Pular para conteúdo

Pular para sumário

 CAPÍTULO 7

A obediência nos protege

A obediência nos protege

ACHA que seria bom se você pudesse fazer tudo o que quisesse? Gostaria, às vezes, que ninguém lhe dissesse o que fazer? Pode ficar à vontade para me dizer o que você acha disso. —

Por que devemos escutar os mais velhos?

Mas será que o melhor para você é fazer tudo que tem vontade? Ou será melhor obedecer ao seu pai e à sua mãe? — Se Deus diz que você deve obedecer aos seus pais, então, deve haver uma boa razão para isso. Vamos ver se descobrimos qual é.

Quantos anos você tem? — Sabe quantos anos tem o seu pai? — Qual é a idade da sua mãe, da sua avó ou do seu avô? — Eles viveram muito mais do que você. E quanto mais a pessoa vive, mais tempo ela tem para aprender. Ela ouve, vê e faz mais coisas a cada ano. Assim, os jovens podem aprender dos mais velhos.

Conhece alguém que é mais novo do que você? — Você sabe mais coisas do que ele ou ela? — Por quê? — Isso acontece porque você viveu mais tempo. Você teve mais tempo para aprender coisas do que alguém mais novo.

 Quem já vive há muito mais tempo do que você, do que eu ou do que qualquer outra pessoa? — Jeová Deus. Ele sabe muito mais coisas do que você ou do que eu. Quando ele nos diz para fazer alguma coisa, podemos ter certeza de que é o certo, mesmo que seja difícil de fazer. Sabia que até o Grande Instrutor uma vez achou difícil obedecer? —

Certa vez, Deus pediu para Jesus fazer algo muito difícil. Jesus orou sobre isso, como podemos ver na figura. Ele disse: “Se tu quiseres, remove de mim este copo.” Ao orar dessa maneira, Jesus mostrou que nem sempre é fácil fazer a vontade de Deus. Mas sabe como Jesus terminou sua oração? —

O que podemos aprender da oração de Jesus?

Ele terminou a oração dizendo: “Ocorra, não a minha vontade, mas a tua.” (Lucas 22:41, 42) É, ele queria que fosse feita a vontade de Deus, não a dele. E ele foi em frente e fez o que Deus queria em vez de fazer aquilo que achava ser o melhor.

O que aprendemos disso? — Aprendemos que sempre é certo fazer o que Deus diz, mesmo que não seja fácil. Mas também podemos aprender outra coisa. Sabe o que é? — Aprendemos que Deus e Jesus não são a mesma pessoa, como alguns dizem. Jeová Deus é mais velho e sabe mais do que seu Filho, Jesus.

Quando obedecemos a Deus, mostramos que o amamos. A Bíblia diz: “O amor de Deus significa o seguinte: que observemos os seus mandamentos.” (1 João 5:3) Dá para entender, então, que todos precisamos obedecer a Deus. Você quer obedecer a ele, não quer? —

 Vamos abrir a Bíblia e ver o que Deus quer que as crianças façam. Vamos ler o que está escrito em Efésios capítulo 6, versículos 1, 2 e 3. Diz: “Filhos, sede obedientes aos vossos pais em união com o Senhor, pois isto é justo: ‘Honra a teu pai e a tua mãe’, que é o primeiro mandado com promessa: ‘Para que te vá bem e perdures por longo tempo na terra.’”

Viu só? É o próprio Jeová Deus que diz que você deve ser obediente ao seu pai e à sua mãe. O que significa ‘honrá-los’? Significa que você deve respeitá-los. E Deus promete que, se obedecer aos seus pais, ‘tudo vai correr bem para você’.

Vou contar uma história sobre algumas pessoas que se salvaram porque foram obedientes. Elas viviam há muito tempo na grande cidade de Jerusalém. A maioria das pessoas naquela cidade não escutou a Deus e, por isso, Jesus avisou-as que Deus ia destruir a cidade. Jesus também disse como as pessoas boas poderiam escapar. Ele disse: ‘Quando vocês virem exércitos em volta de Jerusalém, vão saber que a destruição dela está próxima. Então, será a hora de sair de Jerusalém e fugir para as montanhas.’ — Lucas 21:20-22.

Como essas pessoas foram salvas por obedecer à ordem de Jesus?

Bem, exatamente como Jesus tinha dito, vieram exércitos de Roma para atacar Jerusalém. Eles acamparam ao redor dela. Daí, por algum motivo, os soldados foram embora. A maioria das pessoas achou que o perigo tinha passado. Por isso, ficaram na cidade. Mas o que Jesus tinha dito que elas deviam fazer? — O que você teria feito se estivesse morando em Jerusalém naquela época? — Os que realmente acreditaram em Jesus abandonaram suas casas e correram para as montanhas, bem longe de Jerusalém.

Durante um ano inteiro, nada aconteceu com Jerusalém. No segundo ano, também não aconteceu nada. Passou o terceiro ano, e  nada. Algumas pessoas devem ter pensado que os que fugiram da cidade eram muito bobos. Mas, uns quatro anos depois, os exércitos romanos voltaram. De novo, acamparam ao redor de Jerusalém. Agora, era tarde demais para escapar. Desta vez, os exércitos destruíram a cidade. A maioria dos moradores morreu e os que sobraram foram levados presos.

Mas o que aconteceu com os que obedeceram a Jesus? — Foram salvos. Estavam muito longe de Jerusalém. Nenhum deles se feriu. A obediência os protegeu.

Será que, se formos obedientes, seremos protegidos também? — Talvez os seus pais digam para você nunca brincar na rua. Por que eles dizem isso? — Porque um carro poderia atropelar você. Mas um dia você pensa: ‘Não tem carros passando agora. Eu  não vou me machucar. As outras crianças brincam na rua e eu nunca vi nenhuma delas se machucar.’

Por que você deve obedecer mesmo quando parece não haver perigo?

Foi assim que pensou a maioria das pessoas em Jerusalém. Depois que os exércitos romanos foram embora, elas pensaram que estavam seguras. Outros ficaram na cidade e, por isso, elas ficaram também. Tinham sido avisadas, mas não escutaram. Por causa disso, perderam a vida.

Vamos ver outro exemplo. Já brincou com fósforos? — Parece muito divertido ver o fogo quando a gente risca o fósforo. Mas brincar com fósforos é perigoso. A casa toda pode pegar fogo e você pode morrer!

Lembre-se de que não adianta obedecer só de vez em quando. Se sempre obedecermos, vamos ser protegidos. E quem é que diz: ‘Filhos, sejam obedientes aos pais’? — É Deus. Lembre-se de que ele diz isso porque ama você.

Agora, leia estes textos que mostram a importância da obediência: Provérbios 23:22; Eclesiastes 12:13; Isaías 48:17, 18 e Colossenses 3:20.