Pular para conteúdo

Pular para sumário

 CAPÍTULO 22

Por que não devemos mentir?

Por que não devemos mentir?

SUPONHAMOS que uma menina diga: “Pode deixar, mãe. Eu venho direto da escola para casa.” Mas daí, ela fica brincando com as amigas e depois diz para a mãe: “Foi a professora que me obrigou a ficar até mais tarde na escola.” Seria certo dizer isso? —

O que esse menino fez de errado?

Ou digamos que um menino fale para o pai: “Não, não fui eu que chutei a bola dentro de casa.” Mas e se foi ele mesmo que fez isso? Será que é errado dizer que não fez? —

O Grande Instrutor nos disse qual é a coisa certa a fazer: ‘Deixem simplesmente que sua palavra Sim signifique Sim, e o seu Não, Não; porque tudo o que for além disso é do iníquo.’ (Mateus 5:37) O que Jesus quis dizer com isso? — Quis dizer que devemos fazer o que falamos.

Na Bíblia, há uma história que mostra como é importante falar a verdade. É sobre duas pessoas que diziam ser discípulos de Jesus. Vamos ver o que aconteceu.

 Menos de dois meses depois da morte de Jesus, muitas pessoas de lugares distantes foram a Jerusalém para uma festividade importante dos judeus, chamada Pentecostes. O apóstolo Pedro fez um ótimo discurso em que falou às pessoas sobre Jesus, que tinha sido trazido de volta à vida por Jeová. Para muitas daquelas pessoas que estavam em Jerusalém, essa era a primeira vez que ouviam falar de Jesus. Por isso, queriam aprender mais. O que fizeram, então?

Ficaram mais do que planejaram. Só que depois de um tempo, alguns ficaram sem dinheiro e precisaram de ajuda para comprar comida. Os discípulos que moravam em Jerusalém queriam ajudar aqueles visitantes. Assim, muitos deles venderam algumas coisas que tinham e entregaram o dinheiro aos apóstolos de Jesus. Daí, os apóstolos deram o dinheiro para quem precisava.

Ananias e sua esposa, Safira, que faziam parte da congregação cristã em Jerusalém, venderam um terreno que tinham. Ninguém pediu para eles venderem. Eles decidiram fazer isso por conta própria. Mas não agiram assim por  amor aos novos discípulos de Jesus. Na realidade, Ananias e Safira queriam que as pessoas pensassem que eles eram melhores do que na verdade eram. Por isso, decidiram dizer que estavam dando todo o dinheiro para ajudar outros. Acontece que eles iam dar só uma parte do dinheiro, mas iam dizer que estavam dando tudo. O que acha disso? —

Bem, Ananias foi ver os apóstolos e deu o dinheiro a eles. É claro que Deus sabia que ele não estava dando tudo. Por isso, Deus disse ao apóstolo Pedro que Ananias não estava falando a verdade.

Que mentira Ananias contou a Pedro?

Assim, Pedro disse: ‘Ananias, por que você deixou que Satanás o tentasse a fazer isso? O terreno era seu. Não precisava vendê-lo. E mesmo depois de vender o terreno, você podia decidir o que fazer com o dinheiro. Mas por que fingiu ter dado todo o dinheiro quando, na verdade, você deu apenas uma parte dele? Com isso, você mentiu, não só para nós, mas para Deus.’

Ananias fez algo muito sério: mentiu! Ele não fez o que disse que ia fazer. Apenas fingiu ter feito. A Bíblia conta o que aconteceu logo depois: ‘Quando ouviu as palavras de Pedro, Ananias caiu morto.’ Deus fez Ananias morrer! Depois, seu corpo foi levado para fora e enterrado.

O que aconteceu com Ananias por ter mentido?

 Umas três horas depois, chegou Safira. Ela não sabia o que tinha acontecido com o marido. Assim, Pedro perguntou: ‘Vocês dois venderam o terreno pelo dinheiro que nos deram?’

Safira respondeu: ‘Sim, vendemos exatamente por esse preço.’ Que mentira! Eles ficaram com parte do dinheiro da venda do terreno. Por isso, Deus fez Safira morrer também. — Atos 5:1-11.

O que podemos aprender do que aconteceu com Ananias e Safira? — Aprendemos que Deus não gosta dos mentirosos. Ele quer que a gente sempre fale a verdade. Mas muita gente diz que não há problema em mentir. Acha que essas pessoas estão certas? — Sabia que todas as doenças, a dor e a morte na Terra surgiram por causa de uma mentira? —

Segundo Jesus, quem falou a primeira mentira e qual foi o resultado?

Lembre-se de que o Diabo mentiu para a primeira mulher, Eva. Ele disse que ela não ia morrer se desobedecesse a Jeová e comesse do fruto que Deus tinha dito para não comer. Eva acreditou no Diabo e comeu. Depois, convenceu Adão a comer também. Assim, eles se tornaram pecadores e todos os seus filhos também nasceram pecadores. E, como todos os filhos de Adão nasceram com pecado, todos iam, com o tempo, sofrer e morrer. Como foi que toda essa confusão começou? — Começou com uma mentira.

Não admira que Jesus chamasse o Diabo de “mentiroso” e de “pai da mentira”. Ele foi o primeiro a mentir. Quando alguém mente, está imitando o Diabo. Pense nisso da próxima vez que sentir vontade de mentir. — João 8:44.

 Quando é que a gente talvez sinta vontade de mentir? — Quando faz algo errado, não é? — Talvez sem querer você quebre alguma coisa. Se lhe perguntarem sobre o assunto, vai dizer que foi seu irmão ou sua irmã quem quebrou? Ou vai fingir que não sabe de nada? —

Quando a gente talvez sinta vontade de mentir?

E se você tiver lição de casa para fazer, mas fizer só uma parte? Vai dizer que fez tudo, mesmo que não tenha feito? — Lembre-se de Ananias e Safira. Eles não disseram toda a verdade. Deus mostrou que não gostou nada do que os dois fizeram. Foi por isso que eles morreram.

Então, não importa o que a gente faça, se mentirmos, isso só vai piorar as coisas. Também não é certo dizer apenas parte da verdade. A Bíblia diz: ‘Falem a verdade.’ Diz também: ‘Não mintam para os outros.’ Jeová sempre fala a verdade e espera que façamos o mesmo. — Efésios 4:25; Colossenses 3:9.

Sempre devemos falar a verdade. Veja alguns textos que tratam desse assunto: Êxodo 20:16; Provérbios 6:16-19; 12:19; 14:5; 16:6 e Hebreus 4:13.