19) João leva uma vida simples como nazireu e não bebe vinho. Mas essa geração diz que ele é endemoninhado. (Números 6:2, 3; Lucas 1:15) Por outro lado, Jesus vive como uma pessoa comum. Tem equilíbrio ao comer e beber, mas é acusado de excessos. Parece que é impossível agradar as pessoas.

Jesus compara essa geração a crianças sentadas nas praças, que se recusam a dançar quando outras crianças tocam flauta ou a ficar tristes quando outras choram. Ele diz: “No entanto, a sabedoria se prova justa pelas suas obras.” (Mateus 11:16, 19) Portanto, essas “obras”, isto é, as ações de João e de Jesus, provam que as acusações contra eles são falsas.

Depois de dizer que essa geração é indiferente, Jesus censura as cidades de Corazim, Betsaida e Cafarnaum, onde realizou obras poderosas. Ele diz que, se realizasse essas obras nas cidades fenícias de Tiro e Sídon, elas se arrependeriam. Mas em Cafarnaum, que tem sido a base das suas atividades já por algum tempo, a maioria das pessoas é indiferente. Jesus diz o seguinte sobre essa cidade: “No Dia do Julgamento será mais suportável para a terra de Sodoma do que para você.” — Mateus 11:24.

Então Jesus louva seu Pai, que oculta preciosas verdades espirituais “dos sábios e dos intelectuais”, mas as revela aos humildes, que são como pequeninos. (Mateus 11:25) Ele lhes faz um caloroso convite: “Venham a mim, todos vocês que estão trabalhando duro e estão sobrecarregados, e eu os reanimarei. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou de temperamento brando e humilde de coração, e acharão revigoramento para si mesmos. Pois o meu jugo é suave e a minha carga é leve.” — Mateus 11:28-30.

Como Jesus dá revigoramento? Os líderes religiosos sobrecarregam as pessoas com tradições opressivas como, por exemplo, regulamentos sabáticos muito rígidos. Mas Jesus as revigora por ensinar a verdade de Deus, que está livre dessas tradições corrompidas. Ele também mostra como os que se sentem esmagados pelas autoridades políticas e sobrecarregados por causa do pecado podem obter alívio. Jesus lhes ensina como seus pecados podem ser perdoados e como eles podem estar em paz com Deus.

Todos os que aceitam o jugo suave de Jesus podem se dedicar a Deus e servir nosso compassivo e misericordioso Pai celestial. Fazer isso não envolve levar um fardo pesado, pois os requisitos de Deus de modo algum são pesados. — 1 João 5:3.